sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Obras vão garantir água no Estado em 2015, diz Alckmin


O governador Geraldo Alckmin (PSDB) disse nesta sexta-feira, 7, em Boituva, no interior de São Paulo, que o governo não depende apenas das chuvas para evitar que a crise hídrica se estenda até 2015. "Estamos fazendo obras. Além de interligar os sistemas que abastecem a Região Metropolitana de São Paulo, vamos ter a água do Sistema São Lourenço, que iremos trazer de Juquitiba, a 80 quilômetros", disse. "Agora estamos investindo no reúso, um trabalho importante que vai permitir o reaproveitamento da água usada."

No caso do sistema São Lourenço, a água só deve chegar à Grande São Paulo a partir de 2017.
Mesmo reafirmando que a pior fase da crise hídrica já passou com a volta das chuvas no Estado de São Paulo, o governador alertou que, além dos investimentos em obras, ainda é preciso economizar água. "Foi a maior seca dos últimos 84 anos e atingiu principalmente a região nordeste do Estado, onde fica o Sistema Cantareira."

Alckmin garantiu que a dependência do sistema está sendo reduzida. "Antes, o Cantareira representava metade do abastecimento da Grande São Paulo e hoje representa só um quarto. Nós tirávamos 33 metros cúbicos por segundo e agora reduzimos para 19. Com mais um metro cúbico que vamos captar do Guarapiranga, será reduzido para 18 metros cúbicos."

De acordo com o governador, os reservatórios que abastecem a Região Metropolitana de São Paulo estão sendo interligados para evitar que falte água quando um dos sistemas fica comprometido, como ocorreu com o Cantareira. Ele disse que o governo estadual também ajuda os municípios a enfrentar a crise hídrica, lembrando que o governo liberou recursos para ajudar no abastecimento de Itu, em grave racionamento desde fevereiro deste ano.
Duplicação da Raposo

Alckmin esteve em Boituva, região de Sorocaba, para entregar 178 apartamentos da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) para famílias de baixa renda. O governador anunciou a duplicação da Rodovia Raposo Tavares (SP-270), no trecho entre Itapetininga a Ourinhos.

O trecho de 204 quilômetros não será concedido à iniciativa privada e não terá pedágio, pois vai ser feito pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). O projeto será concluído até o final deste ano e a obra será licitada no início de 2015.

O governador esteve também em Sorocaba para a assinatura da doação da área em que será construído um hospital regional. A unidade terá 250 leitos, sendo 96 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e dez salas de cirurgias. A obra será iniciada no início de 2015, com prazo de 24 meses. 

Terceira Via



Promotor de Justiça requer ajuizamento de Ação Penal contra Deputado Estadual



Leiam parte da Representação


O Promotor LEANDRO MANHÃES DE LIMA BARRETO, titular da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva do Núcleo Campos dos Goytacazes, ofereceu REPRESENTAÇÃO contra o ROBERTO SALES HENRIQUES DA SILVEIRA, Deputado Estadual do Rio de Janeiro.

Na representação o Promotor cita que foi titular da 2ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal de Campos dos Goytacazes até 30/6/2012, quando assumiu a titularidade da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva do Núcleo Campos dos Goytacazes/RJ, após remoção voluntária, vencida pelo critério de antiguidade.

Após a remoção do representante, tornou-se titular da 2ª PIP de Campos, também por remoção voluntária, a Dr.ª Renata Felisberto Nogueira Chaves.

Enquanto ainda era titular da Promotoria de Investigação Penal, este representante instaurou em 24 de novembro de 2009, Procedimento Investigatório Criminal para apurar fatos narrados no Inquérito Policial nº 1755/2009 que, apesar de conter dados sigilosos, teve informações vazadas para a imprensa.

O requerente prosseguiu com as investigações, realizando diligências e oitivas, inclusive na cidade do Rio de Janeiro, na sede da 1ª Central de Inquéritos, além de pleitear medidas sigilosas ao Poder Judiciário, que foram deferidas, razão de ter sido decretado o sigilo do procedimento, como determina a Lei e o Conselho Nacional do Ministério Público.

Posteriormente, vislumbrando-se a possibilidade de aplicação do instituto do foro por prerrogativa de função, houve o despacho de remessa dos autos ao Procurador-Geral de Justiça, cuja remessa se deu em 01/6/2011, conforme se extrai do sistema de controle MGP em anexo (Protocolo nº 2011.00580239), somente retornando os autos à 2ª PIP, em 28/5/2013, cerca de um ano após a remoção deste Promotor de Justiça.

