sábado, 13 de outubro de 2012

Justiça cassa mandato de Prefeito eleito por abuso de poder político




O prefeito eleito de São Sebastião da Amoreira (PR), Luiz Fernandes, teve seu mandato cassado pela Justiça Eleitoral. A juíza Sônia Leifa Yeh Fuzinato, da comarca de Assaí (PR), atendeu a representação eleitoral ajuizada pela coligação Amoreira Pode Mais por contratação irregular de pessoal para a prefeitura durante o período eleitoral. As informações são do jornal O Diário.

A juíza julgou procedente o pedido contra Luiz Fernandes e seu vice-prefeito, Sérgio Soares, reconhecendo a prática de conduta vedada e abuso de poder político e econômico, além de declarar a inelegibilidade de Luiz Fernandes por oito anos e aplicação de multa de 100 mil UFIR.

Por conta dessa decisão, Fernandes ficará afastado do cargo de prefeito, que será assumido temporariamente pelo presidente da Câmara Municipal.

Luiz Fernandes foi eleito para a Prefeitura de Amoreira com 53,72% dos votos válidos, enquanto a segunda colocada, Adalgisa Gouveia teve 46,28% dos votos. Uma vez que a chapa majoritária teve mais que 50% dos votos válidos, uma nova eleição deverá ser feita, sem que Luiz Fernandes possa se candidatar.

Situação similar já ocorreu no município nas eleições de 2008, quando Adevilson Gouveia foi eleito prefeito, mas não pode assumir por apresentar problemas com o registro de candidatura. Na ocasião, quem assumiu a Prefeitura foi a presidente da Câmara Municipal, Adelina Rogério da Silva Genésio, e posteriormente o então candidato cassado, Luiz Fernandes.

Fonte: Conjur

Collor paga jardineiro e arquivistas com dinheiro do contribuinte





Você não sabe, mas seu dinheiro está financiando os contracheques de três funcionários particulares de Fernando Collor (PTB-AL). O senador empurrou para dentro da folha do Senado o jardineiro de sua residência (R$ 2.200 mensais) e duas arquivistas (R$ 6.400 cada) arregimentadas para organizar o papelório que colecionou na sua curta e ruinosa passagem pela Presidência da República.

Deve-se a revelação ao repórter Andrei Meirelles. A tróica de servidores dá expediente na Casa da Dinda, em cujos jardins foi enterrada parte da dinheirama espúria de PC Farias, o coletor das arcas espúrias varejadas no Collorgate. O jardineiro trabalha na sede. As arquivistas, num ‘centro de memória’ instalado defronte.

Procurado, o gabinete de Collor manifestou-se por meio de nota. Alegou que os três servidores são “assistentes parlamentares”, desempenhando “atividades de apoio que lhes são determinadas”. O Senado informou que é de “responsabilidade de cada gabinete a definição das atividades desenvolvidas pelos seus servidores”. Então, tá! Ficamos assim. Lavrem-se as atas. E não se fala mais nisso.

PL dos concursos públicos aprovada na Câmara dos Deputados





Aprovado por unanimidade pelos deputados do Distrito Federal, o PL 964/2012 , a chamada Lei Geral dos Concursos no DF, é baseado em propostas do deputado Chico Leite (PT) e estabelece normas para a realização de concursos pela administração direta, autárquica e fundacional no Distrito Federal.

Depois de ser enviada à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para a redação final, a nova lei será sancionada no Salão Principal do Palácio Buriti, sede do governo local, com cerimônia de honra na próxima segunda-feira, 15 de outubro.

Entre as regras previstas no texto estão as emendas apresentadas pelo deputado distrital Professor Israel Batista (PEN), relator do projeto, como o cumprimento do prazo de 90 dias entre o edital e a realização da prova.

Para o relator, a Lei Geral dos Concursos no DF é moderna e deverá ser usada como parâmetro e inspiração para todos os processos seletivos públicos no País.

Conjur

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Cabral promete investimentos para evitar vitória de candidato apoiado por Garotinho




Rio - Sérgio Cabral joga pesado para, em São Gonçalo, garantir a vitória de Adolfo Konder (PDT) e — principalmente — derrotar Neilton Mulim, do PR de Anthony Garotinho.

Ainda durante a campanha, o governador vai anunciar a construção na cidade de mais três UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e de uma maternidade capaz de realizar 500 partos por mês.

Konder venceu o primeiro turno com 41,65% dos votos válidos contra 25,22% de Mulin. O município é, entre os do estado, o segundo em número de eleitores.

Fonte: G1

Parecer do MP eleitoral contra Rosinha já era esperado





Clique para ampliar.

A fonte da notícia foi o blog Na curva do Rio.

Comento

Os pareceres ministeriais sempre buscam a condenação ou o indeferimento. Nesse contexto, melhor aguardar.

Vice-Presidente do STJ deixa a UTI




O vice-presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), Gilson Dipp, foi transferido ontem (11) para a Unidade de Terapia Semi-Intensiva do Hospital Israelita Albert Einstein.

