sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Garotinho pede inquérito sobre fraude na votação dos royalties





Garotinho conversou com deputado Zoinho sobre fraude na votação dos royalties.

O deputado Garotinho enviou ofício nesta terça-feira ao diretor geral da Câmara dos Deputados, Sérgio Sampaio Contreiras de Almeida, solicitando a cópia integral do inquérito feito pelo Polícia Legislativa que comprovou fraude na votação dos vetos da presidente Dilma Rousseff ao projeto de redistribuição dos royalties do petróleo. A sessão foi realizada no Congresso Nacional, na noite do dia 6 de março último.

O líder do PR na Câmara quer a anulação da sessão que derrubou os vetos da presidente Dilma ao projeto de distribuição dos royalties, o que pretende pedir em seguida ao presidente do Congresso, senador Renan Calheiros.

"No dia da votação havia muita gente estranha no plenário. Nós queremos saber de quem é a assinatura falsa em nome do deputado Zoinho (PR-RJ). E o presidente Renan Calheiros precisa tomar uma atitude no sentido da anulação da votação. Agora não é o deputado Garotinho que está falando, mas ficou provada a fraude pela Polícia Legislativa do Congresso", destacou.

Fonte: Blog do Garotinho

Sem audiência e sem respostas



Jornal Terceira Via


A sociedade campista acompanha com incredulidade os últimos acontecimentos na Câmara dos Vereadores, seguindo-se a falta de respostas e satisfação plausível.

Na última quarta-feira, em plenário, o vereador da Oposição - Rafael Diniz - e a edil da base de apoio da prefeita Rosinha - Auxiliadora Freitas - requisitaram uma audiência pública para discussão acerca da Cultura em nosso município.

O pedido foi negado por maioria dos vereadores presentes (da Situação). Uma lástima já que se sabe que a atual gestão municipal utiliza os meios de comunicação, introduzindo nas propagandas oficiais que os investimentos na Cultura vão muito bem. Já que não há o que se discutir, por que negar um pedido, em tese, meramente, explicitador?

Em que pesem milhões de reais em propaganda oficial positiva, a prefeita Rosinha não ‘liberou seus vereadores’ para o voto a favor da pugnada audiência pública.

Por que não dissolver as inúmeras dúvidas levantadas por aqueles que exercem o controle externo do Poder Público já que, como alegado pela atual gestão, tudo caminha tão bem?

As eventuais ou convenientes utilizações do Cepop, o alto gasto com o show de Maria Bethânia, os aluguéis de palco e a vedação da produção artística ‘Bonitinha mais Ordinária’ são questões obscuras que, até o presente momento, não foram respondidas a contento pela Fundação Cultural Jornalista Osvaldo Lima.

E não para por aí: No Diário Oficial, já consta o extrato do contrato, indicando que a referida Fundação Cultural pagou R$ 100.000,00 (cem mil reais) para que alguns integrantes da Escola de Samba Vila Izabel participassem do Carnaval fora de época de nossa cidade.

Além disso, na edição do Diário Oficial do dia primeiro de julho de 2013, constata-se que a Escola de Samba Grande Rio recebeu R$ 90.000.00 (noventa mil reais) e a Unidos da Tijuca R$ 80.000.00 (oitenta mil reais), do bolso do contribuinte campista.

Detalhe: nenhuma dessas escolas trouxe um diferencial artístico, ou seja, personalidades da mídia carnavalesca para o desfile em nossa cidade. Quem assistiu ao desfile, foi contemplado com um desrespeitoso aperitivo.

Por que as escolas de samba do Rio receberam aproximadamente duzentos e setenta mil reais pela apresentação e os blocos e escolas de nossa cidade não receberam tamanho prestígio do Poder Público?

Em verdade, os grêmios recreativos locais tiveram que se contentar com uma variável de R$ 40 mil a R$ 80 mil para uma agremiação inteira, ressaltando-se as fantasias, bateria, entre outros artefatos para uma apresentação completa.

Enquanto isso, a presidente da Fundação - Patrícia Cordeiro - ainda não se valeu da mídia para responder à população os temas pendentes de esclarecimento. E a atual Gestão se mantém em silêncio!

Uma audiência pública em torno de todas essas questões e com a efetiva participação dos agentes públicos, vereadores, artistas e a sociedade campista é de extrema relevância.

No entanto, o pedido foi negado e, mais uma vez, os cidadãos terão de se contentar com respostas repletas de alegoria, fantasias mirabolantes e um enredo pra lá de conhecido.

Cláudio Andrade

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Funcionária noticia reunião na Condenca para contribuição partidária e secretário nega




"Cláudio sou funcionária da prefeitura, cedida na CODEMCA e trabalho há 15 anos e hoje fui surpreendida juntamente com meus colegas de trabalho, onde o Sr.ª Vieira Reis, atual secretário da pesca em Campos, reuniu todos os funcionários da CODEMCA na sede da mesma, dizendo que temos que contribuir com o partido PRB, pois ele precisa alugar uma sede e daí temos que contribuir.

Pelo que sei somente quem contribui com partidos políticos, são os cargos de confiança, no nosso caso aqui na CODEMCA, somos todos terceirizados, em aviso prévio, pois estamos sendo desligados para futura contratação. ISSO É UM ABSURDO.

Autoria preservada a pedido".

Resposta de Vieira Reis.

Após recebe vários e-mails como o acima transcrito entrei em contato com o secretário municipal Vieira Reis e o mesmo negou a veracidade das informações. Segundo ele, não houve qualquer tipo de reunião para tratar desse assunto.

SJB realizará 5ª Conferência Municipal de Defesa Civil



Com o tema “Estar informado reduz risco”, a Defesa Civil de São João da Barra realiza no dia 24 de setembro, no auditório municipal de 8h às 17h, a V Conferência Municipal de Defesa Civil.

Para abrir o evento Fernando Guilherme da Costa, estará ministrando o curso de Logística e Manejo de Doações em Situações de Desastre, que tem como objetivo administrar as doações para obter o controle desse material no momento da distribuição às famílias afetadas.