Quando os autos baixaram à 2ª PIP, a titular era e ainda é a Dr.ª Renata Felisberto, Promotora Natural do caso.

Como se vê, o procedimento nunca ficou parado sob a presidência do ora representante, que encetou várias e complexas diligências, o que pode ser constatado nos próprios autos e com as cópias em anexo.

Na representação, o Promotor alega que o Deputado Roberto Henriques, de forma livre e consciente, dolosamente e com o nítido interesse de macular a honra do representante, passou a tecer reiteradamente, comentários ofensivos à honra do representante, sem qualquer vinculação com o exercício do seu mandato, em flagrante excesso da prerrogativa de imunidade material relativa ao cargo, o que fez tanto na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro como também em diversos meios de comunicação e redes sociais.

A vontade deliberada de ofender o representante está expressa na quantidade de ocorrências do tema na internet, denotando que o representado buscou espalhar ao máximo, os impropérios contra a honra do representante, o que deve ser rechaçado veementemente.

Cita ainda, o Promotor que ao invés de procurar saber sobre a tramitação do procedimento e sob a presidência de quem ele estava, preferiu o representado assacar ofensas raivosas e depreciativas contra o representante, donde se conclui que teve o intuito deliberado e nefasto de macular a honra deste Promotor de Justiça e do Ministério Público como um todo, violando assim vários artigos do Código Penal.

Alega ainda, o Promotor , que o deputado excedeu os limites da garantia da imunidade material, ao incitar publicamente a população contra o representante, imputando a prática ou a participação em crimes como prevaricação, tráfico de influência, concussão e corrupção.

Assim, deve o representado responder na esfera penal, pelos abusos praticados, por ausência total de relação com o exercício do mandato.

Disse ainda, que o representado quer fazer crer à opinião pública, que o representante foi afastado da investigação, por alguma irregularidade constatada e divulgada por ele, o que é mentira, tudo com o intuito único de usar a calúnia contra o representante, como mote para divulgação de sua candidatura à reeleição.

Trata a questão como uma verdadeira novela, incitando a todos a acompanharem as cenas dos próximos capítulos, ignorando a verdade, conforme lhe convém.

À guisa de exemplos, no dia 15 de abril de 2014, o representado repetiu as ofensas no Blog do Claudio Andrade e no Jornal e site URURAU, além do seu blog pessoal.

A sua fala no site URURAU merece ser transcrita:
“Era para ter promotor e conselheiro tutelar com a carteira cassada, parlamentares com mandato cassado, tudo por prevaricação. Todos prevaricaram.”

No dia 16 de abril de 2014, replicou as notícias no Jornal Folha da Manhã(www.fmanha.com.br), no Jornal Terceira Via(www.jornalterceiravia.com.br) e na Rádio Educativa FM, todos de Campos dos Goytacazes, além do seu blog pessoal, como sempre faz.

Em programa ocorrido em dia não precisado, mas entre os dias 06 e 14 de maio e também nos programas realizados nos dias23 e 28 de maio de 2014 pela Rádio Educativa FM de Campos, o representado voltou a fazer ofensas de mesmo teor, contra o representante, o que pode ser aferido no sítio da internet com endereço https://souncloud.com/#roberto-henriques.

Lá, fez questão de dizer que o inquérito ficou parado no MP de 2009 até 2013; que o PGJ designou nova promotoria; que o MP engavetou, com exceção da Dr.ª Renata Felisberto; que houve tolerância com a corrupção e a pedofilia, acabando por incitar a população a protestar contra as autoridades atuantes no caso.

Fez o mesmo nos programas realizados pela Rádio Continental de Campos, nos dias 22/01/2014 e 10/5/2014, o que pode ser conferido no sítio da internet do youtube (www.youtube.com), buscando-se com as palavras “robertohenriques meninas de guarus”.

Consigne-se também que os registros dos programas de rádio citados poderão ser obtidos diretamente das emissoras de rádio, caso não se consiga ouvi-los pela internet.

Como é notório, o representante não foi afastado do caso, a atual Promotora não foi designada para o caso, muito menos houve mudança de Promotoria por onde tramita a investigação.

