sábado, 7 de junho de 2014

Governador visita São João da Barra para dar início às obras da “Ponte da Integração”


O governador Luiz Fernando Pezão esteve em São João da Barra hoje (6/6) para dar início às obras de construção da ponte sobre o Rio Paraíba do Sul, que ligará os municípios de São João da Barra e São Francisco de Itabapoana. A ponte deverá se chamar “Ponte da Integração”, graças a um projeto de lei, de autoria do deputado Roberto Henriques, que já foi aprovado na Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj). O deputado, que lutou pela obra, acompanhou a visita, e disse estar muito feliz em, finalmente, saber que a ponte será construída, beneficiando a população, o trânsito e a economia da região.

“Tenho muito orgulho em poder tirar essa ponte do papel. Foi uma das obras mais solicitadas a mim pelos prefeitos da região e pelos deputados”, destacou o governador.

Para deputado Roberto Henriques, o governador está pagando uma dívida de mais de 80 anos com a população da nossa região. “Os nossos antepassados sonhavam com ela desde que foi construída a rodovia. O Norte Fluminense tem passado por uma série de transformações com os novos investimentos, que geraram aumento populacional e de trânsito. Essa ponte era necessária há anos, hoje ela se faz primordial”, frisou o deputado, lembrando que a RJ-194, que receberá a ponte, em Campos, também passará por obras. A RJ-194 vai da Usina São João, em Campos, ao município de São Francisco de Itabapoana.

A obra é aguardada pela população da região há mais de 80 anos. Em 1981 um outro projeto chegou a ser iniciado e não foi concluído. A Ponte da Integração beneficiará diretamente cerca de 30 mil pessoas que fazem o deslocamento entre as duas cidades, passando por Campos, e terá comprimento de 1,3 quilômetro e 16,2 metros de largura. Ao todo, será um investimento de R$ 105,7 milhões e a previsão do DER (Departamento de Estradas de Rodagem), realizador da obra, é que ela fique concluída em um ano.

A ponte também trará benefícios à economia da região. Com a obra, o deslocamento entre as duas cidades terá seu tempo reduzido para no máximo 20 minutos, facilitando o escoamento da produção de fruticultura e de cana de açúcar das usinas e o acesso de mais visitantes às diversas praias da região.



Renata Lourenço
Assessora de Comunicação
(22)999779815

Roberta da Silva Bensi Barcelos
Assessora de Comunicação
(22)99845-8228
(22)98842-4224
(22)2736-2159

Milena Veloso
Assessora de Comunicação
(21)99986-8479

Ídolo do Internacional morre em acidente de helicóptero




O ex-atacante Fernandão, um dos maiores ídolos da história do Internacional e do Goiás, morreu por volta das 1h deste sábado, em Goiás, aos 36 anos. Fernando Lúcio da Costa voltava de sua casa em Aruanã, cidade no interior para a capital, localizada a 315km de distância. Além de Fernandão, estavam no helicóptero e não sobreviveram mais quatro amigos: Edmilson de Souza Leme (vereador de Palmeiras de Goiás), Antônio de Pádua, Lindomar Mendes Vieira (funcionário da fazenda) e o piloto, identificado como Milton Ananias.

Festa Sistema Terceira Via de Comunicação

sexta-feira, 6 de junho de 2014

"Espaço Aberto", com Roberto Henriques, amanhã, na Continental


Convite de lançamento 55ª EXPOAGRO de Campos dos Goytacazes


Casa de Acolhimento Institucional em Quissamã faz aniversário


Foi comemorado, em sua sede, na manhã desta sexta-feira (06), os 12 anos do Acolhimento Institucional Dr. Pery Gonçalves dos Santos. O evento contou com as participações do Subsecretário de Governo, Valdei dos Santos, a coordenadora do CREAS (Centro de Referência Especializada de Assistência Social), Renata de Queirós Mattoso, que representou a secretária Derli Barbosa Rodrigues, a coordenadora do CREAS, Anne Carolinne Cardoso, e a Secretária Executiva do Conselho de Assistência, Flávia Lúcia E. da Silva, além das Conselheiros Tutelares.

A festividade foi repleta de emoção e todos os participantes fizeram questão de deixar uma palavra acolhedora. Além da exposição de fotos, um vídeo foi exibido para os presentes, terminando com um café da manhã. “A nossa principal ação é trabalhar na reinserção das crianças junto a sociedade, pois, a maioria teve seus direitos violados por maus-tratos ou negligencia familiar”, explicou o Coordenador do Acolhimento Institucional, Vitor Azeredo.

A casa de acolhimento tem uma equipe composta por psicólogo, pedagoga, assistente social, cuidadoras e ainda conta com a ajuda fundamental dos membros do administrativo, cozinheiras e Guarda Municipal. Atualmente, oito crianças entre as idades de três e dezesseis anos, recebem atendimento.

“São 12 anos de acolhimento. Ficamos muito felizes em poder proporcionar o melhor para as crianças, no retorno delas as suas famílias de origem. O trabalho da equipe está perfeito e além de parabenizá-los, só tenho a agradecer”, declarou Renata Mattoso.

Assecom da Prefeitura de Quissamã

Roberto Henriques participa de Audiência Pública para discutir a Transposição do Rio Paraíba do Sul


O deputado estadual Roberto Henriques participou hoje, na Câmara Municipal de Campos, da Audiência Pública para discutir a Transposição do Rio Paraíba do Sul, proposta pelo estado de São Paulo. O evento foi promovido pela Frente Parlamentar em Defesa da Bacia do Rio Paraíba do Sul da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), da qual o deputado é vice-presidente.

Na ocasião, foram discutidos os prejuízos ao meio ambiente e ao abastecimento das 57 cidades fluminenses que dependem do rio, no caso de ocorrer nova transposição. Também foi abordada a necessidade de ações de preservação dos rios, através de recuperação ambiental e bom uso dos recursos hídricos pela população.

Foram definidas algumas propostas a serem realizados pelos deputados que compõem a Frente como: solicitar, através de ofício, ao presidente da Alerj, a criação de um Fórum de Desenvolvimento com a pauta “Transposição”; reiterar pedido ao governador Pezão solicitando maior mobilização social e jurídica por parte do governo; apresentação de projetos para ampliar Programa Estadual para Produtor de Águas e a mobilização em redes sociais através de postagens no Twitter, às 12h e às 21h, a partir da próxima segunda-feira, com a “hashtag”: #naoatransposiçãodorioparaibadosul. Foram sugeridas ainda, por representantes da sociedade civil, a criação de emendas parlamentares para reserva de água e para revitalização de nascestes.