Ele estava internado desde o dia 25 de setembro na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) com problemas abdominais.

Fonte: Folha de SP

As principais notícias de hoje pelo Brasil



- Globo: Combate ao Crime Organizado – Rio terá ‘tropa de elite’ contra máfia das vans

- Folha: Supremo absolve ex-líder do governo Lula e mais 2

- Estadão: Planalto diz que uso político do mensalão não é inteligente

- Estado de Minas: Dinheiro não é brincadeira

- Jornal do Commercio: Indústrias vão gerar quase 6 mil empregos

- Zero Hora: Prévia do PIB tem maior alta em 17 meses

Leia os destaques de capa de alguns dos principais jornais do país.

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Spotv faz quadro especial acerca da polêmica envolvendo Jonas Lopes



O canal Spotv fez um longo quadro acerca da polêmica foto de Ronaldinho Gaúcho e o coronel Nascimento, postada no facebook do advogado de Rosinha Garotinho e membro do STJD, Jonas Lopes.

O Presidente do Tribunal noticiou que na semana que vem haverá manifestação oficial do órgão.

O advogado Jonas retirou a foto do facebook e ainda não se manifestou.


Foto extraída do blog do Jornalista Juka Kfouri

Ações simuladas para atender interesses políticos




 
Na Comarca de Campos dos Goytacazes começa a ocorrer um fenômeno bem estranho. Alguns cidadãos entram com ações judiciais, como a Popular com o intuito único de atender aos interesses de terceiros, no caso em questão de chefes políticos.

O chamado ‘Boi de Piranha’ é muito comum no meio criminal, mas na esfera cível começou a ganhar proporções incríveis. O esquema envolve a colocação de um candango como autor da demanda, o advogado do político faz a peça e depois ambos aguardam o desenrolar judicial.

A intenção não é sair vencedor na ação e sim, tentar desgastar o pseudo réu perante a opinião pública. A situação fica ainda mais tensa quando os autores das demandas começam a utilizar o expediente das gravações telefônicas clandestinas para tentar monitorar as relações dos réus escolhidos. Olha que não estou me referindo ao famoso Aparelho Israelense conhecido em determinados meios da sociedade campista.

Pena que o tiro, mais uma vez está saindo pela culatra.

Uma dica: o autor de uma dessas ações é obcecado por blogs que possuem muitos acessos. A loucura é tão grande que ele entra nos blogs alheios investigando a origem dos acessos, bem como tudo que puder para tornar o seu mais popular e ético.

O advogado do político, que faz as peças, é famoso por tomar banho de banheira, de noite, passando trotes ameaçadores para seus rivais eleitorais, bem como do meio advocatício. 

Deixem eu sair, pois detesto polêmica.

Prefeitura de SJB realiza confraternização para idosos nesta quinta-feira‏





A Prefeitura de São João da Barra, por meio da Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos realizará hoje, (quinta-feira) tarde festiva para os idosos do município, a partir das 14h, no Grupo da Terceira Idade Maria Júlia Aquino, localizado no Centro.

De acordo com a secretária de Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos, Denise Esteves, o encontro objetiva comemorar o aniversário do Centro de Convivência Amadeu Chácar, Dia Nacional da Pessoa Idosa e promover a integração e confraternização dos idosos do município.

Cerca de 250 idosos participarão da tarde festiva onde será servido um coquetel dançante com a presença da Orquestra de Baile do 8º Batalhão de Polícia Militar e show de forró com Vaval e seus Teclados. “Todos os idosos do município estão convidados”, finalizou a secretária.

As informações são da Assecom da Prefeitura de SJB 

Datafolha aponta Fernando Haddad na dianteira em SP




O Datafolha divulgou, nesta quarta-feira (10), a primeira pesquisa de intenção de voto sobre o segundo turno da disputa pela Prefeitura de São Paulo neste ano.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo".
Segundo o Datafolha, antes do reinício do horário eleitoral gratuito, marcado para a próxima semana, "Haddad tem 10 pontos de vantagem sobre Serra".

Veja os números do Datafolha para a pesquisa estimulada:
Fernando Haddad (PT) – 47% das intenções de voto
José Serra (PSDB) – 37%
Em branco/nulo - 8%
Não sabe - 8%

A pesquisa foi realizada nos dias 9 e 10 de outubro. Foram entrevistadas 2.090 pessoas na cidade de São Paulo. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.
A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP), sob o número SP-01851/2012.

No primeiro turno, Serra teve 30,75% dos votos válidos, e Haddad, 28,98% (veja os números completos da apuração dos votos em São Paulo).

G1

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Roberto enquadra Cidinha na ALERJ





Durante seu discurso na ALERJ a deputada estadual Cidinha Campos, na ânsia de atacar Clarissa e seus pais, disse que o casal de ex governadores vieram do mato e que nasceram na divisa do inferno, fazendo uma referência pejorativa a localização do município de Campos dos Goytacazes

Ao perceber que as palavras de Cidinha continham uma clara depreciação ao povo de Campos, Roberto requereu um aparte e enquadrou Cidinha.