O procedimento continua tramitando na mesma Promotoria, ou seja, na 2ª Promotoria de Investigação Penal de Campos, onde o representante foi titular por cerca de 4 anos e se removeu, VOLUNTARIAMENTE, pelo critério de antiguidade, em junho de 2012. Houve a remessa do procedimento à 2ª PIP de Campos, simplesmente porque entendeu o Procurador-Geral, após analisar o feito, que a aquela é a Promotoria de Justiça com atribuição. Em suma, não houve a designação da Promotora Titular do órgão com atribuição, para funcionar no feito.


Diante dos gatos alegados o Promotor Público Lenadro Manhães requereu o ajuizamento da ação penal competente, para que ao final seja o representado julgado e condenado.

Ministério Público se manifesta após coltetiva de Nahim


O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ) vem a público reafirmar que a atuação de seus membros na deflagração da ação penal pública referente ao caso conhecido como Meninas de Guarus se deu no rigoroso exercício de suas atribuições legais e constitucionais. Todas as acusações foram fundamentadas nos seguros elementos de prova colhidos durante as investigações.

O Ministério Público repudia de modo veemente toda e qualquer insinuação irresponsável a respeito da atuação dos promotores de Justiça no caso referido, que se pautou exclusivamente na obrigação do cumprimento da lei, sem qualquer conotação política.

Fonte: Ascom/MP-RJ

Meninas de Guarus”: Nahim coloca MP e classe política sob suspeita


Nelson Nahim, ex-vereador, advogado e réu na ação conhecida como “Meninas de Guarus”, concedeu, na manhã de ontem, em seu comitê eleitoral, uma ‘coletiva’ à imprensa campista.

Nelson Nahim escolheu a linha política para justificar a inclusão pelo Ministério Público do seu nome, no polo passivo da denúncia recebida pelo magistrado Leonardo Cajueiro, da Comarca de São João da Barra.

Nahim disse que respeita o Ministério Público, mas frisou que, naquela instituição, há pessoas com cargos que mantêm ligações “muito íntimas” com o Governo Municipal.

Para Nahim, a prisão foi absurda e motivada por manobras políticas - iniciadas em 2008 - com o objetivo de incriminá-lo. Por orientação dos seus advogados, não revelou o autor dessa articulação.

O ex-vereador afirmou categoricamente que acionará o político que articulou “toda essa farsa”.

Confesso que a opção de Nahim em conceder uma coletiva foi corajosa. Por outro lado, entendo que a linha adotada por ele é arriscada (para não dizer um caminho sem volta).

Ao optar por não citar nomes dos promotores supostamente detentores de relações íntimas com o Governo Municipal, bem como do político que, em tese, foi o mentor da inclusão do seu nome como réu, o ex-presidente da Câmara de Campos coloca no mesmo balaio o órgão ministerial e a classe política por inteiro.

O ex-prefeito interino de nosso município chama para si uma responsabilidade pesada, pois abre precedente para uma linha investigatória complexa, onde ele deixa transparecer nas entrelinhas que todos os dissabores vividos por ele foram intencionais e que há uma linha assustadora ligando MP, Governo Municipal e um político influente.

Com essa linha de defesa informal, o ex-presidente da Fenorte se posiciona e tenta amenizar os danos causados à própria imagem, devido a dezessete dias de encarceramento, no Complexo Penitenciário de Bangu.

Caso o episódio relatado por Nahim seja verídico e provado nos autos da ação em que ele figura como réu, confesso que haverá um momento nebuloso em nosso município.

Imaginar que, devido a uma disputa por espaço político eleitoral, um chefe de família seja incluído em uma ação penal que envolve cárcere privado, drogas e prostituição infantil é de arrepiar.

Seguindo a linha insinuada por Nahim, cogitar que haja promotores com ligação íntima com o Governo Municipal e que, por isso, ele figura como réu, é trazer para o debate uma suposta armação digna de ser apurada por uma força tarefa.

O que deseja Nahim com essa linha adotada? Dizer que é réu devido a uma disputa política e que promotores ligados a um determinado Governo Municipal (que ele não cita qual), e a mando de um político influente resolveram acabar com a sua imagem de homem probo, religioso e chefe de família?

A coragem de Nelson Nahim é digna de aplausos, pois ele terá que juntar todas as peças, citar os nomes e comprovar como esse Sistema vil funcionava.

A sociedade esperou muitos anos pelo início efetivo desse julgamento e agora, já calejada, será paciente.