“É bom destacar que já existe uma primeira transposição do Paraíba do Sul para abastecer a Baixada Fluminense. Precisamos debater, na verdade, uma segunda transposição e o impacto que ela pode causar”, destacou a deputada estadual Inês Pandeló, presidente da Frente.

O deputado Roberto Henriques, que vem sempre se posicionando sobre o tema, disse que o evento era uma oportunidade para conhecer estudos que darão maior embasamento ao exercício das ações políticas de enfrentamento, realizadas por ele, como parlamentar, contra a medida que, para ele, é arbitrária e que fere o espírito federativo. “Precisamos lutar pela preservação do rio Paraíba. A transposição para abastecer São Paulo é criminosa”.

Para a vereadora de São José dos Campos (SP) Renata Paiva a próxima guerra que o mundo enfrentará será a guerra da água e é preciso lutar muito pela não-transposição que, segundo ela, já está quase acertada entre a Agência Nacional de Águas e o governo de São Paulo. “Hoje água já e o nosso petróleo azul. A proposta do governador de São Paulo é simplista. Ele quer resolver o problema de 10 milhões de pessoas em São Paulo, na véspera da eleição, o transferindo”.

Participaram também do evento a vice-presidente do Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul, Vera Lúcia Teixeira, o deputado estadual João Peixoto, o representante da Firjam e diretor-secretário do Comitê do Baixo Paraíba, Luiz Mário Concebida, o secretário de Meio Ambiente de Campos, Zacarias Albuquerque, a diretora de Águas e Territórios do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Rosa Formiga, o superintendente do Inea, Renê Justem, a coordenadora do Seminário do Setor Elétrico da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul, Maria Aparecida Vargas, o representante da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), João Gomes de Siqueira, além de vereadores de Campos e representantes da sociedade civil organizada.


Renata Lourenço
Assessora de Comunicação
(22)999779815

Roberta da Silva Bensi Barcelos
Assessora de Comunicação
(22)99845-8228
(22)98842-4224
(22)2736-2159

Milena Veloso
Assessora de Comunicação
(21)99986-8479

As perguntas sem respostas da gestão de Rosinha Garotinho


Em todos os governos, há erros e acertos, e o da ex-governadora Rosinha Garotinho não seria diferente. Porém, bem diferente dos demais, a atual gestão tem a peculiaridade desagradável que é a de relutar em responder aos inúmeros questionamentos feitos pela sociedade.

Por exemplo: Por que a Empresa Águas do Paraíba não é chamada a prestar esclarecimentos de seus serviços se é exatamente uma concessionária de serviço público?

Por que não sabemos os motivos pelos quais a prefeita não convoca os concursados do PSF mas, havendo decisão judicial, a convocação ocorre?

Por que o município continua em último lugar no Índice de Desenvolvimento de Educação Básica (Ideb)?

Por que os cargos de secretário e os mandatos de vereador da Base são modificados à revelia do eleitor?

Por que a prefeita e sua Procuradoria ignoram a Lei de Acesso à Informação e não respondem os questionamentos feitos por cidadãos e vereadores de Oposição?

Por que existem alunos matriculados nas escolas públicas do município e ainda não se encontram uniformizados?

Por que algumas obras feitas, no nosso município, são orçadas com determinado valor mas recebem aditivos de quase cem por cento?

Por que a obra da “Beira Valão” custou milhões de reais aos cofres públicos e até hoje o aroma fétido constrange todos, inclusive turistas?

Por que o Centro de Eventos Populares Osório Peixoto (Cepop) não está sendo utilizado de forma contínua com eventos públicos de utilidade para a população?

Por que algumas localidades do município, com mais de sessenta quilômetros de distância da sede, não possuem postos de saúde 24 horas?

Por que centenas de munícipes precisam de processos administrativos, na Secretaria de Saúde, para a obtenção de medicamentos ou para a realização de procedimentos cirúrgicos?

Por que os inúmeros pedidos protocolados pela Oposição acerca dos gastos com o dinheiro público são sistematicamente negados sob o manjado manto da perseguição política?

Por que o impacto econômico nos empresários do Farol de São Tomé com a instituição da passagem a um real não é debatido?

Por que os gastos realizados pela Fundação Cultural Jornalista Osvaldo Lima (FCJOL) não são publicados e o custo benefício dos shows não é debatido?

Esses são alguns dos inúmeros questionamentos que, uma vez respondidos pela atual gestão, dariam uma nova imagem à Administração da prefeita Rosinha Garotinho.

Enquanto a prefeita usa a expressão “ouvidos moucos” como prática, nós continuamos gritando, mesmo que não estejamos sendo ouvidos ainda. Notem: ainda!

Cláudio Andrade

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Ônibus universitário colide em caminhão e deixa duas pessoas feridas


Dois estudantes ficaram feridos após um ônibus universitário colidir com um caminhão, no início da noite desta quinta-feira (5 de junho), por volta de 18h30, atrás do Shopping Boulevard, no Parque Rodoviário, em Campos.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros Militar, o ônibus estaria trafegando pela rotatória quando o veículo apresentou um problema mecânico e o freio não funcionou, fazendo com o que o ônibus colidisse na traseira de um caminhão.

Dentro do ônibus estavam 38 estudantes de Itaocara que seriam deixados nas universidades Cândido Mendes e Estácio de Sá.

Os dois estudantes que ficaram feridos foram encaminhados ao Hospital Ferreira Machado (HFM) com escoriações.

“Eu estava dormindo e quando acordei, já estava caindo no corredor do ônibus e as pessoas gritando”, contou o universitário Wellington Monteiro, de 30 anos.

Terceira Via


Audiência Pública da Alerj em Campos discutirá a transposição do Rio Paraíba do Sul


Acontece nesta sexta-feira (06/06), às 9h30, na Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes, a audiência pública para discutir a transposição do Rio Paraíba do Sul, proposta pelo estado de São Paulo. O evento é promovido pela Frente Parlamentar em Defesa da Bacia do Rio Paraíba do Sul da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). O vice-presidente da Frente, o deputado estadual Roberto Henriques, comemorou a ida ao município campista para discutir com a população e autoridades os impactos e consequências da medida.

Confirmaram presença na audiência pública a presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Bacia do Rio Paraíba do Sul, a deputada estadual Inês Pandeló, o vice-presidente, o deputado estadual Roberto Henriques, o presidente da Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes, o vereador Edson Batista, a diretora de Águas e Territórios do Inea, Rosa Formiga, a vice-presidente do Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (Ceivap), Vera Lúcia Teixeira, a coordenadora do Seminário do Setor Elétrico da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul, Maria Aparecida Vargas, o coordenador do Comitê de Bacia Hidrográfica do Baixo Paraíba do Sul, Zenilson Amaral Coutinho, e um representante da Agência Nacional de Águas.

A Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes fica na Avenida Alberto Torres, 334, Centro.

Assecom do parlamentar

Águas dos Paraíba divulga nota



Águas do Paraíba informa que o superintendente da concessionária, Mário Fazza esteve ontem ( 04/06) na Delegacia de Polícia Federal, atendendo de imediato a solicitação para prestar esclarecimentos sobre um suposto despejo de esgoto na margem esquerda do rio Paraíba do Sul, que teria sido identificado pelo Ministério Público Federal.

Ainda estão sendo realizados, os pertinentes levantamentos e verificações técnicas para se saber onde estão os efluentes em questão e de quem é a responsabilidade pelos mesmos . Evidentemente, Aguas do Paraíba não possui o poder de forçar a quem quer que seja a se ligar a sua rede de coleta e tratamento de esgotos.


Vale ressaltar que Águas do Paraíba já investiu mais de R$ 250 milhões no saneamento de Campos dos Goytacazes. Quando a concessionária assumiu os serviços na cidade, em 1999, apenas 30% do esgoto era coletado e nada era tratado. Atualmente, cumprindo as metas contratuais de continua e progressiva ampliação do percentual de esgotos coletados e tratados, 80% do esgoto do município é coletado e tratado pela empresa, em seis estações de tratamento. A sétima estação começa a ser construída no presente mês e será entregue ainda este ano.

A concessionária está, ainda, ampliando em 150 quilômetros a atual rede coletora de esgoto, em ambas as margens do rio Paraíba do Sul. Os efluentes de suas estações de tratamento são ensaiados e sua qualidade controlada em laboratórios próprios e independentes.

Adelfran Lacerda

Assessor de Comunicação
Águas do Paraíba

Adelfran Lacerda
22 9234 4935

Quissamã promove formatura de alunos do Proerd


A Secretaria de Educação, por meio da Coordenação de Ensino que firmou parceria com a Polícia Militar de Quissamã, realizou nesta quinta-feira (05) no Tattersal, a formatura de mais dois grupos de alunos no Proerd –Programa Educacional de Resistência às Drogas. Na parte da manhã, 260 crianças da educação infantil foram contempladas e na parte da tarde, foram 270 jovens do 5º ano do ensino fundamental.

O Proerd consiste em um esforço cooperativo da Polícia Militar, Escola e Família, visando através de atividadeseducacionais em sala de aula, prevenir o abuso de drogas e a prática de atos de violência entre estudantes doEnsino Fundamental. O Programa oferece estratégias preventivas para a comunidade escolar e potencializa a participação da família no contexto escolar e no convívio social.

A Secretaria de Educação promove eventos com o intuito de buscar a integração das famílias com as atividadespedagógicas desenvolvidas nas escolas. “Fui surpreendido pela presença significativa de pais que vieram participardo evento. É muito importante o envolvimento deles nesse projeto”, afirmou o Secretário de Educação Francisco
Carlos Gomes em seu discurso de abertura.

Pela manhã também ocorreu a apresentação da peça “Léo, o leãozinho”, interpretada pelas professoras das salasde leitura das escolas do município para os alunos da educação infantil. A encenação fala sobre a importância deobedecer aos pais para que nada de mal aconteça com as crianças. O Cabo da Polícia Militar e instrutor do Proerd,Peter Amaral, fez o juramento com a criançada e cantou o hino do projeto.

No turno da tarde, correu a apresentação da Banda de Lata da Escola Municipal Felizarda Maria e a premiação paraos alunos do quinto ano de escolaridade que participaram de um concurso de redação. O primeiro lugar ficou com oaluno Davi Firmino Peroba da Escola Municipal Tânia Regina Paula, que ganhou kit escolar, brinde surpresa além euma bicicleta. O segundo e terceiro lugares também foram contemplados com kits e brindes.

“É fundamental destacar a importância da parceria com a Polícia Militar, que realiza o trabalho de prevenção ao usodas drogas e violência com os alunos. desde a educação infantil através de atividades e trabalhos realizados nasescolas municipais”, declarou a Coordenadora de Ensino, Amanda Fragoso.

GERP: Crivela 23%, Garotinho 20%, Lindberg 9% e Pezão 6%


Garotinho com a maior rejeição: 19%

O senador Marcelo Crivella (PRB) e o deputado federal e ex-governador Anthony Garotinho (PR) disputariam o segundo turno, se as eleições para o governo do Rio fossem hoje. Pesquisa do Instituto Gerp aponta que os dois pré-candidatos cresceram no último mês e estão embolados na disputa pela preferência do eleitorado fluminense. O levantamento foi realizado entre os dias 23 e 29 de maio e tem margem de erro de 3,39 pontos percentuais.

Crivella mantém-se na primeira posição, com 23% das intenções, contra 20% de Garotinho. O ex-governador e atual deputado do PR foi o que apresentou o maior crescimento de um mês para o outro, com sete pontos percentuais. Já o senador do PRB cresceu menos, no mesmo período, ganhando cinco pontos percentuais. “Esta segunda pesquisa mostra alguns dados interessantes.

Em sua avaliação, o cenário deve mudar muito até 5 de outubro. Um dos beneficiados deverá ser Pezão, que assumiu o governo há menos de um mês e ganhou maior visibilidade, além de contar com a máquina pública, para turbinar a reeleição. “O Pezão carrega uma boa dose de rejeição do (ex-governador) Sérgio Cabral, mas é o único dos candidatos que já pode cumprir promessas. O crescimento da candidatura vai depender, naturalmente, do desempenho no cargo”, argumenta Pazos.

A pesquisa aponta baixa popularidade de Sérgio Cabral: 36% acham que seu governo foi regular, 39% consideram ruim e péssimo e apenas 20%, que foi bom (16%) e ótimo (4%). Com menos de um mês à frente do governo, Pezão herdou a má avaliação da gestão de Cabral.O levantamento revela que 23% consideram o governo regular; 20% ruim (10%)e péssimo (10%) e apenas 13% acham ótimo (1%) e bom (12%).

O Gerp ouviu 870 eleitores (424 homens e 446 mulheres) e registrou a pesquisa no TRE-RJ (protocolo 00003/2014).

A matéria completa pode ser lida AQUI no site do jornal O Dia.

Teatro de Bolso: reforma orçada em R$ 62.391,27 mil já recebe 2º Termo Aditivo


A Prefeitura de Campos dos Goytacazes autorizou o 2º termo aditivo da obra a ser realizada no Teatro de Bolso.

O processo referente à obra e o de nº 2013.034.000014-9 Pr.