Fernando Guilherme é Chefe Nacional de Socorro e Desastre da Cruz Vermelha Brasileira, Membro (RIT) Regional Interventión Team em Respuesta a Desastres, Federação Internacional de Cruz e Crescente Vermelho, Unidade Panamericana de Resposta a Desastre (PADRU) - Panamá, e tem Curso Operacional de Defesa Civil (CODC) pelo Ministério de Integração Social e Secretaria Nacional de Defesa Civil – RJ, aonde vem realizando palestras sobre o tema.

O evento terá sequência com palestra ministrada por Tereza Maria da Silva, tendo como foco a importância do Serviço Social em situações de desastre no amparo as famílias atingidas. Tereza hoje está atuando como educadora social, chegando a ocupar a função de coordenadora estadual pelo Rio de Janeiro. Além de ser Ouvidora da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social na prefeitura do Rio De Janeiro, é membro do Sistema Municipal de Defesa Civil. Ela já foi Gerente de projetos em abrigo de população de rua, Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e também Supervisora de estágio no Projeto Rondon.

As inscrições para a V Conferência devem ser realizadas na sede da Defesa Civil em São João da Barra, com a apresentação do documento de Identidade e CPF, até o dia 23, segunda-feira, na Rua do Rosário, 632, centro, que fica em frente à Praça de São Pedro.

Para o coordenador da Defesa Civil de São João da Barra, Adriano Martins, o objetivo de realizar a conferência no município, é abordar e explicar para as pessoas quais são as situações de desastres e os procedimentos de emergência que podem evitar risco de vida.

Fonte: Assecom da Prefeitura de SJB

INEA libera OSX para iniciar operação da UCN




A OSX, empresa do Grupo EBX com atuação na indústria naval e offshore, recebeu a Licença de Operação (LO) do Instituto Estadual do Ambiente (INEA), que autoriza o início das atividades da Fase 1 da Unidade de Construção Naval do Açu (UCN Açu). O estaleiro da OSX está localizado no Complexo Industrial do Superporto do Açu, no norte fluminense. Com a emissão da LO, a companhia será a primeira a iniciar operação no empreendimento.

“Desde o início das obras do estaleiro da OSX, em julho de 2011, acreditamos na importância deste empreendimento para o desenvolvimento da indústria offshore de óleo e gás. Estamos orgulhosos com a emissão da LO e o início das atividades do estaleiro, que em sua primeira fase já capacita a OSX a atuar como um dos principais canteiros offshore do Brasil”, informou Ivo Dworschak, Diretor de Construção Naval da OSX.

O primeiro projeto desenvolvido no estaleiro da OSX será a construção de alguns módulos e a integração de dois FPSOs replicantes, as unidades flutuantes de produção, armazenamento e transferência de petróleo P-67 e P-70, em atendimento à Petrobras e seus parceiros em projeto para o Pré-Sal.

A Fase 1 da UCN Açu contempla áreas e facilidades industriais necessárias ao cumprimento dos contratos da atual carteira da companhia. As atividades estarão concentradas na área do Cais Norte, com capacidade para montagem de dezenas de módulos e de integração simultânea de dois FPSOs de grande porte, representando um dos principais canteiros a serviço da indústria de óleo e gás no país. A informação foi passada pelo Superintendente de Petróleo, Gás, Biocombustíveis e Tecnologia da prefeitura, Wellington Abreu da Silva.

Fonte: Assecom da Prefeitura de SJB

Prefeitura de Campos revoga licitação para contratação de porteiros, recepcionistas e zeladores




TERMO DE REVOGAÇÃO

Tendo em vista os motivos expostos nos autos do procedimento 2013.100.000003-6-PR quanto da necessidade de adequação do Termo de Referência e Edital para a contratação de empresa para prestação de serviços de porteiro, recepcionista e zelador, para atender as necessidades dos órgãos/entidades da Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes e parecer da Procuradoria Geral do Município, DECIDO PELA REVOGAÇÃO do processo licitatório na modalidade de Pregão SRP n. º 002/2013, observando-se os preceitos legais da lei 8.666/93.

Publique-se.
Campos dos Goytacazes, 17 de agosto de 2013.
Fábio Augusto Viana Ribeiro
Secretário Municipal de Administração e Gestão de Pessoas
Id: 1562440

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

"Linda" vai desbancando Paulo Hirano



Conforme Alexandre Bastos noticiou em seu blog a estreante Lindamara Silva foi a líder da debandada que retirou grande parte dos vereadores da base do plenário, na sessão da última Terça-Feira. A matéria de Bastos indaga se há um rolo compressor dentro de outro e a resposta é sim.

Um vereador ligado ao grupo informou ao nosso blog que com a chegada de Lindamara a Prefeita Rosinha trouxe para a Casa de Leis o seu Gabinete. 

Com Linda na Câmara Paulo Hirano irá aos poucos se tornar uma ‘Rainha da Inglaterra’. Terá direcionamentos a serem tomados, defenderá o governo, mas as mudanças em cima da hora, fora do combinado serão informadas pela eterna secretária particular da ex-governadora.

Além disso, uma ação para avaliar a cultura do município atinge diretamente Patrícia Cordeiro fiel escudeira de Lindamara e sua companheira de rádio.

Resumindo, na hora que a coisa esquentar não será o telefone de Hirano que irá tocar.

Celso de Mello desempata a favor dos embargos



Celso de Mello vota a favor dos embargos infringentes para 12 condenados pelo mensalão. O placar da votação é de 6 votos para aceitar o novo julgamento para crimes de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro, e 5 votos contra.

Odisseia Carvalho cita ex-empreendimento empresarial de Wladimir na CPI da Pedofilia

Clique no texto para ampliar

O jornal da Câmara onde a matéria foi extraída pode ser lido AQUI

O contraditório está salvaguardado ao Presidente do PR em Campos Wladimir Garotinho

Atualização às 16:49

Segue o link do jornal da Câmara dos Deputados onde o atual Presidente da Fenorte Nelson Nahim é citado como possível convocado para esclarecimentos AQUI

Celso de Mello começa a proferir seu voto



Celso de Mello faz, no início do seu voto, uma apresentação sobre a importância do amplo direito de defesa e diz que essa prerrogativa deve ser garantida. “O que mais importa neste julgamento sobre a admissibilidade dos embargos infringentes é a preservação do compromisso institucional desta corte suprema com o respeito incondicional às diretrizes que pautam o devido processo penal e que compõem o próprio estatuto constitucional do direito de defesa, que representa uma prerrogativa de que ninguém pode ser privado, ainda que se revele antagônico o sentimento da coletividade”, afirma.