Henriques disse respeita as divergências políticas da nobre deputada para com a família Garotinho, mas não poderia aceitar que a parlamentar se referisse dessa forma a um município de tradições históricas como Campos dos Goytacazes.

Cláudio Andrade

NOVO quadro. Moldura VELHA

 
 Jornal Terceira Via


"Mais uma vez, os conflitos políticos, na esfera judicial, continuarão a ser regra e não exceção"



A recente composição da Câmara dos Vereadores de Campos dos Goytacazes para a legislatura, que se inicia em janeiro de 2013, é por muitos considerada como renovada. Não restam dúvidas de que a eleição de dezessete debutantes é algo considerável e sinônimo de reciclagem democrática.
 
Todavia, atentando-se para cada nome, chegamos à preocupante constatação de que a Prefeita eleita (sub judice), Rosinha Garotinho, formou uma bancada de vereadores que mantém o seu rolo compressor na Casa do Povo.
 
A coligação da ex-governadora do Estado do Rio de Janeiro elegeu Tadeu Tô Contigo (PRB), Abdu Neme (PR), Paulo Hirano (PR), Mauro Silva (PT do B), Jorge Rangel (PSB), Gil Vianna (PR), Dayvison Miranda (PRB), Albertinho (PP), Magal (PR), Miguelito (PP), Fábio Ribeiro (PR), Thiago Virgílio (PTC), Genásio (PSC), Neném (PTB), Oséias (PTC), Auxiliadora (PHS), Cecília Ribeiro Gomes (PT do B), Edson Batista (PTB) e Dona Penha (DEM).
 
Noutro passo, a Oposição será formada, a princípio, por Nildo Cardoso (PMDB), Fred Machado (PSD), Rafael Diniz (PPS), José Carlos (PSDC), Álvaro César (PMN) e Marcão (PT).
 
Essa nova roupagem da Câmara é temerária. Isso porque dado o considerável número de vereadores eleitos, da coligação da Prefeita eleita, ficará difícil que, por meio de apenas seis oposicionistas, os cidadãos campistas tenham o acesso devido às informações necessárias acerca da futura Administração Municipal.
 
O novo cenário da Câmara dá à Prefeita uma blindagem que lhe confere conforto em sua gestão, inclusive afastando-a de desgastes políticos. Dentro deste contexto, uma das cruciais funções de uma Casa de Leis -fiscalizar os atos do Chefe do Executivo- provavelmente restará comprometida uma vez que a Oposição elegeu tão somente seis novos representantes. 
 
Outra abordagem refere-se à composição das Comissões Internas. Uma delas (a de Constituição e Justiça) tem como função emitir pareceres nos projetos de lei enviados pelo Executivo ou naqueles criados na própria Casa Legislativa. Referida Comissão precisaria ter, ao menos, um edil da Oposição sob pena de cairmos na mesma situação da atual legislatura, onde os três componentes eram governistas, a maioria dos projetos de interesse da base de apoio à Prefeita foram aprovados e os pareceres contrários, emitidos pela Oposição, indeferidos.
 
Questão também preocupante será a eleição para a Presidência da Câmara. Para os que não sabem, em conformidade com a Lei Orgânica do Município e com o Regimento Interno da Casa, em caso de vacância do cargo de Prefeito e de Vice, o vereador que preside a Casa Legislativa assume o poder administrativo do município.
 
Nesta esteira de raciocínio, o grupo eleito pela Prefeita Rosinha também leva larga vantagem. Afinal, diante das questões judiciais ainda pendentes, a eleição de um aliado para a mesa diretora, na qualidade de presidente, é uma meta a ser alcançada e, sem qualquer dúvida, com certa facilidade.    
 
Diante de todas essas relevantes considerações, pode-se afirmar, com convicção, que a nossa nova legislatura municipal tem um quadro novo; porém, com a mesma moldura. Isso enseja mais questões levadas para o âmbito judicial, prevalecendo a desconfortável conclusão de que, nos dias atuais, o Poder Judiciário vem intervindo rotineiramente em questões onde o Poder Legislativo apresenta-se inoperante e inócuo. Mais uma vez, os conflitos políticos, na esfera judicial, continuarão a ser regra e não exceção. 
 
Para os vindouros legisladores da OPOSIÇÃO, deixo uma frase da escritora inglesa Caryl Churchill: “Precisamos encontrar novas perguntas que nos ajudem a responder às velhas”.  Pois bem, será que a SITUAÇÃO vai permitir?

Cláudio Andrade

Genoino entrega cargo após condenação no STF


 O ex-presidente do PT José Genoino entregou o cargo de assessor especial do Ministério da Defesa nesta quarta-feira (10). Ele participou nesta manhã de reunião do Diretório Nacional do PT.

O Palácio do Planalto já havia avisado ao Ministério da Defesa que Genoino que teria de pedir demissão do cargo no governo quando terminar o julgamento de sua participação no mensalão, informou Vera Magalhães na coluna Painel de hoje.