Carta Convite 010/2013

Contrato nº 219/2013

Empresa Construnor Empreendimentos Comerciais

Funcionário público é assassinado em Campos

Foto: Campos24horas


Josias Pessanha da Silva, de 36 anos, foi assassinado com aproximadamente seis tiros, na Avenida Zuza Mota, no Parque Calabouço.

Segundo a PM, Josias prestava serviços à prefeitura de Campos e, inicialmente, não teria envolvimento com drogas. Familiares da vítima foram ao local onde Josias foi assassinado e não souberam informar a polícia quem poderia ter cometido o crime.

O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal de Campos (IML) e o caso foi registrado na delegacia de Guarus.

Terceira Via.

Segurança Pública no Circuito Junino é pauta de reunião‏ em SJB


Representantes de entidades ligadas à segurança pública e integrantes da administração municipal de São João da Barra se reuniram na manhã da última segunda-feira, 2, no Gabinete do Prefeito, para tratar dos assuntos de maior preocupação durante os festejos do Circuito Junino. Mais uma vez gestores e profissionais da área vão somar esforços para supervisionar e dirigir atividades, que garantam tranquilidade à população e aos visitantes. A previsão dos organizadores é que a maior concentração de público aconteça nos dias de shows nacionais, quando as estratégias de segurança serão intensificadas e vão contar com a presença de um trailer do 8º Batalhão da Polícia Militar.

Participaram da reunião as polícias Federal, Civil e Militar, além da Guarda Civil Municipal e das secretarias de Transportes e Trânsito; Turismo, Esporte e Lazer, Gabinete do Prefeito e a Capitania dos Portos. Para mais esta parceria o efetivo nas ruas vai ganhar o reforço de 50 membros vindos do Departamento Municipal de Trânsito - DEMUTRAN - nas funções de Auxiliar de Apoio ao trânsito e Educadores, que acabaram de ser convocados por meio de processo seletivo. Dentre as ações de organização estão abordagens de educação aos motoristas, a fiscalização do transporte de coletivos e de táxis, o fechamento de ruas e o desvio do fluxo de veículos, entre outras.

Segundo a secretaria de Turismo, Esporte e Lazer o município de São João da Barra deverá contar com um público de cinco mil pessoas durante os shows nacionais; mil nos shows católicos e fechar a programação com cerca de 50 mil pessoas durante todo o mês de festa. “Acreditamos que o movimento do Circuito Junino será mantido como nos anos anteriores, independentemente do evento Copa do Mundo e, por isso, os preparativos estão a todo vapor”, disse o secretário da pasta, Jorge Ribeiro.

Mudanças no trânsito - O DEMUTRAN informa que as alterações no trânsito por conta da festa vão seguir o seguinte esquema: dias 11, 12, 13, 17, 18, 22, 24, 27, 28 e 29 serão fechadas as ruas Quintino Bocaiúva com São João; Professora Gladys Teixeira com a Rua dos Passos e também com a João Francisco de Almeida; Benedito Gomes da Silva com a Praça São João; e a Rua dos Passos com Paulo Gomes da Silva e com Eduardo Pereira Gomes. O fluxo de veículos nos fechamentos será norteado por auxiliares de apoio. Vale ressaltar que a Avenida Joaquim Thomaz de Aquino Filho será fechada em toda a sua extensão no dia 17, para o desfile cívico por conta do aniversário da cidade.

Assecom da Prefeitura de SJB

Governador Pezão inaugura DEAM de Campos na sexta-feira


O Governador do Estado do Rio de Janeiro Luiz Fernando de Souza Pezão, o Secretário de Estado de Segurança José Mariano Beltrame,  o Secretário de Estado de Obras Hudson Braga, e o Chefe da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Delegado Fernando Velloso  convidam para a Inauguração da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher - DEAM de Campos dos Goytacazes.

O evento será realizado às 17h30 do dia 6 de junho de 2014, sexta-feira, na Rua Barão de Miracema, nº 231, Centro. Campos dos Goytacazes/ RJ.




quarta-feira, 4 de junho de 2014

Ponte sobre o Rio Paraíba do Sul se chamará “Ponte da Integração”


Foi aprovado hoje (03/06) o projeto de lei de autoria do deputado estadual Roberto Henriques que denomina a ponte sobre o Rio Paraíba do Sul, entre os municípios de São João da Barra, São Francisco do Itabapoana e Campos dos Goytacazes de Ponte Integração. A ideia para o projeto de lei 2906/2014 surgiu após entrevista concedida pelo parlamentar ao programa apresentado pelo radialista Paulo Noel na Rádio São Francisco. O debate com ouvintes fez surgir o nome para a construção.

“O nome 'Ponte da Integração' surgiu durante um debate que participei na Rádio São Francisco com ouvintes. Sou um deputado regionalista e acredito que a construção dessa ponte servirá como uma forma de integração para toda a região. É importante, neste momento histórico, homenagearmos todos os nossos antepassados e presentes que lutaram pela a construção da ponte”, afirmou Henriques

As intervenções para a construção da ponte começarão nas proximidades do entroncamento da BR-356 com a RJ-240 na localidade de Caetá, em São João da Barra e irão até a RJ-194, na margem esquerda do Rio Paraíba do Sul, estrada que também será pavimentada, ligando Campos a São Francisco do Itabapoana. Essas obras são o resultado de diversas conversas e ponderações do deputado estadual Roberto Henriques com o governador.

“A construção da ponte materializa os pedidos que fiz ao longo do meu mandato ao governador. Sempre conversei e expliquei a necessidade da intervenção para a região. Mais do que nunca, neste momento histórico, a construção da ponte se faz necessária com a instalação de vários empreendimentos que impactam e impactarão ainda mais na região economicamente e socialmente. O aumento da circulação de produtos e pessoas na região por causa dos complexos portuários reafirmam esse pedido de anos”, explicou Henriques.

O projeto agora caminhará para a sanção do governador Luiz Fernando Pezão.

Assecom do parlamentar.

Kelinho deverá ir a para a Presidência da Codenca


Nos bastidores do poder, a ida do vereador para a Codenca é dada como certa.

Festa marca 2 anos de sucesso do Sistema de Comunicação Terceira Via




Mais de 100 pessoas estiveram presentes na confraternização promovida pela diretoria do Sistema de Comunicação Terceira Via, na noite de terça-feira (3 de junho), no Piccadilly.

O objetivo da confraternização foi apresentar a programação da 3a Via TV e criar oportunidades comerciais entre o veículo e os anunciantes.

Entre os convidados estavam representantes das principais agências de publicidade da cidade, profissionais de marketing, empresários da região e parceiros. Os apresentadores dos programas da 3a Via TV também marcaram presença no evento.

terça-feira, 3 de junho de 2014

Deputado critica impunidade no "Meninas de Guarus" em "A Polêmica"


O deputado estadual Roberto Henriques é o entrevistado do Programa “A Polêmica” desta terça-feira (3 de junho), às 22h30, que é transmitido pela 3ª Via TV, no canal 25 da Via Cabo TV e Ver TV.