Veja on line

Roberto Henriques solicita informações sobre retornos e balanças ao longo da BR-101

Clique na imagem para ampliar


O deputado estadual Roberto Henriques entregou ao presidente da Autopista Fluminense/Arteris, senhor David Luiz, um ofício pedindo informações sobre as as obras de melhorias e duplicação que estão acontecendo ao longo da BR-101 no trecho a partir do município de Rio Bonito até a divisa do estado do Espírito Santo. No documento, o parlamentar pede esclarecimento sobre a quantidade, distância e os pontos dos retornos a serem construídos. Outra preocupação é a localização das balanças de pesagens prevista pra a rodovia.

“A BR-101 é um grande eixo de desenvolvimento, principalmente após a descoberta do pré-sal, e centenas de caminhões e carros a cruzam diariamente. Os retornos são importantes para evitar acidentes e facilitar a vida dos moradores dos municípios que existem ao longo do trecho. As balanças de pesagens são outro ponto de relevância, pois a localização delas pode impedir a competitividade no mercado dos produtos de algumas regiões. Queremos que as balanças sejam colocadas de forma que todos respeitem a lei”, afirmou o parlamentar.

Assessoria de imprensa do deputado Roberto Henriques – Rio de Janeiro
Milena Veloso
(21)2588-1245/(21)9986-8479

Ministério Público pede suspensão do Rock in Rio




A Promotoria de Tutela Coletiva de Defesa do Consumidor, do Ministério Público do Rio de Janeiro, entrou, ainda na noite dessa terça-feira, com uma liminar em que pede a suspensão do Rock in Rio por causa das condições verificadas nos postos de saúde durante o primeiro fim de semana do evento. O evento começou na sexta-feira da semana passada na capital fluminense.

Agentes consideraram que nas áreas para atendimento não havia médicos suficientes, que os espaços eram reduzidos e que não havia pistas de escape seguras para a remoção de pacientes. A assessoria de imprensa do Rock in Rio disse que ainda não foi notificada, mas que está providenciando melhorias no setor.

Fonte: Correio do Povo

Os danos irreparáveis de uma escola fechada

Jornal Terceira Via


Na semana passada, a imprensa campista (notadamente o Jornal Terceira Via online) noticiou que, em nosso município, não está havendo aula na Creche Professora Olga Linhares Corrêa, bem como na Escola de Coqueiros de Tocos. Quanto à Creche, o período sem aulas seria de aproximadamente cinco meses e quanto à Escola, data do início do corrente ano letivo.

Certo que a Educação, em nosso município, apresenta índices surreais como o do IDEB (Índice de desenvolvimento da educação básica), o que já foi exposto, nesse espaço, em outra oportunidade. Tal fato, por si só, já foi o bastante para que houvesse uma atenção prioritária na área educacional em Campos, o que infelizmente ainda não ocorreu.

Não restam dúvidas de que a Gestão Rosinha Garotinho vem inaugurando uma série de escolas modelos; projetos esses orçados cada qual em mais de um milhão de reais. No entanto, um verdadeiro contrassenso essa magnitude educacional, enquanto uma creche e uma escola municipais estão com as portas fechadas e com alunos regularmente matriculados.

A situação é muito complexa, pois já nos encontramos na segunda parte de um ano letivo e muitas crianças e adolescentes campistas sequer abriram um livro escolar, em que pese ser esse um dos atos mais básicos e corriqueiros de um aprendizado.

Em resposta, a Secretaria de Educação, Cultura e Esporte enviou nota ao Jornal Terceira Via, informando que a carência de professores está sendo resolvida. Surgem as perguntas: quais os métodos? Qual o prazo para definição?

Sou professor universitário e conheço dificuldades na área de Educação, como cumprir integralmente uma grade curricular. No caso em questão, o quadro ainda é pior uma vez que já se passou meio ano letivo, e uma creche e uma escola de portas fechadas, estão com a grade curricular longe de ser cumprida.

O mau planejamento da Secretaria de Educação de Campos acarreta danos irreparáveis, já que a Educação é um bem indisponível e sanear os males já ocasionados pode ser quase impossível.

Como ficam as crianças e adolescentes sedentos de aprendizado, do saber e da experiência nos bancos escolares?

Retardar, interromper, ou suspender a Educação de uma criança é como deixar o aprendizado em estado de coma, até que um fato novo venha a ocorrer.

E quanto ao tempo perdido? Quem responde por isso? Provavelmente, quando essa pergunta for feita a quem de direito, ele fatalmente fechará as portas!

O ex-governador do Estado do Rio de Janeiro Leonel Brizola já declarava que a educação é o único caminho para emancipar o homem. Desenvolvimento sem educação é criação de riquezas apenas para alguns.

A educação é algo que precisa ser levado a sério sob pena de comprometermos o futuro de homens e mulheres que almejam uma vida segura e estável.

Como bem dizia a poetisa e contista Cora Coralina: ”feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina”.

Cláudio Andrade

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Dayvison Miranda na voz de Ana Carolina



Vereador Dayvison Miranda apresentou indicação legislativa para que todas as ruas do Parque Novo Eldorado tenham oficialmente nomes de flores e plantas brasileiras.

Roberto Henriques visita obras da delegacia da mulher em Campos





Na tarde da última segunda-feira 16/09, o deputado Estadual Roberto Henriques visitou as instalações da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM), em Campos. Há dois anos em construção a delegacia ainda não tem data para entrar em funcionamento, porém, está com obra em fase de conclusão.

A previsão é que seja inaugurada ainda este ano.

“Esta é uma obra que se encontrava com seu calendário em atraso. Em audiência com a delegada Marta Rocha no ano passado, deixei claro a cobrança e expectativa da comunidade campista e dos movimentos em defesa da mulher pela disponibilidade deste equipamento, visando as garantias do funcionamento do DEAM para coibir a violência contra mulher. Resta agora a instalação do mobiliário e equipe técnica multi disciplinar a disposição e a consequente entrega desta delegacia da mulher pelo governador Sérgio Cabral.”