Genoino anunciou a saída do governo durante a leitura de uma carta na sede do PT em São Paulo. O petista não respondeu as perguntas dos jornalistas. O pronunciamento durou cerca de cinco minutos. Cercado por assessores, ele leu a carta com as mãos trêmulas. Ele foi aplaudido pelos correligionários.

Ele abriu a carta citando o poeta Mário Quitana. "Eles passarão, eu passarinho". 

As informações são do Portal G1.

Lindbergh não quer aliança com o PMDB






Pré-candidato ao governo do estado em 2014, Lindbergh Farias (PT) afirma que vai pedir o rompimento da aliança PT-PMDB no Rio.
Radio CBN

Comento no blog:
Já?

Relator do mensalão vai ser o novo Presidente do STF





O Supremo Tribunal Federal (STF) elege nesta quarta-feira (10) seu novo presidente para um mandato de dois anos. Pela tradição, será escolhido o ministro Joaquim Barbosa, relator do processo do mensalão e atual-vice-presidente do Supremo. Barbosa, porém, só deve assumir o comando em novembro. O vice-presidente da corte será o revisor do processo do mensalão, Ricardo Lewandowski.

A sucessão do comando segue a ordem da antiguidade; os ministros escolhem o mais antigo integrante do tribunal e o segundo mais antigo passa a ser o vice. O critério faz com que o atual vice sempre seja o próximo presidente. Aquele que termina o mandato vai para o fim da fila, para possibilitar a alternância.

A eleição deve ser rápida e ocorrer antes do início da sessão para o julgamento do mensalão.

Barbosa só assume em novembro, quando o atual presidente da corte, ministro Carlos Ayres Britto, só se aposentará compulsoriamente ao completar 70 anos. Ainda não há data exata para a posse.

Fonte G1

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Dirceu condenado por corrupção ativa





O ministro Marco Aurélio Mello deu o sexto voto pela condenação por corrupção ativa do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu formando a maioria no Supremo Tribunal Federal (STF).

Além de Dirceu, também foram condenados pela maioria o ex-presidente do PT José Genoíno e o ex-tesoureiro do partido Delúbio Soares. Marcos Valério, seus ex-sócios Ramon Hollerbach e Cristiano Paz, a ex-diretora financeira da SMP&B Simone Vasconcelos e o ex-advogado da agência Rogério Tolentino também foram condenados por este mesmo crime.

O julgamento deste capítulo será retomado nesta quarta-feira, 10, com os votos de Celso de Mello e do presidente Carlos Ayres Britto.

Informações do Estadão.

Eleições 2012: Roberto Henriques faz discurso duro na ALERJ


"Até os adversários mais tradicionais da Prefeita Rosinha Garotinho, aqueles usurpadores do Poder Público do passado, todos eles estavam lá ao lado da Prefeita Rosinha Garotinho".

Caríssimo Presidente Robson Leite, caríssimos Deputados e Deputadas, servidores da Casa, povo do Estado do Rio de Janeiro, que nos acompanha pela TV Alerj, em primeiro lugar, Sr. Presidente, quero fazer um registro. Se vivo estivesse o grande abolicionista nascido em Campos, José do Patrocínio, estaria completando hoje 159 anos de idade. Ele, que se dedicou à causa para erradicar a escravidão vergonhosa que aconteceu em nosso País e no nosso continente afora, escravidão essa que penalizou de forma irreparável os nossos irmãos negros.

Em segundo lugar, Sr. Presidente, queria, na linha daqueles que me antecederam, também dizer que a população do Brasil fez a parte dela. A população brasileira iniciou a sua marcha cívica que, finalizada nas urnas, depositou seu voto de confiança em alguém, seja para a 

Prefeitura ou para as Câmaras Municipais deste País.

Nós aqui, nos dias que antecederam as eleições, falávamos, como tantos outros colegas, da necessidade urgente da Presidenta Dilma liderar o processo de reforma que este País reclama, que a nação brasileira espera já há muito tempo. Sobretudo, a reforma política, a reforma, portanto, eleitoral e partidária. E junto com isso retirar esse instituto vergonhoso da reeleição que, na realidade, legaliza, unge e canoniza o uso da máquina pública por este País afora.

Assisti aqui, e todos assistiram, ao discurso da Deputada Clarissa Garotinho. A Clarissa, assim como o seu pai e também a sua mãe, tem um discurso para Campos e um discurso para o resto do Estado do Rio de Janeiro. Eu a ouvi falar, aqui da tribuna, sobre o arco de alianças conseguido pelo Prefeito eleito no primeiro turno, na Capital, o Prefeito Eduardo Paes. Mas se esquece de olhar o arco de alianças feito, a não sei que preço, pela Prefeita Rosinha Garotinho para que ela fosse eleita, lá em Campos, no primeiro turno.