Durante o programa, Roberto Henriques abordou assuntos relacionados às eleições 2014, além do caso Meninas de Guarus, que segundo ele, está inerte desde que as denúncias vieram à tona.

Roberto afirmou que há um grande jogo de empurra por parte de alguns representantes da justiça e por parte de próprios políticos. Ele acredita que, por envolver ex-autoridades de Campos e pessoas conhecidas no interior do Estado, não há uma “vontade” de que os responsáveis por atrocidades com crianças e adolescentes sejam punidos.

Terceira Via 

Mais polêmica do que isso, só no “A Polêmica”.

Conselho Comunitário de Segurança de Quissamã vai eleger representantes da sociedade de civil


Quissamã realiza nesta quarta-feira (4) mais uma importante ação referente à implantação do Conselho Comunitário de Segurança. Às 14h, o Centro Cultural Sobradinho vai abrigar a Reunião Ampliada da Sociedade Civil. Na oportunidade serão eleitos os representantes da sociedade civil para a composição do Conselho Comunitário.

O evento deve contar com as presenças do delegado da 130ª DP, Marcos Peralta, e o Capitão da Polícia Militar, André Silva.

Na etapa seguinte, o Executivo Municipal vai solicitar, às secretarias e coordenadorias que compõem o Governo, a indicação de representantes e suplentes para a ocupação de cadeiras no Conselho. Posteriormente, os representantes da sociedade civil, somados aos nomes indicados pelo Governo, se juntarão aos representantes do Legislativo Municipal, Judiciário, Ministério Público Estadual e Polícias Civil e Militar, Guarda Civil Municipal, Conselho Tutelar, secretárias de Educação, Assistência Social e Associação Comercial e Industrial de Quissamã, para a legitimação do Conselho Comunitário de Segurança.

— O Governo deseja celeridade em todas as ações relacionadas a segurança pública. O Conselho será uma importante ferramenta nas discussões e elaboração de ações que envolvam o tema — avaliou a secretária de Governo Ana Alice de Barcelos.

Assecom da Prefeitura de Quissamã.

Justiça ordena e Rosinha convoca dentista aprovada no PSF


A Prefeita de Campos dos Goytacazes, Rosinha Garotinho convocou mais uma aprovada no concurso do PSF. Trata-se da cirurgiã dentista Daniele Augusto Barreto. A sua posse só foi possível através de uma liminar concedida em Mandado de Segurança de nº 0051366-25.2013.8.19.0000. 

Alguns shows pagos pela FCJOL


Foram publicados hoje, no diário Oficial do município, os valores pagos pela FCJOL para bandas e cantores. Sabor de Beijo recebeu R$ 14 mil apresentação em Conselheiro Josino, Alcione 100mil por apresentação no CEPOP, Afonso Show R$ 16 mil em apresentação feita no CEPOP e Tudublu 14 mil para show em Morro do Coco.

Ex-vice governador é preso na Operação Átrio


O ex-vice-governador do Distrito Federal Paulo Octávio (ex-DEM, hoje no PP) foi preso na noite desta segunda-feira (2) pela Polícia Civil de Brasília, como desdobramento da Operação Átrio, deflagrada em conjunto com o Grupo de Atuação contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público. De acordo com o delegado-chefe da Divisão Especial de Repressão ao Crime Organizado (Deco), Fábio Souza, a prisão aconteceu por volta de 21h30 e está relacionada à Lei 12.850/13, que criou o tipo penal “organização criminosa”.

Além de deputado federal e senador, Paulo Octávio chegou a ocupar o cargo de governador no período em que José Roberto Arruda (ex-DEM, hoje PR) esteve preso, em 2010. Dono de uma das maiores fortunas da capital federal, o vice-governador acabou renunciando ao mandato em meio às investigações da Operação Caixa de Pandora, que revelou pagamentos de dinheiro – de origem supostamente ilícita – a um grupo de políticos e empresários, incluindo o próprio Arruda e um diretor das empresas de Paulo Octávio. Ele também responde na Justiça por envolvimento com o chamado mensalão do DEM.

Por volta das 19h desta segunda, o juiz da 2ª Vara Criminal de Taguatinga, Wagno Antônio de Souza, recebeu cinco denúncias do Ministério Público contra Paulo Octávio e outros réus. As denúncias estavam embasadas em documentos e mídias, parte delas contendo grampos telefônicos interceptados pela Polícia Civil com autorização da Justiça.

De acordo com investigadores ouvidos pelo Congresso em Foco, a operação tem como objetivo desmontar uma organização criminosa acusada de pagar propinas a servidores públicos para violar regras urbanísticas e ambientais. Tudo isso em benefício de empreendimentos imobiliários, como shoppings centers, em Taguatinga, uma das maiores cidade do Distrito Federal, e Águas Claras. Para os promotores, essas construções causaram problemas urbanísticos e transtornos à população dessas regiões.

Congresso em Foco.

Criança morre com suspeita de dengue hemorrágica no HFM


Uma menina de 2 anos morreu no início da tarde desta segunda-feira (2), no Hospital Ferreira Machado em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, com suspeita de dengue hemorrágica. A criança estava internada na UTI Pediátrica do hospital desde o dia 19 de maio. De acordo com o diretor de Vigilância em Saúde de Campos, Charbell Kury, o exame de sorologia dela deu positivo para dengue e o quadro se agravou, evoluindo para uma infecção generalizada e morte.

Charbell disse ainda, que a autoridades em saúde já estão preparadas para esse ano, onde poucos casos devem ser registrados, porém com maior gravidade e atingindo faixas etárias extremas, como crianças e idosos. Charbell destacou que isso acontece porque o vírus tipo 4 continua circulando, e que mesmo com os números de casos registrados até agora serem baixos, as pessoas não podem descuidar da prevenção.

Até meado de abril foram confirmados, em Campos, 14 casos de dengue, sendo três em janeiro, quatro em fevereiro, quatro em março e três até o dia 11 de abril. Em 2012, o município registrou 5 mil casos da doença, enquanto em 2013, 15 mil casos foram confirmados.

G1.

segunda-feira, 2 de junho de 2014

Após solicitação de Roberto Henriques, DER e prefeitura de SFI firmam parceria


O deputado estadual Roberto Henriques se reuniu hoje (2/6) em São Francisco de Itabapoana com o prefeito, Pedro Cherene, e com o diretor do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) de Campos, Ivan Figueredo, para firmar uma parceria entre DER e prefeitura a fim viabilizar o asfaltamento das vias de acesso à nova rodoviária do município e à Unidade Básica de Saúde, ambas em fase de conclusão das obras. O deputado intercedeu junto ao DER, a pedido do prefeito Pedro Cherene.