Executiva do PEN toma posse




​No dia 08/08/2013 foi dada posse à executiva do Partido Ecológico Nacional (PEN 51) com a presença do Presidente Regional Francisco de Assis como Presidente Municipal de Macaé, Cardoso Moreira e Quissamã.

A Executiva formada pelo Presidente Dr. Paulo Marcelo, Robson Pedala, Márcio, João Manoel, Maurício, Pastor Isaías, Isaías. Foram empossados também os conselhos jovem, mulher, jurídico, marketing, idoso, transporte, segurança e meio ambiente.

Com uma visão holística da política, viemos montar um partido com representatividade na política campista e da região norte do Rio de Janeiro, este partido vai dar o que falar, ressalta o presidente Dr Paulo Marcelo.

Moção de repúdio pode ter gerado debandada da base




O blog foi informando de que a saída repentina de grande parte dos vereadores da base da sessão de hoje na Câmara de Campos se deve a apresentação de uma moção de repúdio a um agente público municipal.

Vamos aguardar.

Dilma adia viagem oficial aos Estados Unidos



Nota Oficial


“A presidenta Dilma Rousseff recebeu ontem, 16 de setembro, telefonema do presidente Barack Obama, dando continuidade ao encontro mantido em São Petersburgo, à margem do G-20, e aos contatos entre o ministro Luiz Alberto Figueiredo Machado e a assessora de Segurança Nacional Susan Rice.

O governo brasileiro tem presente a importância e a diversidade do relacionamento bilateral, fundado no respeito e na confiança mútua. Temos trabalhado conjuntamente para promover o crescimento econômico e fomentar a geração de emprego e renda. Nossas relações compreendem a cooperação em áreas tão diversas como ciência e tecnologia, educação, energia, comércio e finanças, envolvendo governos, empresas e cidadãos dos dois países.

As práticas ilegais de interceptação das comunicações e dados de cidadãos, empresas e membros do governo brasileiro constituem fato grave, atentatório à soberania nacional e aos direitos individuais, e incompatível com a convivência democrática entre países amigos.

Tendo em conta a proximidade da programada visita de Estado a Washington – e na ausência de tempestiva apuração do ocorrido, com as correspondentes explicações e o compromisso de cessar as atividades de interceptação – não estão dadas as condições para a realização da visita na data anteriormente acordada.

Dessa forma, os dois presidentes decidiram adiar a visita de Estado, pois os resultados desta visita não devem ficar condicionados a um tema cuja solução satisfatória para o Brasil ainda não foi alcançada.

O governo brasileiro confia em que, uma vez resolvida a questão de maneira adequada, a visita de Estado ocorra no mais breve prazo possível, impulsionando a construção de nossa parceria estratégica a patamares ainda mais altos.”

Secretaria de Comunicação Social
da Presidência da República Federativa do Brasil

Deputada Inês Pandeló é condenada por improbidade administrativa




A deputada estadual Maria Inês Pandeló Cerqueira (PT) foi condenada por improbidade administrativa. A decisão é do desembargador Custódio de Barros Tostes. De acordo com a ação civil pública, ela se apropriava de parte do subsídio de seus assessores parlamentares em benefício próprio. 

A parlamentar dizia, para a sua equipe, que os valores arrecadados eram exclusivamente para fins filantrópicos.Maria Inês já havia sido condenada em primeira instância, em 2012. Segundo o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, com a medida judicial, ela passa a ter seus direitos políticos suspensos por cinco anos e terá que devolver a quantia obtida indevidamente.

Fonte: O Globo

Audiência Pública de Politicas de Juventude na Câmara de Campos

Clique para ampliar

Roberto Henriques participa de audiência pública da 1001 em Italva



Três meses após audiência pública solicitada pelo Deputado Estadual Roberto Henriques na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (ALERJ), para tratar de assuntos relacionados à Auto Viação 1001, como as reclamações e abusos cometidos pela empresa, a Câmara Municipal de Italva, realizou na última segunda-feira, 16/09, uma audiência pública no município, para discutir e buscar soluções para os moradores da cidade. A empresa é responsável por várias linhas que interligam os municípios e coleciona milhares de reclamações pelos serviços prestados na região.

O vereador e presidente da Câmara, Wilson Nogueira, abriu a sessão e em seguida o presidente da Associação dos usuários e transportes do Rio de Janeiro, Paulo Baltazar, criticou a ausência dos diretores da empresa 1001 na audiência pública.

“Os donos da empresa estão em Niterói comendo lagosta e bebendo vinho, enquanto mandou os diretores, que nada tem a ver com as irregularidades cometidas, para participar desta audiência.”

Temas como o valor abusivo das tarifas, sucateamento da frota de ônibus e acidentes envolvendo a empresa, foram discutidos durante a audiência.

O Deputado Roberto Henriques, falou da importância da audiência pública para discutir o assunto.

“A saída para empresa 1001 é o acordo, é o entendimento que foi proposto por mim e aprovado na audiência publica realizada na Alerj. Quero anunciar que estou com uma ação preparada, com um pedido de liminar no Ministério Público, sou um deputado que não costumo abandonar as minhas bandeiras, se este entendimento não sair, já estamos preparados e para que a justiça seja feita, a tarifa deve ser praticada com preço justo.” disse Roberto Henriques.

O diretor Operacional da empresa 1001, Cássio Janio Santana, se justificou em seu discurso dizendo que a empresa está há 65 anos no mercado, emprega quatro mil funcionários registrados em carteira, e que vai buscar atender as reclamações apresentadas pela população através dos vereadores do município.

O prefeito da cidade de Italva, Leonardo Guimarães, encerrou a audiência afirmando que a prefeitura está do lado do povo e que vai lutar para que todos os direitos dos usuários e trabalhadores que se deslocam da cidade e utilizam os serviços da empresa 1001, sejam cumpridos.

Fonte: Assecom do parlamentar.

Autoridades da segurança pública no programa "A Polêmica" hoje



Duas autoridades da área de segurança pública estarão presentes em mais uma edição inédita do programa “A Polêmica”, que é apresentado pelo advogado Claudio Andrade, e transmitido pela 3ª Via TV, por meio dos canais 25 e 425 HD da Via Cabo TV.