Para vocês terem ideia, prestem bem atenção. Até os adversários mais tradicionais da Prefeita Rosinha Garotinho, aqueles usurpadores do Poder Público do passado, todos eles estavam lá ao lado da Prefeita Rosinha Garotinho. Todos aqueles que o Garotinho chamava de ladrões, de assassinos, estavam na campanha da Rosinha Garotinho. Todo aquele pessoal ligado ao ex-Prefeito Arnaldo Viana e ligado ao ex-Prefeito Alexandre Mocaiber. 

Todos eles estavam ao lado da Prefeita Rosinha fazendo campanha com ela, militantes, bem como... Militantes não. Milipança! Não a militância, a milipança! Estavam lá como candidatos a vereadores ou como milipança da campanha da Prefeita Rosinha Garotinho.

Só para vocês terem ideia, existem figuras famosas em Campos, por exemplo, Chocolate, secretário particular do Prefeito Arnaldo Viana. O que dizia o Garotinho do Chocolate até recentemente? “Ladrão, assassino. Assassinou junto com o policial Chuí um rapaz de uma rádio em São João da Barra.” E onde estava o assassino agora nessa campanha? Na campanha da Prefeita Rosinha Garotinho. Onde é que estava o policial que segundo o Garotinho ajudou o Chocolate a assassinar o radialista? Também na campanha da Rosinha Garotinho. São vários os casos, mas vou simbolizar nesses dois exemplos.

O caso do ex-Prefeito Alexandre Mocaiber. Ele lá, também na campanha da Prefeita Rosinha Garotinho como candidato a vereador pelo PSB. Mais de 350 candidatos a vereadores formando o arco de aliança para apoio à Prefeita Rosinha Garotinho. A que preço?

Eu gostaria muito que o Justiça Eleitoral pudesse entrevistar cada candidato a vereador ligado à campanha da Prefeita Rosinha Garotinho. Vão verificar um índice altíssimo: ou eram DAS da Prefeitura, cargos de direção e assessoramente superior, ou eram terceirizados da famigerada terceirização da Prefeitura, que abriga pessoas de bem, aqueles que trabalham, mas que abrigam também funcionários fantasmas e cabos eleitorais.

Então, a vitória propalada aqui pela Deputada Clarissa Garotinho lá em Campos é aquela vitória do rei de Épiro, Deputado Comte Bittencourt, o rei de Épiro, uma das regiões da Grécia, há três séculos antes da era cristã, Pirro. Então, na realidade, uma vitória a alto preço porque está lá a Prefeitura de Campos sem explicações para onde foram os milhões da caixa de previdência que estava no Banco Cruzeiro do Sul. A cidade toda esburacada, com obras eleitoreiras, cinco mil casas construídas e que já estão rachando, obras superfaturadas. Na Saúde, faltando os medicamentos elementares e os exames de baixa e de média complexidade, que dirá os exames de alta complexidade!

Então, essa vitória lá é uma vitória de Pirro. Pirro, no 3º século antes de Cristo, contava as suas glórias sobre as vitórias diante dos romanos, mas na realidade aquelas vitórias foram conquistadas a preço alto porque não valia a pena.

Portanto, lá em Campos, foi uma vitória de Pirro: a Prefeitura destroçada moralmente, financeiramente; os servidores públicos a busca do seu Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, dos seus direitos elementares de trabalhadores brasileiros.

Portanto, Sr. Presidente, quero aqui parabenizar o grupo que se reuniu em torno das candidaturas de oposição em Campos dos Goytacazes; e dizer, Sr. Presidente, que se somarmos o número daqueles que não compareceram aos daqueles que votaram em branco mais os que votaram nulo, chega a mais do que o número dos votos que a Prefeita Rosinha Garotinho obteve em Campos dos Goytacazes.

Portanto, reforma partidária já! Reforma política já! Reforma eleitoral já! Para acabar por completo com a prostituição eleitoral que está de Norte a Sul do País infelicitando os municípios brasileiros.

Muito obrigado, Sr. Presidente.

Roberto Henriques
Deputado Estadual

TSE: ministra promete celeridade nos julgamentos relacionados com a Ficha Limpa

 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) dará prioridade nesta semana ao julgamento de recursos que envolvem candidatos às eleições de 2012 impugnados pela Lei da Ficha Limpa . O tribunal informou que não será possível julgar todos os recursos, mas haverá esforço concentrado para acelerar as decisões. Depois do TSE, os candidatos podem recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF).

O julgamento no TSE pode mudar resultados das eleições em municípios onde candidatos barrados pela lei tiveram contagem de votos suficiente para serem eleitos ou para disputar o segundo turno, em 28 de outubro.

A presidenta do TSE, ministra Cármen Lúcia, explica que os candidatos com pendências no Tribunal não devem ter os votos invalidados até que a decisão da Justiça seja definitiva. Estes recursos podem se referir tanto a impugnações baseadas na Lei da Ficha Limpa, quanto a outras irregularidades.

As informações são do site IG

Bacellar fala em nova eleição






"Ministro Marco Aurélio não tem mulher para fazer carinho? Só isso explica uma decisão para Rosinha em um Domingo a noite". O vereador pede que a população não guarde seus títulos eleitorais.