Segundo o secretário de obras do município, Roosevelt Batista, as obras terão início essa semana. O DER fornecerá a base asfáltica e a prefeitura arcará com o restante, como equipamentos e mão de obra. Participou ainda da reunião o vereador Florentino Cerqueira, o “Tininho”.

De acordo com Pedro Cherene, a rodoviária é um sonho antigo da população de São Francisco e já está praticamente concluída, mas fica inviável ser inaugurada com as ruas ao seu redor sem nenhum tipo de calçamento. “O projeto dessa rodoviária é de 2010, do governo anterior, e não contemplava obras nos acessos. Então essa parceria com o DER é importante para que possamos entregar logo a rodoviária à população com a infraestrutura necessária”, destacou o prefeito, agradecendo ao deputado Roberto Henriques por possibilitar a parceria.

Para Roberto Henriques, poder ajudar a viabilizar melhorias para o município de São Francisco é seu dever como deputado estadual e como cidadão. “Nasci e passei parte da minha infância aqui. Tenho laços sentimentais com esta terra, que na época pertencia ainda ao município de São João da Barra”, lembrou. O deputado destacou ainda que a inauguração da rodoviária é importante por São Francisco ser um município turístico, com praias muito visitadas pelos moradores de cidades vizinhas e do estado de Minas Gerais.

Além da rodoviária, a nova via facilitará o acesso à Unidade Básica de Saúde do Estado, cuja construção foi fruto de uma solicitação parlamentar do deputado Roberto Henriques. A inauguração da unidade está prevista para os próximos meses.

Após a reunião, o deputado acompanhou o prefeito, o secretário de obras e o diretor do DER em uma visita à nova rodoviária.


Renata Lourenço
Assessora de Comunicação
(22)999779815

Roberta da Silva Bensi Barcelos
Assessora de Comunicação
(22)99845-8228
(22)98842-4224
(22)2736-2159

Milena Veloso
Assessora de Comunicação
(21)99986-8479

"Teatro de Bolso" pede ajuda pela boca de Adriano Moura


Dona Rosinha, não sei se a senhora ainda lembra de mim. Sou o Teatro de Bolso, local onde a senhora e teu marido pisaram muitas vezes. Sou o irmão mais velho, porém mais pobre do teu preferido, o Trianon. Estou te escrevendo esta carta, pois não aguento mais minha orfandade. Prometeram uma reforma para mim que até hoje não aconteceu. Não sinto nenhum pedreiro a martelar-me os ossos, nem cimento e madeira a sedimentar o chão e as paredes do meu peito. 

Os senhores grisalhos que te assessoram na cultura dizem que não tem público, que não tem demanda, mas vejo meus irmão de criação SESC e SESI com peças teatrais quase todo fim de semana e morro de inveja deles. Dois amigos teus das “antigas” disseram certa vez que quando estivessem no poder me devolveriam para os artistas. Lá se vão cinco anos…ou mais. 

Queria voltar a ter minha fachada com propaganda de espetáculos, queria que os artistas da cidade me tivessem para ensaios e apresentações ao longo do ano. Sinto que 2014 passará sem que nenhuma peça se acenda sob a luz de meus refletores. A minha pergunta é uma só: por que não estão me reformando como prometeram? Os gestores da cultura ignoram o que se passa além das paredes dos gabinetes e da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima. Saem por aí falando do que não conhecem. São incapazes de prestigiar qualquer espetáculo que não seja de “fora” ou organizado por eles. Esse péssimo vício provinciano de autoestima baixa. Que fiquem em seus gabinetes então. Eu só queria não ficar mais tão solitário. Todo final de semana tomo tarja preta para dormir. 

Olho o Paraíba à minha frente e tenho inveja dele também, pois mesmo poluído, cumpre sua função de rio. Eu tenho perdido as esperanças de cumprir meu papel de teatro. Se a senhora ainda guarda boas lembranças de teu tempo de palco, não deixe que meu teto desabe como ocorreu com aquele museu da Rua do Gás. Aguardo ansioso por minha reforma. Dê lembrança a todos de tua família.

Teatro de Bolso Procópio Ferreira

Adriano Moura

Quissamã oferece qualificação profissional e novas vagas


Dando seguimento às ações que visam disponibilizar qualificação profissional e inserção no mercado de trabalho para os munícipes, Quissamã continua firme nas parcerias para oferecer novas oportunidades.

Atualmente, em toda a região, abriu-se um novo leque para as pessoas com deficiência (PCD's). E atenta a essa realidade, a secretaria de Desenvolvimento Econômico, Urbanismo, Trabalho e Renda está cadastrando todas as pessoas com deficiência, residentes em Quissamã, para que possam participar dos cursos de qualificação e aproveitar as oportunidades de empregos que estão em crescente expansão no mercado.

Para se cadastrar, basta se dirigir à Casa do Empreendedor, que fica na Avenida Barão de Vila Franca, 292, no Centro, das 8h às 11h30 e de 13h30 às 16h30, levando os seguintes documentos: carteira de trabalho (CTPS), PIS/PASEP/NIT/NIS; CPF e laudo atualizado com o nº do CID.

Uma das novas oportunidades para as PCD's, é a oferta de vagas numa empresa multinacional de grande porte sediada em Macaé, que está recrutando os interessados em conquistar um emprego. Para isso, é preciso se dirigir à Casa do Empreendedor até a próxima sexta-feira (06), e se cadastrar.

A secretária de Desenvolvimento Econômico, Urbanismo, Trabalho e Renda, Carla Cabral, falou sobre a importância do cadastro. “Se as pessoas estiverem cadastradas, no momento em que surgem as oportunidades, imediatamente, direcionamos o candidato ao perfil da vaga, e com isso, temos conseguido ajudar muitas pessoas”, disse.

Para se candidatar à vaga na multinacional é preciso levar: Laudo médico com nº do CID, residir em Macaé, Rio das ostras, Quissamã, Carapebus, Conceição de Macabu ou Unamar. Ser maior de 18 anos. O horário de trabalho é a combinar e os rendimentos incluem, além do salário, um pacote de benefícios. Essa oportunidade é destinada a pessoas com qualquer tipo de deficiência e escolaridade, com ou sem experiência, com cobertura de salário de PCD já empregado.