Na edição desta terça-feira (17 de setembro), o delegado titular da 134 DP, Geraldo Rangel, e o major Campos, do 8º BPM, abordarão os principais assuntos da segurança pública no Brasil, no Estado e em Campos.

Assuntos como o desaparecimento do pedreiro Amarildo, no Rio de Janeiro, as recentes manifestações que aconteceram em todo o país e o aumento da criminalidade nas cidades do interior do Rio de Janeiro serão os principais.

O programa “A Polêmica” vai ao ar as 22h30. Você não pode perder!

Fonte: Terceira Via Tv.

Rio registra primeiros casos de superbactéria




O Rio de Janeiro registrou os primeiros casos de contaminação por bactérias modificadas pelo gene NDM-1. Essas superbactérias anulam os efeitos de antibióticos, inclusive aqueles que são mais utilizados para combater infecções por micro-organismos multirresistentes. Os casos foram registrados na pediatria do HemoRio, instituição de referência para tratamento de pacientes com doenças do sangue, e em hospitais de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, e em Duque de Caxias, na Baixada. Nenhum paciente morreu. Foi o segundo estado do país a identificar a superbactéria. O Rio Grande do Sul teve cinco casos divulgados em maio.

A primeira pessoa do Rio de Janeiro a ser identificada com a superbactéria foi uma menina, que trata uma leucemia no HemoRio. Ela já havia recebido alta, depois de um mês de internação, e foi encaminhada para colocação de um cateter no Hospital da Criança. Lá, foi submetida ao exame de rotina para identificar possível infecção. O resultado deu positivo.

A menina não chegou a desenvolver a infecção. O hospital procurou outras crianças que entraram em contato com a paciente. Também fechou leitos para permitir o isolamento daqueles que estavam internados e a desinfecção das enfermarias. Ainda há pacientes em isolamento, mas não foram diagnosticados novos casos.


O superintendente de Vigilância Epidemiológica e Ambiental da Secretaria Estadual de Saúde, Alexandre Chieppe, esclareceu que nenhum dos pacientes identificados no Rio adoeceu. "Não foram casos de infecção. As pessoas foram colonizadas pela bactéria com mecanismo de resistência mais amplo. Não há indicação para interromper a rotina do funcionamento dos hospitais", afirmou Chieppe. Ele ressaltou que foram colocados em ação planos para conter a infecção, com intensificação da limpeza de ambientes.

O infectologista Alberto Chebabo, chefe do serviço de Doenças Infecciosas e Parasitárias do Hospital Universitário da Universidade Federal do Rio de Janeiro, explica que a infecção por superbactéria pode ser grave para pacientes com baixa imunidade, que estão em longas internações. "A bactéria se torna resistente a vários antibióticos. São poucas as opções de tratamento". Ele ressalta que o controle é muito difícil. "É importante evitar a superlotação, melhorar a higienização das mães e a vigilância de bactérias. Agora vamos ter que saber se ela vai se adaptar e ficar permanentemente no Brasil, se vai se espalhar ou se serão casos esporádicos".

As superbactérias aparecem a partir de uma mutação genética. Bactérias que já estão presentes no organismo, como a E. Coli, sofrem a modificação e passam a produzir enzimas que anulam o efeito do antibiótico. NDM-1 é a sigla pela qual é conhecida a enzima que torna a bactéria multirresistente. Significa "New Delhi Metallobetalactamase". O primeiro caso foi registrado em Nova Délhi, na Índia, em um paciente sueco, em 2009. Superbactérias com essa mutação foram identificadas nos Estados Unidos, Canadá, países da Europa e da América Latina.

Terceira Via

Ops: deputado Garotinho noticia que Calheiros usa jornal para lhe atacar




"O que o presidente do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros (PMDB - AL) gostaria era que eu me juntasse a ele nas imoralidades praticadas, virasse um dos seus no jogo do "toma lá, dá cá". Mas eu não sou como ele, que usava um lobista para bancar a amante, nem tenho um "laranjal" em Alagoas como a imprensa já noticiou. Não é à toa que mais de 1 milhão e meio de brasileiros assinaram o manifesto "Fora Renan".

Mas vejam a que ponto chega o senador Renan. Usa um jornal de Alagoas para me atacar por ter denunciado a fraude na votação dos vetos dos royalties e ao presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves porque "deixou a Polícia Legislativa investigar". Renan queria que a fraude fosse abafada, mas eu não tenho medo dele. O que ele chama de crescer, na verdade é fazer o jogo dos seus interesses. Não, assim não quero "crescer". Vou continuar sendo o Garotinho que se levanta contra as imoralidades em defesa do povo, não de interesses pessoais escusos.

A declaração de Renan só reforça o que eu afirmei na tribuna diante dele próprio, que não tem estatura moral, nem está à altura do cargo que ocupa. É patético!

Em tempo: Renan gosta mesmo é de atos secretos como os que ele e seu colega José Sarney foram pegos na presidência do Senado".

Deputado Garotinho
Fonte: Blog do Garotinho

Secretaria de Saúde de Campos emite nota sobre superbactéria



A Diretoria de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde está monitorando o caso de um paciente de 60 anos internado no Hospital Ferreira Machado (HFM) acometido por uma bactéria modificada pelo gene NDM-1 (superbactéria). Ele está no setor de Doenças Infecciosas Parasitárias (DIP) da unidade hospitalar, apresenta boa evolução e terá alta nos próximos dias, como informa o vice-prefeito e secretário municipal de Saúde, Doutor Chicão.

- O paciente vai continuar sendo acompanhando pela Vigilância em Saúde e pelo Programa de Assistência Domiciliar (PAD), pois fez um quadro de Acidente Vascular Cerebral (AVC) em maio deste ano. Além da assistência hospitalar, fizemos o trabalho de orientação e prevenção, norteando quanto à lavagem correta das mãos, desinfecção do ambiente e uso adequado dos materiais de desinfecção – explicou Doutor Chicão.

De acordo com o diretor de Vigilância em Saúde, Charbell Kury, o paciente não desenvolveu a infecção. “Fizemos um trabalho em conjunto com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a Vigilância Sanitária do estado do Rio de Janeiro para isolar a bactéria. Trata-se de um caso de colonização da bactéria e não uma infecção”, disse o diretor.