Afinal, a qualquer réu são assegurados o Contraditório e a Ampla Defesa. E com Nahim não será diferente.

Cláudio Andrade

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

"Meninas de Guarus": magistrado revoga todas as prisões preventivas decretadas e ordena soltura dos réus



O magistrado Rodrigo Rocha de Jesus, de Itaocara, em exercício na Primeira Vara Cível da Comarca de Campos revogou agora todas as prisões preventivas determinadas na ação penal denominada “Meninas de Guarus” determinando que todos os réus sejam colocados em liberdade.


Porém, em relação aos estabelecimentos lacrados, o magistrado preferiu ouvir, primeiro, o Ministério Público.




Mais detalhes em instantes.

Correção: o magistrado é de Itaocara e o seu sobrenome é Rocha.

Prosseguem comemorações pela Semana da Cultura‏ em SJB


Comemorações em São João da Barra tiveram início na segunda-feira e vão até domingo

São João da Barra celebra desde a última segunda-feira a Semana Nacional da Cultura, realizada pela secretaria de Educação e Cultura. As atividades acontecem nos prédios históricos da cidade, que exatamente há um ano, na comemoração pelo Dia da Cultura em 2013, receberam o Selo de Certificação da Organização para Gestão da Qualidade do Patrimônio Cultural – Herity.

Na quarta-feira, 5, a programação foi voltada para o Palácio Cultural Carlos Martins, que durante todo o dia apresentou diversas atrações, como música, dança, teatro e pinturas. Durante todo ano o espaço oferece cursos gratuitos nessas áreas. O Dia da Cultura no Palácio contou ainda com aulão de jazz, desenho, teatro e pintura, todas ministradas pelos professores que desenvolvem as atividades durante o ano.

Além das atividades da Prefeitura, o Colégio Estadual Alberto Torres desenvolveu com seus alunos o I Fórum Estudantil da Cultura, que debateu a preservação e conservação da cultura local no Auditório Municipal. Para a animadora cultural Maria Eni Cajueiro, esse tipo de encontro tem o objetivo de repensar a cultura e envolver alunos e a comunidade de forma geral nesse propósito. “A gente pode pensar na nossa cultura com pessoas que estudam sobre isso, seja para preservação dos nossos prédios, como para nosso patrimônio imaterial”, observou Maria Eni. Na noite anterior, terça-feira, foi realizado pelo Educandário Santa Cecília, no Centro Cultural Narcisa Amália, uma Café Literário.

As comemorações pela Semana da Cultura em São João da Barra acontecem até o próximo domingo. De acordo com a secretária Leide Cristina Soares, a população participa de todas as atividades. “Nossa cidade é um celeiro de artistas e de pessoas voltadas às atividades culturais. Não é por menos que as atividades da Semana da Cultura recebem um bom público todos os dias e, com certeza, não será diferente até o domingo”, destacou a secretária.

O Dia Nacional da Cultura, comemorado todos os anos no dia 05 de novembro, foi criado em 15 de maio de 1970, pela Lei nº 5.579, e marca o aniversário de nascimento do jurista, político, escritor e diplomata Rui Barbosa (1849-1923).

Programação continua
Dia 06 – Quinta-feira - Estação das Artes
9h – Exposição dos artesãos na Estação das Artes com participação de figurantes do grupo de Dança do CEPEG – Grussaí.
Projeto Vivarte
18h - Aulão de ginástica – Professora Carina Meireles
Dia 07– Sexta-feira - Antiga Casa da Câmara e Cadeia
9h – Antiga Casa da Câmara e Cadeia recebe visitantes.
Projeto Vivarte
15h – Apresentação de capoeira com alunos da Apae e de dança do grupo danças do Palácio Cultural.
15h30 – Apresentação da Banda Marcial Normete Galdino Viana.
Dia 08 – Sábado - Centro Cultural Narcisa Amália
15h – Encontro de músicos no Centro Cultural Narcisa Amália.
Dia 09 – Domingo - Praça de São João Batista
Encerramento da Semana Cultural com o projeto Coreto Musical, onde professores e alunos de Dança de Salão estarão se apresentando na Praça de São João Batista.
Projeto Vivarte


Secretaria de Comunicação Social
Rua Barão de Barcelos, 88 - centro
Telefone: 22-2741-7878 Ramal: 205

Garotinho diz que diploma é verdadeiro e publica vídeo da colação




Não sei com que interesses o corregedor do TRE espalhou a falsa notícia para a imprensa, que apresentei um diploma falso de Teologia junto ao tribunal. Conforme vocês poderão ver no vídeo abaixo, essa é a turma que se formou comigo, comemorando como todos fazem. Fiz o curso de Teologia no Seminário Teológico da Igreja Assembléia de Deus de Realengo, dirigido pelo bispo José Alfredo Almeida. Meu diploma é validado pelo MEC, tirei 9,5 na minha monografia de 44 páginas, que tem o título: "Oração: a ação que produz intimidade do homem com Deus". Sinceramente não me resta outra alternativa a não ser processar o ilustre desembargador por essa calúnia. 