Assecom da Prefeitura de Quissamã

Ação contra o tabaco em São João da Barra‏


O Dia Mundial sem Tabaco foi comemorado no último sábado, 31, e esse ano a Organização Mundial de Saúde, segundo a Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco (CQCT), chama os países para a necessidade da implantação de políticas de aumento de preços e impostos sobre os produtos de tabaco como estratégia efetiva para a redução do consumo desses produtos. Em São João da Barra, o combate ao vício é realizado pela secretaria de Saúde através do Programa Tabagismo, que nesta segunda-feira, 02, alertou a população com orientações e distribuição de panfletos, na Policlínica.

De acordo com a coordenadora do programa, Edilamar Caldas, a campanha desse ano teve como principal objetivo contribuir para proteger a atual e as futuras gerações das consequências devastadoras do consumo de produtos de tabaco para a saúde e também dos flagelos sociais, ambientais e econômicos do seu uso e da exposição à fumaça do tabaco.

- Pesquisas demonstram que o aumento de impostos e de preços sobre os produtos de tabaco é uma das medidas mais custo-efetivas para reduzir o seu uso, principalmente entre grupos de baixa renda e para prevenir que crianças e adolescentes comecem a fumar - ressaltou.

A coordenadora explica que os interessados em parar de fumar podem procurar o atendimento na própria Policlínica, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Todo o tratamento é realizado com o acompanhamento de uma psicóloga especializada no assunto.

A epidemia global de tabaco mata aproximadamente 6 milhões de pessoas a cada ano e entre esse total, 600.000 não fumantes em decorrência da exposição ao fumo passivo. A pesquisa enfatiza, ainda, que se nada for feito para mudar essa realidade, até 2030 essa epidemia levará à morte a cada ano mais de 8 milhões de pessoas. Mais de 80% dessas mortes, que podem ser prevenidas, estão entre as pessoas que vivem em países de média e baixa renda.

Assecom da Prefeitura de SJB

Mauro Silva retorna hoje, à Câmara de Vereadores



FIRJAN: Quissamã obteve a maior nota na área de saúde entre todos os municípios do estado


A região Norte tem oito municípios com desenvolvimento moderado de acordo com Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal (IFDM). Macaé é a 10ª no ranking geral de cidades fluminenses

Rio, 2 de junho de 2014

O Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal (IFDM), criado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN) para acompanhar a evolução dos 5.565 municípios brasileiros, revelou em sua 6ª edição que oito dos nove municípios do Norte Fluminense alcançaram patamar moderado. Na região, apenas Cardoso Moreira (IFDM 0,5818) obteve desenvolvimento regular.


Macaé, com IFDM 0,7905, se manteve no topo do ranking regional, ficando entre os dez maiores IFDMs do estado. No entanto, a cidade perdeu o alto nível de desenvolvimento por conta de uma menor atividade econômica, observada em 2011. Essa redução foi registrada pela queda do indicador de Emprego e Renda. Por sua vez, São João da Barra e Quissamã se destacaram por terem melhorado nas três vertentes em comparação à medição anterior, conseguindo avançar no ranking estadual.

Com recorte municipal e abrangência nacional, o IFDM avalia as condições de Educação, Saúde, Emprego e Renda de todos os municípios brasileiros. O índice varia de 0 (mínimo) a 1 ponto (máximo) para classificar o nível de cada cidade em quatro categorias: baixo (de 0 a 0,4), regular (0,4001 a 0,6), moderado (de 0,6001 a 0,8) e alto (0,8001 a 1) desenvolvimento.
Os resultados obtidos têm base em informações oficiais dos ministérios da Educação, Saúde, Trabalho e Emprego. Nesta edição foram utilizados os dados de 2011, o que permite a comparação do desenvolvimento dos municípios com o ano de 2010 - último ano da primeira década do século XXI. A metodologia foi aprimorada para captar os novos desafios do desenvolvimento brasileiro na segunda década do mesmo século.

O Norte Fluminense se destacou nos resultados do IFDM-Saúdede 2011, já que a região ficou com quatro municípios com alto índice de desenvolvimento, com destaque para Quissamã (0,9313), maior nota do estado nesta área. Em Educação, o quadro também foi positivo, uma vez que todos os municípios possuem, no mínimo, desenvolvimento moderado, novamente com destaque para Quissamã (0,8096), o único município com alto desenvolvimento em Educação na região. Na vertente Emprego e Renda, por sua vez, há municípios em todas as classificações do IFDM, desde baixo desenvolvimento, como São Fidélis e Cardoso Moreira, até alto desenvolvimento, como São João da Barra.

Na faixa intermediaria do ranking regional, Campos dos Goytacazes perdeu posições na região e no estado por conta da queda de 10,7% observada no índice Emprego e Renda mesmo obtendo avanços em Educação (o índice cresceu 4,8%) e Saúde (+1,7%).

No ranking geral do estado do Rio, Resende ocupa a primeira posição, com 0,8349 ponto. Em seguida, está Volta Redonda, que se destacou por ser a única cidade a registrar alto nível de desenvolvimento nas três vertentes analisadas pelo IFDM, status conquistado por conta do expressivo avanço no IFDM-Emprego e Renda e à melhora no IFDM-Educação. Já a terceira colocação no ranking estadual é ocupada por Nova Friburgo, seguida do município do Rio de Janeiro, que também ultrapassou a fronteira do alto desenvolvimento devido, principalmente, ao avanço da variável Educação. Entre as capitais brasileiras, o Rio é a 9ª melhor colocada. Japeri manteve-se na última colocação no ranking do estado do Rio.

Brasil avança em Educação e Saúde e mantém nível de desenvolvimento moderado

Em um cenário nacional de desaceleração da geração de empregos e menor crescimento da renda, o IFDM revelou que a Educação e a Saúde foram os grandes destaques para que o Brasil mantivesse em 2011 o nível de desenvolvimento moderado observado na última década. O avanço nas duas vertentes fez com que o país atingisse 0,7320 pontos no índice, um crescimento de 1,8% na comparação com 2010.

O IFDM-Educação atingiu 0,7355 pontos em 2011 e foi o indicador que mais cresceu em relação ao ano anterior (3,9%). O crescimento ocorreu em 81% dos municípios e refletiu, principalmente, o aumento das notas do Ideb em 3.918 cidades (70,4% do total). O resultado fez com que a maioria dos municípios (54,8%) ficasse com desenvolvimento moderado nesta vertente, enquanto 25% atingisse o alto desenvolvimento. Ainda assim, 20% do país apresenta indicadores de educação regulares ou baixos.

O IFDM-Saúde cresceu 2,1% em 2011, atingindo 0,7387 pontos e com melhora no indicador em 65% dos municípios. Os resultados refletem a evolução de todas as variáveis que compõem o IFDM-Saúde, em especial do indicador de internações sensíveis à atenção básica, que teve um incremento de 3,6%. Analisando essa vertente, o número de municípios com alto desenvolvimento subiu de 1.415 para 1.583, com destaque para as regiões Sul e Sudeste. Apesar da melhora, o número de municípios com baixo desenvolvimento no IFDM-Saúde é dez vezes maior do que o observado no IFDM-Educação. Somente as regiões Norte e Nordeste reuniram 260 dos 303 municípios de baixo desenvolvimento nesta área.