Ele esclarece a diferença entre colonização de bactéria e invasão com infecção. “Enquanto na primeira temos apenas a bactéria sobrevivendo sem causar nenhum problema ao paciente, como foi o caso de Campos, o segundo se dá quando a bactéria invade a corrente sanguínea e causa sepse grave e morte”, orientou.

(Fonte: Assessoria)
Blog na Curva do Rio

Creche Olga Linhares fechada deixa crianças sem aula há cinco meses em Campos

Silvana Rust


"Em Campos, mais um caso de escola fechada em pleno ano letivo. Na Creche Professora Olga Linhares Correa, no Bairro Jardim Carioca, em Guarus, as crianças estão sem aula há cinco meses. Há uma semana, o Jornal Terceira Via esteve na localidadeCoqueiros de Tocos, no município, onde a única escola municipal está sem aulas por falta de professores.

Nos dois casos, pais deixam de trabalhar por não ter onde deixar seus filhos. Essa é a situação vivida por Daniella Cristina Gonçalves, 21 anos, que é mãe de duas crianças, uma de três e outra de dois anos de idade. Há cinco meses, desde que a creche fechou as portas, ela não tem com quem deixar um dos filhos.

“Consegui vaga em outra creche para o meu filho, mas a menina está em casa. Preciso trabalhar, mas por causa disso não tenho como sair para procurar emprego. A situação está difícil. A gente vai lá perguntar e eles falam que a obra está terminando”, reclamou.

Segundo Daniella, o imóvel que abrigava a creche na Rua Humberto de Campos tinha esgoto a vazando no quintal. Por causa disso, a unidade foi fechada. “Eles falaram que ia para outro lugar. Arrumaram uma casa que também não tinha condições. Por isso, está em obras esse tempo todo. Enquanto isso, muitas crianças estão sem aula e os pais sem trabalhar”, disse.

A equipe do Jornal Terceira Via esteve na nova creche. Uma mulher, que se apresentou como diretora, confirmou que a unidade está sem aulas por causa da obra. Ela afirmou que as atividades retomam na segunda-feira (23 de setembro).

Nota da prefeitura - O secretário de Obras, Urbanismo e Infraestrutura, Edilson Peixoto, disse que a reforma da Creche Olga Linhares será concluída este mês e as aulas serão retomadas no início de outubro. A Prefeitura de Campos já construiu 17 unidades modelo e mais de 200 unidades escolares estão sendo reformadas. Só esta semana, serão entregues mais três unidades reformadas e ampliadas".

Fonte: Jornal Terceira Via.

Roberto Henriques visita as obras do Liceu





O Deputado Estadual Roberto Henriques esteve nesta segunda-feira, 16/09, na escola estadual Liceu de Humanidades de Campos, onde acompanhou de perto a obra de reforma e restauração do prédio histórico e do pavilhão João da Hora.

As obras iniciadas no mês de fevereiro tem a previsão de entrega e conclusão para o mês de dezembro deste ano. No projeto, estão previstos dois banheiros para portadores de necessidade especiais, além da instalação de rampas e elevadores para cadeirantes. Dezessete salas já foram entregues e os 2.700 alunos hoje matriculados no Liceu de Humanidades, aguardam a conclusão da obra no pavilhão João Batista da Hora.

“Verifiquei um grande progresso no andamento das obras comparando com a minha visita anterior. O governo do estado vai entregar o liceu todo restaurado, tanto o prédio histórico quanto o pavilhão João da hora. Além disso, outra grande conquista será a climatização através de instalação de aparelhos de ar condicionado em todos os ambientes,luta que contou com a participação do grêmio escolar, direção da escola e dos profissionais que nela trabalham, e eu, como deputado, também me associei na época.”

Acompanharam a visita, à engenheira responsável da EMOP (Empresas de Obras Públicas do Rio de Janeiro) Marcela Pereira, a arquiteta e assistente Michelle Badaró e a diretora do Liceu, Celina Mateus Barbosa.

Na ocasião o deputado Roberto Henriques intermediou as solicitações apresentadas pela diretora da instituição, através de um telefonema para o gabinete da secretaria de educação do estado.

Na lista de pedidos, para o espaço provisório cedido pela escola José do Patrocínio, 26 aparelhos de ar condicionado, um container para funcionar como sala de aula provisoriamente, funcionários para auxiliar na limpeza do prédio, além da adesão ao PROES(Programa da Polícia Militar em apoio a escola) foram solicitados pelo deputado estadual Roberto Henriques, para minimizar o desconforto causado pela obra e garantir mais comodidade aos alunos.

Fonte: Assecom do parlamentar.

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Boca de urna deixa de ser crime passível de prisão



O Senado aprovou nesta segunda-feira (16), em primeiro turno, o projeto de lei que promove uma minirreforma na legislação eleitoral. A intenção dos senadores é diminuir o custo das campanhas, mas o texto prevê outras mudanças, como o prazo para propaganda e menor punição para crimes eleitorais. Após a votação, a sessão foi suspensa para os líderes avaliarem as emendas apresentadas á proposta. Se for aprovado em segundo turno, o projeto segue para análise da Câmara.

A boca de urna e o uso de alto-falantes no dia da eleição deixam de ser crimes passíveis de prisão por até um ano e ficam sujeitos apenas a multas. Carreatas serão liberadas no dia da eleição. Os candidatos também podem realizar o último comício até a madrugada do pleito. Atualmente, eles têm que ser encerrados até a meia-noite.

Mesmo tendo contas rejeitadas pela Justiça Eleitoral, os partidos não poderão ter os repasses do Fundo Partidário suspensos no semestre em que serão realizadas as eleições. Atualmente, os partidos têm que aplicar pelo menos 20% dos recursos do fundo nos institutos ou fundações de pesquisa ligados às legendas, mas o projeto libera o uso destes recursos para outros fins, incluindo o financiamento de campanhas.

Temas mais polêmicos, no entanto, como o fim do financiamento privado de campanha e o uso de dinheiro do fundo partidário para o pagamento de multas eleitorais ficaram de fora. Os dois foram rejeitados durante a discussão da reforma na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Fonte: Congresso em Foco

SJB busca seus direitos em multa recebida pela Chevron




A prefeitura de São João da Barra vai buscar junto a Agência Nacional do Petróleo (ANP) informações referentes ao pagamento de multa das empresas Chevron Brasil e Chevron Latin America no valor de RS 95,160 milhões. As companhias pagarão esse valor para encerrar duas ações públicas pelo vazamento no Campo de Frade, na Bacia de Campos. O pagamento faz parte de um termo de ajustamento de conduta (TAC) assinado com o Ministério Público Federal.