A sessão da Câmara continua em andamento.

Decisão de Veronica Costa deixa Pudim sem mandato na ALERJ





A vereadora eleita decidiu, na noite de ontem, assumir a sua cadeira na ALERJ na vaga deixada pelo Deputado Estadual Miguel Jeovanni, que foi eleito Prefeito de Araruama. Nesse contexto, Geraldo Pudim não vai assumir a vaga na qualidade de segundo suplente.

Fonte: Saulo Pessanha.

Rosinha entre as vinte e duas candidaturas pendentes de julgamento no TSE





Em Cabo Frio, na Região dos Lagos, o candidato Alair Corrêa (PP) teve seu pedido indeferido com recurso. Até então, o prefeito eleito é Jânio Mendes, mas se o pedido de Alair for deferido, os 58.278 votos destinados a ele, computados como nulos, o elegeriam. Jânio Mendes teve 40.631 votos.


Em Campos dos Goytacazes, na Região Norte-Fluminense, Rosinha Garotinho (PR) garantiu a disputa através de liminar. Foi eleita com 70% dos votos. O julgamento dela ainda não foi marcado no TSE.


Em Petrópolis, na Região Serrana, o candidato Rubens Bomtempo (PSB) recebeu 50.320 votos, que não foram considerados. Por isso, o candidato Paulo Mustangi (PT) com 45.060 votos entrou, até o recurso de Rubens ser julgado pelo TSE, na disputa pelo segundo turno com Bernardo Rossi (PMDB), que teve 52.951 votos.


Em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos, Henrique Melman (PDT) não teve seus 6.274 votos computados. Embora o seu recurso seja julgado pelo TSE favoravelmente, o resultado não vai interferir na escolha dos eleitores do município, que já tem Andinho (PMDB) como prefeito eleito com 14.036 votos.


Em Cachoeiras de Macacu, Rafael Miranda (PP) também não teve seus 13.021 votos computados. No entanto, como o município possui número inferior a 200 mil eleitores, mesmo que os votos sejam deferidos pelo TSE não haveria segundo turno. O prefeito eleito Cica Machado (PSC) teve 14.554 votos.


Em Casimiro de Abreu Antonio Pereira dos Santos teve pedido de candidatura indeferido sem recurso.
Em Engenheiro Paulo de Frontin Marco Aurélio Salgado foi cassado.
Em Itaboraí, Sergio Soares (PP) teve seus 26.798 não computados. Mas como o município não possui o mínimo de 200 mil eleitores, se os votos fossem computados não abriria segundo turno.


Em Magé, Narriman Zito (PDT) não teve os seus 3.796 votos computados. Mesmo com o julgamento favorável do TSE, não alteraria a eleição do município.


Em Mangaratiba, Andréia do Charlinho (PDT) também teve seus votos indeferidos com recurso. Não haverá mudança no resultado da eleição caso os votos sejam computados.


Em Mendes, dois candidatos estão aguardando recurso do TSE. Ricardo Mello (PMDB) e Marcus Siqueira (PR) não tiveram seus votos computados.


Em Paraty, Jaime da Sedae (PSOL) aguarda decisão do TSE sobre seus 316 votos.


Em Paty do Alferes, Rachid Elmor teve 5.501 votos e aguarda recurso a ser julgado pelo TSE. Mas o resultado do julgamento não irá interferir na eleição do município.


Em Pinheiral, Alexandre de Almeida Andrade também aguarda recurso do TSE, mas resultado não vai interferir na eleição. Em Piraí, o mesmo aconteceu com Flávio Vinícius Teodoro de Oliveira. Já em Quatis, José Laerte (PMDB) não teve seus 3.211 votos computados.


Rogério do Salão, candidato a prefeito de Queimados, aguarda recurso do TSE. No entanto, o julgamento não interfere o resultado das eleições do município. Max (PMDB) foi eleito.


Rogério Coutinho, candidato a prefeito de Resende não teve seus 4.586 votos computados.
Em São José do Vale do Rio Preto, Rosaldo (PMDB) também não. Ambos aguardam recurso do TSE. O candidato a prefeito de Silva Jardim Tinoco (PSB) não teve seus 238 votos computados.


Em Sumidouro, Sérgio do Dino (PPL) também aguarda recurso do TSE. Em Tanguá, três candidatos aguardam recurso do TSE: Herotides Cardoso Ribeiro, Roberto Sudre de Assis e Jonas dos Santos.


Em Teresópolis, dois candidatos a prefeito aguardam julgamento do TSE para seus votos serem computados ou não: Mário de Oliveira Tricano e Cleyton Silva Valentim. No entanto, a eleição já foi decidida no município.


Em Valença, o candidato Dr. Alvaro Cabral (PRB) não teve seus 12.445 votos computados e aguarda recurso. Ele teve mais votos que o candidato eleito até o momento. Fernandinho Graça (PP) teve 12.417 votos. O recurso julgado pelo TSE pode mudar a eleição no município.