Só pode ser mais uma dessas ações encomendadas contra mim. Tenho até o histórico escolar com minhas notas em todas as matérias, que cursei ano a ano. Tudo regular, conforme determina a lei. Aliás, uma boa pergunta é saber qual o interesse do desembargador do TRE no meu diploma de Teologia. Mas em todo o caso quero deixar claro, frequentei as aulas, como outro aluno qualquer, ao lado de Rosinha, que também fez o curso, fiz provas, participei da formatura conforme podem ver no vídeo abaixo, e ainda fui o orador da turma. Só posso encarar isso como perseguição.

Blog do Garotinho

Nahim diz: "pessoas com cargos no MP tem ligações muito íntimas com o Governo Municipal”


“Quando você não tem prova, é leviano levantar nome de alguém. Mas há muitas coincidências: Não tenho nada contra às instituições. Presidi dois poderes (Câmara e Prefeitura de Campos), tenho o maior respeito pelo Judiciário. Não estou aqui questionando a decisão do juiz, que pelo livre convencimento dele achou que deveria tomar essa decisão. Respeito demais o Ministério Público, grandes promotores de Justiça, mas há grandes coincidências. Muitas coincidências que me levam, e não vou citar nomes, mas pessoas com cargos no Ministério Público tem ligações muito íntimas com o Governo Municipal”

Nelson Nahim.

Fonte: Folha da Manhã

"Programa Cláudio Andrade" apresenta a situação crítica de Santa Maria



TRE suspeita que diploma de Garotinho seja falso


Alvo de investigação por abuso de poder econômico no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o deputado federal Anthony Garotinho, do PR, é suspeito de ter apresentado um diploma falso de bacharel em teologia da Faculdade de Ciências, Educação e Teologia do Norte do Brasil (Faceten), em Pricumã, Boa Vista, Roraima.

No Diário Oficial de ontem, o Corregedor Eleitoral Alexandre Mesquita, determinou expedição de mandado de busca e apreensão dos documentos na entidade, autorizando inclusive o auxílio de força policial.

A matéria pode ser conferida AQUI

Nelson Nahim nega participação no caso “Meninas de Guarus”



O ex-prefeito e ex-vereador de Campos, Nelson Nahim, negou há pouco qualquer participação de envolvimento no caso Meninas de Guarus, que vem sendo investigado pelo Ministério Público Estadual (MPE-RJ). O acusado está dando uma coletiva de imprensa nesse momento no seu comitê de campanha, no Centro da cidade. Esta matéria será atualizada no transcorrer da coletiva.

Nahim foi posto ontem em liberdade. Ele foi preso no dia 17 de outubro e, no dia seguinte à prisão, ele foi transferido da Casa de Custódia de Campos para a Cadeia Pública Pedrolino Werling de Oliveira, Complexo Gericinó (Bangu 1), no Rio de Janeiro.

Nahim classificou de absurda sua prisão que, segundo alega, foi motivada por manobras políticas - iniciadas em 2008 - com o objetivo de incriminá-lo.
“Por orientação dos meus advogados, não posso revelar ainda quem fez isso”, disse.

Nahim disse que os dezessete dias que passou na prisão serviram para conversar com Deus sobre a injustiça que alega ter sofrido. Ele denunciou que seus detratores ainda arrumaram alguém muito parecido com ele para tornar possível toda essa confusão em torno de seu nome. O ex-vereador prometeu entrar com uma ação contra o político que articulou o que chamou de “toda essa farsa”. Perguntado sobre suas relações com os outros dezenove acusados, ele disse que conhece alguns, mas não mantém “grau de amizade”.

Na coletiva que terminou às 10h30, Nahim chegou a dizer que as duas pessoas com quem dividiu a cela em Bangu 1 perguntaram – surpresas - o que ele fazia ali.