“Estarei indo a ANP e na Chevron verificar o que nos cabe nesta multa, visto que 80% dos royalties da produção do Campo de Frade pertencem a São João da Barra”, ressaltou o superintendente de Petróleo, Gás, Biocombustíveis e Tecnologia de São João da Barra, Wellington Abreu.

A Chevron está produzindo de 15 mil a 16 mil barris dia e ainda precisa de autorização da ANP para voltar a injetar água antes de aumentar a produção.

Mais produção- Em dezembro deste ano, a P-55, projeto integrante do Módulo 3 do Campo de Roncador, localizado na Bacia de Campos, entrará em operação. A plataforma ficará ancorada a uma profundidade de aproximadamente 1.800 metros e será ligada a 17 poços, sendo 11 produtores e seis injetores de água.

Fonte: Secom da Prefeitura de SJB

Semana pode fazer Clarissa Garotinho “tucanar”



O PR – leia-se Clarissa Garotinho – sinalizou com um palanque em todo o estado para apoiar Aécio Neves e a possibilidade de tornar-se uma tucana para tornar o PSDB forte no estado. A contrapartida: que o partido de FH, de Aécio, de Alckmin e de Serra apoie o pai dela na corrida ao Governo do estado.

Está em contagem regressiva a saída do PSB da base de apoio ao Governo, que não soube reconhecer a “notória discrição” do pequeno partido diante da crise vivida pelo Planalto durante as manifestações de junho. Pior, passada a tempestade, os petistas ainda resolveram atropelar os aliados. O governador pernambucano Eduardo Campos deverá mexer no tabuleiro esta semana. Peões estão de olho nos movimentos de bispos e torres.

A matéria na íntegra pode ser lida AQUI no Jornal Terceira Via 

"A Polêmica" entrevista o vereador Tadeu "Tô Contigo"






O primeiro bloco ainda não está disponível.

As demais entrevistas do programa podem ser vista AQUI no youtube.com/programaapolemica

Atentado em Washington já possui 12 mortes confirmadas



Ao menos 12 pessoas morreram baleadas, de acordo com o prefeito de Washington, Vicent Gray, e a chefe de polícia Cathy Lanier, em um ataque contra a Sede do Comando de Sistemas Marítimos em Washington, no mais antigo porto da Marinha dos EUA. Mais cedo, Lanier informou que, além das 11 vítimas, um atirador morreu e que autoridades verificam relatos sobre outro suspeito, que seria um homem negro com um uniforme verde. Houve rumores sobre um homem branco com um uniforme marrom que teria participado da ação, mas a hipótese foi descartada.

Fonte: Globo.com

Atualização às 17:35

Prefeito de Washington confirma 13ª morte no tiroteio, incluindo o suspeito, segundo a Reuters e CNN

Lindamara diz que Bienal de Campos vendeu 8 milhões de livros





"A Bienal do ano passado vendeu 8 milhões de livros e encadernações".
Vereadora Lindamara Silva

Folha da Manhã AQUI

Base americana em Washington é atacada e há vários feridos




"Várias pessoas" foram baleadas e há relatos de mortes depois que um homem abriu fogo na manhã desta segunda-feira (16) em um edifício da marinha em Washington, Estados Unidos, segundo um informe da própria marinha americana. Equipes de emergência permanecem no local.

A rede CNN e a agência de notícias Associated Press informam que ao menos 10 pessoas estariam feridas. O autor dos disparos estaria escondido no edifício enquanto uma equipe de intervenção do FBI foi enviada ao local. Segundo a rede BBC, quatro pessoas teriam morrido.

Até as 11h20 desta segunda (horário de Brasília), o homem estava foragido. Segundo a agência Reuters, que cita uma fonte anônima, o suposto atirador já teria sido "contido" e o incidente deixou "vários mortos e feridos". Já segundo o jornal Washington Post, há três atiradores.

A polícia informou que as famílias devem se reunir no estacionamento do Estádio Nacional.

O tiroteio levou à suspensão de voos do aeroporto Ronald Reagan, de Washington. Chris Paolino, porta-voz do aeroporto, disse que as aeronaves que chegam podem seguir pousando e que o edifício permanece aberto aos passageiros, embora todas as partidas tenham sido suspensas temporariamente.

Na Casa Branca, assessores de segurança realizaram uma reunião rápida com o presidente Barack Obama para informá-lo sobre a situação nas instalações navais.
O tiroteio ocorreu às 08h20 locais (09h20 de Brasília) em um edifício que pertence a um complexo da Marinha americana onde trabalham 3 mil pessoas.

Fonte: G1.

Atualização às 12:47

Rede BBC diz que há quatro mortes confirmadas.

LLX assina contrato com Grupo EIG



A LLX e o Grupo EIG assinaram ontem (15) contrato para investimento de R$ 1,3 bilhão na companhia, por meio de aumento de capital privado. A divulgação acontece 30 dias após a realização de Termo de Compromisso entre as empresas, período em que aconteceu uma detalhada due diligence.

“Acreditamos que o Superporto do Açu não irá mudar apenas a logística brasileira, mas que terá um impacto global, atraindo investimentos internacionais e facilitando o desenvolvimento das indústrias nacionais. Acreditamos que ele terá um papel fundamental no desenvolvimento da infraestrutura para prestação de serviços na área de energia e estamos ansiosos para concluir esse importante projeto”, disse R. Blair Thomas, CEO do Grupo EIG.

Ao final do processo de aumento de capital, que será iniciado em breve, o Grupo EIG passará a ser o controlador da LLX.

Para Marcus Berto, CEO da LLX, “a assinatura reforça a importância do Superporto do Açu para o Brasil, assim como sua capacidade de atrair os principais players do mercado mundial”.

O Acordo prevê ainda a alienação para a Companhia da participação acionária de 30% detida indiretamente pelo acionista controlador na LLX Açu, que passará a ser uma subsidiária integral da Companhia.