Em Búzios, Cambuci, Cardoso Moreira, Laje do Muriaé e Macaé candidatos renunciaram à campanha à prefeitura.

Fonte: G1.

Fábio Ribeiro tenta acalmar militância, mas rumores continuam




"Amigos e amigas do Face, após consultar o meu advogado, Dr Francisco Pessanha, sobre a onda de boatos sobre a contagem dos votos, esclareço que até o momento não existe nenhum pedido de recontagem feito à justiça eleitoral, e ainda, que o sistema de totalização dos votos do Superior Tribunal Eleitoral - TSE é informatizado, não havendo nenhuma possibilidade de erro.

Desta forma estou tranquilo quanto a nossa eleição ocorrida na dada de ontem, e aproveito mais uma vez, para agradecer aos 3.557 eleitores que confiaram em mim para representar a nossa cidade na Câmara Municipal e garanto que tudo farei, de forma legal e democrática, para garantir a legitimidade de seus votos.

Deixo também expresso a minha confiança na Justiça Eleitoral Brasileira, que tem sido referência para o mundo inteiro. Tenham uma boa noite e fiquem com Deus!"

Via facebook e blog da Marcinha Lemos

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Votos de Arnaldo reduziria margem positiva de Rosinha, mas não possibilitaria segundo turno



Arnaldo Vianna (PDT) teve 31.436 votos

Pudim vai assumir uma cadeira na ALERJ



Campos terá mais um representante na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) em 2013. O ex-deputado federal Geraldo Pudim (PR), que ficou na segunda suplência na eleição de 2010, vai assumir a cadeira deixada por Miguel Jeovani, eleito prefeito de Araruama, na Região dos Lagos.

A primeira suplente é a funkeira Verônica Costa, que conquistou vaga na Câmara Municipal do Rio no pleito de ontem.

Fonte: Blog na Geral

Chaves vence nas urnas com mais de 7 milhões de votos


A Venezuela votou neste domingo por mais seis anos de governo do presidente Hugo Chávez, rejeitando a renovação proposta pelo jovem candidato opositor Henrique Capriles Radonski, em eleições qualificadas como as mais disputadas da história do país.

Chávez foi reeleito com 54,66% dos votos, o que representa 7,7 milhões de eleitores, contra 44,73% (6,3 milhões) para o ex-governador Henrique Capriles Radonski, informou o Conselho Nacional Eleitoral (CNE) após a apuração de 94% das urnas. A participação foi de 80,94% do eleitorado. Nas eleições presidenciais de 2006, o comparecimento havia ficado em 75%.

Chávez agradeceu aos "quase 30 milhões de venezuelanos" pelo "dia histórico" e pela "altíssima participação de mais de 80%" nas urnas, em que, segundo ele, não foram registrados incidentes graves.

Ele também felicitou a oposição por ter reconhecido "a verdade, a vitória do povo".
"Foi realmente, como vínhamos dizendo nos últimos meses, uma batalha perfeita, democrática. Graças a Deus e à consciencia de nosso povo, não houve nenhum acontecimento hoje para lamentar", disse.

"Hoje demonstramos que nossa democracia é uma das melhores democracias do mundo. E vamos seguir demonstrando."

Fonte: G1.

A esperança ainda vive...”



Jornal Terceira Via

O novo vereador, que o município de Campos acaba de conhecer, traz para a Câmara a própria história política de nosso município. Rafael Diniz é neto do saudoso ex-prefeito de Campos dos Goytacazes -Zezé Barbosa- que governou o município por três mandatos: de 1967 a 1970; de 1973 a 1976 e de 1983 a 1988. É filho do ex-vereador e ex-deputado estadual, Sérgio Diniz, falecido recentemente.

Antes dessa vitória histórica que se concretiza, Rafael teve a dor dilacerante, ao perder em menos de um ano, o seu avô Zezé e seu pai Sérgio, meu companheiro de Candido Mendes.

A vida sem dúvidas nos prega peças inimagináveis. Tenho certeza de que Rafael trocaria essa experiência nova consolidada pelo prazer de estar ao lado de seus maiores ídolos: o pai e o avô.

A vitória de Rafael demonstra que um pleito eleitoral nem sempre segue os métodos tradicionais. Os mais experientes, no afã em desmotivarem os novos a ingressarem na política, sustentam que não há vitória sem serviço prestado ou vultosa quantia em dinheiro.

No caso em questão, essa teoria cai por terra. Diniz foi eleito com os votos de eleitores que reconhecem que seu avô e o seu pai foram, cada qual a sua época, importantes para o engrandecimento de nosso município.

Seria uma grave omissão o não reconhecimento do carisma e da facilidade que Rafael possui em mesclar, em seu temperamento, as qualidades populares do avô e os conceitos rígidos de legalidade de seu pai.

Não restam dúvidas de que independente, de segmento religioso, há uma grande festa familiar no céu. A continuidade da família de políticos Barbosa/Diniz inicia um ciclo que não vem enraizado em ações clientelistas e sim, pautado na vontade do NOVO e na MEMÓRIA saudável do que hoje são doces lembranças.