Já o IFDM- Emprego e Renda foi o único que recuou em 2011, passando de 0,7261 para 0,7219 pontos (-0,6%). O número de municípios com alto desenvolvimento caiu de 124 para 97, enquanto o de municípios com baixo desenvolvimento aumentou de 1.624 para 1.686. Os dados refletem a desaceleração da economia brasileira naquele ano, quando o saldo de geração de postos de trabalho com carteira assinada foi 23% inferior ao registrado no ano anterior.

No resultado geral, 3.653 (66,7%) cidades iniciaram a nova década em situação melhor do que terminaram a passada, sendo que apenas 332 (6,0% do total) alcançaram o nível de alto desenvolvimento. No ranking nacional do IFDM, houve a predominância total de São Paulo nas 10 primeiras colocações. Neste grupo, praticamente todas as cidades apresentaram alto desenvolvimento nas três áreas analisadas. A primeira cidade colocada no ranking foi Louveira (SP), com 0,9161 pontos, seguida de São José do Rio Preto (SP), com 0,9156. Nas duas últimas posições do ranking nacional estão Santa Rosa do Purus (AC), com 0,2819 pontos, e Atalaia do Norte (AM), com 0,2916 pontos.

Entre as capitais brasileiras, Curitiba (PR) ocupou novamente o topo do ranking, enquanto São Paulo (SP) e Vitória (ES) alternaram suas posições. A capital paulista assumiu a segunda colocação por manter um bom desempenho na vertente Emprego e Renda, indo na contramão das demais capitais que, em grande maioria, apresentaram recuo na geração de empregos. Estas três cidades e Palmas (TO), quarta colocada no ranking das capitais, integram o rol dos 100 maiores IFDMs do Brasil.

Nível de desenvolvimento ainda é desigual no país

Os níveis de desenvolvimento encontrados nos municípios brasileiros continuam dividindo o Brasil em dois. De um lado estão as regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste, que possuem 60% das cidades brasileiras e dominaram os 500 maiores IFDMs do país, com 98,6% de participação. Do outro estão as regiões Norte e Nordeste, que respondem por 40% das cidades brasileiras e predominaram entre as 500 posições mais baixas do ranking, com 94,4% de participação.

O resultado aponta que o número de óbitos mal definidos dos municípios menos desenvolvidos é três vezes pior e a taxa de internações evitáveis por ação da atenção básica é quase o dobro da observada nos municípios mais desenvolvidos. Em Educação, as taxas de abandono escolar entre os 500 maiores IFDMs são dignas de países desenvolvidos, menores do que 1%, e contrastam com as taxas dos 500 menores, seis vezes piores. Outro ponto que ressalta a desigualdade entre as regiões é o contraste do mercado de trabalho, onde há municípios capazes de empregar formalmente mais de 40% da sua população em idade ativa e outros que não chegam a um décimo.

Levando em consideração o ritmo de desenvolvimento registrado no país desde 2005, considera-se que o grupo dos 500 piores IFDMs está 13 anos atrasados em relação aos padrões de desenvolvimento encontrados nos municípios que ficaram no topo do ranking. De acordo com o estudo, essas cidades menos desenvolvidas ainda não chegaram ao século XXI.


Acesse www.firjan.org.br/ifdm para obter a íntegra do estudo, tabelas, rankings e análise dos estados.
Outras informações
Ímpar Comunicação
(22) 2733-1415
www.impar360.com.br
https://www.facebook.com/imparcomunicacao

O prazo de validade de Joaquim Barbosa


Na última semana, a sociedade brasileira ficou ciente da decisão do ministro Joaquim Barbosa de antecipar sua saída da mais alta Corte do país aos 59 anos de idade em vez de prorrogar até os seus setenta anos.

Joaquim Barbosa foi um dos ministros que mais obteve publicidade dos seus atos enquanto julgador, principalmente por ter sido o Relator da Ação Penal 470, popularmente conhecida como “Mensalão”.

Visto como arrogante e por vezes grosseiro, Barbosa impôs seu estilo e fez do Mensalão a sua catapulta para o estrelato.

Como relator de um dos mais temidos e polêmicos processos do Judiciário brasileiro, ele enfrentou a cúpula do poder político de vários partidos, condenando, inclusive, o núcleo duro de algumas siglas.

Os onze anos de Joaquim Barbosa (na qualidade de ministro) foram tensos e regados a conflitos e confrontos com entidades de magistrados, advogados, jornalistas e também com os demais integrantes do STF.

No ano de 2009, como presidente do STF, foi protagonista de uma ferrenha discussão no Tribunal, quando apontou o Ministro Gilmar Mendes como mantenedor de “capangas” no Mato Grosso.

Para muitos, como o advogado de José Genoíno - Luiz Fernando Pacheco - o Supremo Tribunal Federal e a Justiça brasileira ganham com o fim da judicatura de um mau julgador por entendê-lo como sendo autoritário, parcial e populista.

Barbosa nunca aceitou o rótulo de sua cor como fundamento de sua ascensão. Ele preferia ser reconhecido por seus méritos e por seu afinco no atuar, na qualidade de julgador.

Porém, não podemos nos esquecer de que tudo que foi feito por ele, o que não foi pouco, estava nos moldes de seu múnus.

Barbosa não foi um super herói e não será imortalizado por ter condenado uma galera corrupta que envergonhou a nação.

Joaquim fez o que todos devem fazer no exercício de suas funções, ou seja, exercê-la com autonomia e decidir “doa a quem doer” mesmo que algumas posições lhe custassem algumas amizades ou lhe rendessem linhas editoriais desagradáveis.

A unanimidade é burra e, no Judiciário não seria diferente. O ato de julgar é arte para poucos, pois envolve o pensar, situações peculiares e provas contidas nos autos e o livre convencimento. Além disso, tem-se a repercussão e os reflexos que não podem ser desconsiderados.

Joaquim sai do cenário do STF e vai ficar rico. Viagens, palestras, consultorias e até, quem sabe, o exercício da advocacia serão suas novas linhas laborais?

Certo é que, em todas essas linhas, aqueles que depositarem confiança no famoso Joaquim Barbosa deixarão de ser meros anônimos.

O Judiciário perde um grande nome, mas o legado de Joaquim será eterno.

Ou somos quentes ou frios. Afinal não há espaço na terra para gigantes mornos.

Cláudio Andrade