Com o processo de due dillegence pelo Grupo EIG já concluído, a operação somente está sujeita ao cumprimento de condições precedentes remanescentes, que deverão ser concluídas em 20 dias. Após a conclusão da operação, a EIG se tornará a nova acionista controladora da LLX.

Operação
As ações que serão emitidas em decorrência do aumento do capital terão o preço de emissão fixado em R$ 1,20. Será conferido aos acionistas minoritários, na forma do art. 171 da Lei nº 6.404/76, o direito de preferência para participação no aumento de capital.

O Grupo EIG se comprometeu a subscrever a totalidade das ações que poderiam ser subscritas pelo acionista controlador, que cederá gratuitamente seu direito de preferência ao Grupo EIG. Além disso, o Grupo EIG se comprometeu a subscrever a totalidade das ações não subscritas pelos acionistas minoritários, até o limite total de subscrição no montante de R$ 1,3 bilhão.

Após a operação, o atual acionista controlador (que já deixou de integrar o Conselho de Administração da companhia), continuará um acionista relevante, com aproximadamente 20%. Ele também mantém o direito de indicar um membro do conselho de administração da LLX.

Sobre Grupo EIG
A EIG é um veículo de investimento da EIG Management Company, LLC, integrante do Grupo EIG, que é líder no setor de energia global, com US$ 12.8 bilhões sobre sua gestão em 30 de Junho de 2013. O Grupo EIG se especializou em investimentos privados nos setores de energia e recursos relacionados à infraestrutura. Em seus 31 anos de história, o Grupo EIG já investiu mais de US$ 15 bilhões no setor através de mais de 280 projetos ou companhias em mais de 33 países em 6 continentes. Entre seus clientes, o Grupo EIG tem Fundos de Pensão, Companhias Seguradoras, Fundações, Fundos Soberanos nos Estados Unidos, Ásia e Europa. A matriz do Grupo EIG fica localizada em Washington DC, com escritórios em Houston, Londres, Sidney, Hong Kong e Rio de Janeiro.

Mais informações:
Assessoria de Imprensa LLX
Barbara Bortolin – (21) 2163-5675
Silvia Iinuma – (21) 2163-1024
Simone Fraga – (22) 2133-1100

No ‘olho da rua’

Jornal Terceira Via

O dia de hoje não vai ser nada agradável para uma parcela considerável de prestadores de serviços à Prefeitura de Campos, na qualidade de terceirizados.

O Secretário de Governo - Suledil Bernardino- noticiou que mais demissões ocorrerão em virtude do TAC (Termo de Ajustamento de Conduta). Além disso, segundo ele, os quadros estão sendo repostos com a convocação dos aprovados nos recentes concursos públicos realizados.

Segundo informações ainda não oficiais, aproximadamente dois mil terceirizados estão desempregados a partir desta data. Uma estimativa alta e preocupante já que se trata, em sua maioria, de chefes de família que passarão a ostentar uma desestrutura financeira perturbadora.

Não restam dúvidas de que o meio mais indicado para ingresso nos quadros do serviço público é a aprovação em concurso. Por outro lado, por vezes, torna-se viável a terceirização como modo de geração de emprego e agilização do serviço.

Todavia, não se pode ignorar que a retirada de cerca de dois mil terceirizados da Prefeitura de Campos é uma situação merecedora de uma atenção peculiar, notadamente quanto aos eventuais direitos trabalhistas iminentes.

Quais dos terceirizados estão com a Carteira de Trabalho assinada e com os direitos trabalhistas em situação regular? Os que, por ora, não mais prestarão serviço para a atual Administração Municipal receberão apoio das firmas às quais estão vinculados ou estamos diante de contratos feitos de forma direta, junto ao Poder Público?

O município de Campos dos Goytacazes tem experimentado vários dissabores com Empresas incumbidas do pagamento de salários e de salvaguardar os direitos de cidadãos trabalhistas de nossa cidade.

Quem não se lembra da Fundação Pelúcio e da Facility? E a GAP? Que até bem pouco tempo alugava ambulâncias para a Prefeitura, sendo descoberto que seu proprietário era (ou é) um ‘fantasma’?

Em que pese o concurso público ser o meio mais democrático e justo de ingresso no quadro serviço da Administração de nossa cidade, até quanto a isso, a Prefeitura de Campos possui pesos diferentes para medidas iguais, o que descaracteriza sobremaneira o foco que se tem ao se promover um certame público.

Isso porque enquanto Suledil Bernardino noticia que a saída dos terceirizados se faz necessária para a convocação dos recentes aprovados em concurso, outros já aprovados em certames passados (como o do PSF) somente foram convocados em virtude de liminar em Mandado de Segurança, do que se denota contradição e obscuridade do atuar da nossa Administração.

Os agentes públicos gestores da Prefeitura de Campos devem se conscientizar de que nós, cidadãos, sabemos que a retirada dos terceirizados é a primeira parte de um processo longo já que se tem que prestar a eles todo o amparo jurídico e social necessários.

Além disso, é grande a responsabilidade dos últimos governos, como o de Arnaldo e Mocaiber e agora, o da Rosinha. Muitos praticantes da política ilusionista nutriram na mente desses trabalhadores sem vínculo, que eles são funcionários públicos propriamente ditos.

Dentro desse contexto, muitos terceirizados se convenceram de que a função que exerceram era dotada de efetividade, o que jamais foi uma verdade de direito, apenas de fato.

Eles foram falsamente alimentados com o discurso da estabilidade e hoje estão "na rua", clamando por segurança jurídica e para piorar: a Lei de Acesso à informação vem sendo ignorada pela atual gestão municipal!

Diante desse quadro de demissões, surgem algumas perguntas: quantos são os terceirizados? Quantos concursados ainda aguardam convocação?

Espero que a moralização do serviço público e o respeito à dignidade da pessoa humana não permitam que trabalhadores de anos a fio não sejam "arrancados" do mercado de trabalho sem um direcionamento. Espero, ainda, que atitudes coerentes e justas saiam da teoria e sejam postas em prática.

E que a dignidade dos que até hoje trabalharam em prol de um município melhor seja resguardada, em nome de uma sociedade que possa dormir em paz e que, ao amanhecer, não seja surpreendida com um sonoro: “olho na rua”.

Cláudio Andrade