Não tive a oportunidade de votar no meu ex-aluno Rafael, mas presenciei, com ares de profunda tristeza, a sua dor em ver um dos sonhos de seu pai ser interrompido pelos desígnios de Deus. Todavia, os mistérios da vida giram de forma contínua e se há algum alento para perdas desses entes queridos, um deles é a vitória de Rafael. No próximo ano, a posse de Rafael trará para a Casa do Povo a doce lembrança de Zezé Barbosa e Sérgio Diniz.

Não restam dúvidas de que será uma tarefa árdua para Rafael manter-se na Oposição. Todos nós sabemos que uma oposição, em qualquer legislativo brasileiro, possui obstáculos enormes para manter o mandato viável.

Espero que esse jovem que nasce para a política sem ter exercido qualquer cargo público, experimente bons momentos como colheita da sua vitória. Espero, ainda, que enquanto isso, nós munícipes possamos ser contemplados com os serviços prestados por essa prazerosa novidade política das eleições em Campos dos Goytacazes.

Que Deus, em sua infinita bondade, continue ajudando o jovem Rafael e os demais eleitos a realizarem algo novo que faça a Câmara dos Vereadores de Campos um local onde o futuro dos campistas seja tratado com dignidade, respeito e, sobretudo, ética!

Cláudio Andrade

domingo, 7 de outubro de 2012

Os vereadores eleitos em São João da Barra




Franks Arêas – 1.409 votos
Alex Firme – 1.377 votos
Elisio Motos – 1,326 votos
Aluízio Siqueira – 1.300 votos
Kaká – 1.215 votos
Ronaldo da Saúde – 1.069 votos
Jonas de Barcelos – 1.029 votos
Soninha Pereira – 989 votos
Eziel – 766 votos

OZK

Os novos vereadores de Campos dos Goytacazes






Fonte: Blog Ponto de Vista de Christiano Abreu 

Tadeu Tô Contigo 5.341 votos
Paulo Hirano 4.997
Abdu Neme 4.836
Gil Vianna 4.328
Dayvison Miranda 4.292
Magal 3.894
Fábio Ribeiro 3.557
Campos ainda melhor
Mauro Silva 4.616 votos
Cecília Ribeiro Gomes 2.436
Multiplicando Forças
Nildo Cardoso 6.339 votos
Fred Machado 4.956
Pacto Trabalhista e Social
Neném 3.151 votos
Edson Batista 2.421
PP
Albertinho 4.128 votos
Miguelito 3.566
PTC
Thiago Virgilio 3.388 votos
Ozéias 2.804
Unidos Venceremos
José Carlos 2.931 votos
Alvaro César Faria 2.154
A união faz a força
Dona Penha 1.844
Coração, Liberdade e Esperança
Rafael Diniz 4.384 votos
PHS
Professora Auxiliadora 2.647 votos
PSC
Genásio 3.305 votos
PSB
Jorge Rangel 4.558
PT
Marcão 1.852 votos

Com 15.804 votos Pedrinho Cherene é o novo prefeito de São Francisco de Itabapoana.


Rodrigo Neves (PT) e Felipe Peixoto (PDT) vão disputar o segundo turno em Niterói (RJ)


Neco é o novo Prefeito de São João da Barra


Rosinha Garotinho reeleita para Prefeita de Campos


Fenemê reeleito em São Fidélis


IBOPE aponta Eduardo Paes reeleito com 69% dos votos válidos



Pesquisa boca de urna do Ibope, divulgada pela TV Globo, indica que o atual prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, será reeleito em primeiro turno com 69% dos votos válidos. O segundo colocado é Freixo, com 26% dos votos

SJB: 25% dos votos apurados




Neco (PMDB) 3.637
Betinho (PR) 2.093

Fonte: OZK

Garotinho visita Ciep e procurador considera ação como "boca de urna"




O deputado federal, Anthony Garotinho (PR), foi flagrado visitando um local de votação acompanhado do vereador e candidato a reeleição, Magal e, segundo informações, abraçado a ele ficou em meio a uma aglomeração de pessoas no pátio do Ciep Wilson Batista, em Parque Guarus. 

O deputado era aclamado por cabos eleitorais que cantavam o jingle do candidato a vereador sob o coro de “Au, au, au, Rosinha e Magal”. Para o procurador eleitoral Maurício da Rocha Ribeiro, a conduta de Garotinho caracteriza boca de urna.

As informações são da Jornalista Susy Monteiro da Curva do Rio

Segundo turno inesperado em São Paulo


Com derrota certa na capital, Garotinho coloca a culpa no partido dos Maias








Questionado quanto as eleições no Rio, onde sua filha Clarissa é candidata a vice do filho de Cesar Maia, Rodrigo Maia (DEM), Ele disse que a eleição está definida e admitiu que a campanha que foi conduzida pelo partido cabeça de chapa teve erros.

As informações são do Dia on line.