Terceira Via.

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

21ª. Semana do Saber-Fazer-Saber



A Semana do Saber-Fazer-Saber é um evento tradicional do câmpus Campos-Centro do IF
Fluminense desde os tempos da Escola Técnica Federal de Campos, em que é feita uma prestação de contas à sociedade em relação ao saber produzido na instituição.

Promovido desde 1987, o evento chega neste ano de 2014 à sua 21ª Edição, que acontecerá entre os dias 05 e 08 de novembro (visitação nos dias 5, 6 e 7 das 14 às 20h, com entrada franca ao público em geral). As atividades do evento estão organizadas da seguinte forma:
• Exposição de Projetos educacionais, científicos e tecnológicos: tem como objetivo estimular o desenvolvimento da criatividade e capacidade inventiva na obtenção de soluções que contribuam para o desenvolvimento tecnológico nas diversas áreas de ensino do IF Fluminense. A exposição contribui para a popularização da ciência e da tecnologia, sendo uma forma de difundir os conhecimentos produzidos na instituição para o público visitante, e também aliar os saberes teórico e prático para uma formação mais completa do nosso aluno. Para esta edição foram propostos pouco mais de 200 projetos em todas as áreas de conhecimento trabalhadas nos cursos do nosso câmpus.

• Atividades Esportivas: a inauguração do novo Ginásio de Esportes ocorrerá no dia 31 de
outubro, contando com apresentações esportivas e artísticas (Banda de Fanfarra, Espetáculo Cênico, Abertura dos JIFETs, Basket-Show). O câmpus sediará entre 31 de outubro e 3 de novembro os JIFETs na modalidade Basquete, coma presença de equipes de Instituições Federais da Região Sudeste. Para os dias de visitação da Semana do Saber-Fazer-Saber, estão previstas competições envolvendo equipes do IF Fluminense e diversas equipes convidadas.

• Apresentações de Arte e Cultura: possuem o objetivo de divulgar toda produção artística e
cultural da nossa instituição, oferecendo ao público momentos de lazer e descontração com
qualidade. Acontecerão durante o evento Exposições de Artes Plásticas e Visuais, Apresentações Musicais na Concha Acústica (Lançamento do DVD do II MUSIFF),
Orquestra de Violões, Apresentações Teatrais, Oficinas de Fotografia, Pintura e Desenho Artístico. Com destaque, citamos a Oficina de Expressão Corporal e a abertura solene do evento com a apresentação do projeto “Solta o Som, Maestro!” da companhia Musicatto.

• Atividades Acadêmicas como palestras, oficinas, debates e minicursos em diversas áreas de conhecimento, com programação ainda a ser definida e divulgada.

• Oportunidade para Visita de Escolas com guias voluntários que acompanharão grupos de
alunos, percorrendo o câmpus para visitação à exposição de projetos, explicações sobre os
perfis de atuação de cada Curso Técnico da instituição, de modo que seja fornecido aos alunos visitantes um panorama geral dos cursos ofertados, que pode ser útil na tomada de decisão sobre qual área profissional seguir. A visita deverá ser agendada por meio do site do evento até o dia 3 de novembro. Ao todo serão oferecidas 15 sessões de visitas durante os três dias de visitação do evento.

Para maiores informações sobre o evento e programação em geral, basta acessar o site do evento:
semanadosaber.iff.edu.br

"Meninas de Guarus": após ser solto, Nelson Nahim convoca a imprensa


Caros amigos da imprensa, a pedido de Nelson Nahim vimos convocar todos vocês para uma coletiva onde ele estará dando esclarecimentos e respondendo a perguntas.
Sera amanha 06/11/2014 as 9:30 da manha, no antigo comitê a rua Lacerda Sobrinho próximo a Catedral (altos do antigo Dib's Fotografia)

Desde já agrademos e contamos com a presença de todos

Att

Fabiano Gomes

Codenca coloca na conta do povo a identificação das sepulturas no Cemitério do Cajú


PORTARIA 008/2014

O Presidente Interino da Companhia de Desenvolvimento do Município de Campos dos Goytacazes - CODEMCA, Wainer Teixeira de Castro, nomeado pela Portaria n.° 3279/2013 publicada no diário oficial do dia 29 de novembro de 2013, no uso de suas atribuições legais, conferidas pelo DECRETO N° 31/2014, tendo em vista o Termo de Ajustamento de Conduta de 21 de junho de 2006, Inquérito Civil nº 259/02, em especial a especificação da cláusula primeira, no que diz respeito a confecção de placas de granito/mármore com numero de identificação das sepulturas, RESOLVE: determinar que ficará a cargo dos proprietários das sepulturas do cemitérios do Caju e dos demais cemitérios públicos, a identificação, ou a “gravação” do número de identificação de sepultura.

Campos dos Goytacazes, 03 de novembro de 2014.

Wainer Teixeira de Castro
Presidente Interino
CODEMCA

Recesso forense: TJ do Rio regulamenta Plantão Judiciário de 1ª Instância


O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro regulamentou o Plantão Judiciário do período do recesso forense, compreendido entre 20 de dezembro de 2014 e 6 de janeiro de 2015. O Ato Normativo Conjunto nº 13/2014, assinado pela presidente do TJRJ, desembargadora Leila Mariano, e pelo corregedor-geral da Justiça, desembargador Valmir de Oliveira Silva, foi publicado na edição desta terça-feira, dia 4, no Diário da Justiça Eletrônico.

No recesso, o Plantão Judiciário noturno funcionará na Avenida Rodrigues Alves 731-A, Saúde, assim como o Plantão Judiciário diurno nos dias de feriado e finais de semana durante este período (20, 21, 24, 25, 27, 28 e 31 de dezembro de 2014 e 1º, 3 e 4 de janeiro de 2015).

Nos dias 22, 23, 26, 29 e 30 de dezembro de 2014 e 2, 5 e 6 de janeiro de 2015 funcionará na comarca da Capital o Plantão Diurno de Recesso das 11h às 18h. As serventias de plantão e atendimento às partes e aos advogados funcionarão na Avenida Erasmo Braga, 115, salas 101, 102 e 103 do corredor A – Lâmina I e a Central de Mandados ficará na sala 104. Já no Beco da Música, Lâmina V do Complexo do Fórum Central, funcionarão a Defensoria Pública (sala T05), gabinetes dos magistrados cíveis e criminais e Ministério Público (sala T06).

No interior, o plantão do recesso será realizado nas dependências da serventia do juízo designado. Nas comarcas de Duque de Caxias, Nova Iguaçu/Mesquita, Magé/Regional de Vila Inhomirim, São João de Meriti, Nilópolis, Belford Roxo, Queimados, Guapimirim e Japeri, o plantão será centralizado no Fórum da Comarca de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

O Plantão Judiciário do recesso utilizará apenas processos físicos, não sendo admitida a forma eletrônica nem para pedidos vinculados a processos eletrônicos em curso. O Protocolo Geral do Fórum Central (Proger) voltará a funcionar normalmente a partir do dia 5 de janeiro de 2015.

S.F./ M.C.O.

Povo enganado, vereadores dependentes e Edson reeleito


Após muita dissimulação, falsos levantes e receio de perda de cargos dentro da Administração Pública, a maioria dos vereadores, que nunca foram e jamais serão “independentes”, acataram as ordens do líder político Garotinho e reelegeram Edson Batista para o próximo biênio.

A nova Mesa Diretora da Câmara de Campos dos Goytacazes será composta por Edson Batista (presidente), Thiago Virgílio (vice), Abdu Neme (primeiro secretário), Miguelito (segundo secretário) e Auxiliadora Freiras (segunda vice-presidente).

A eleição transcorreu da seguinte forma: escolheram votar na chapa do governo, imposta por Garotinho, os seguintes edis: Edson Batista, Álvaro César, Abdu Neme, Miguelito, Auxiliadora Freitas, Altamir, Alexandre Tadeu, José Carlos, Paulo Hirano, Dona Penha, Neném, Álvaro César, Kellinho, Mauro Silva, Thiago Virgílio, Ozéias e Cecília Ribeiro Gomes.

Na chapa composta pela Oposição, votaram Nildo, Marcão, Rafael, Fred, Gil e Magal.

Diante desse resultado, continuaremos com um médico na Presidência, mas a forma de fazer política dentro da Casa do Povo mostrou-se portadora de uma doença terminal e em fase de metástase.

Durante quinze dias, a maioria dos “independentes” atuou no palco da Política. Foram protagonistas de uma peça teatral de quinta categoria em que o enredo era dotado de falhas que não convenceram a plateia.

Esses vereadores contaram para a imprensa e para os eleitores uma história inverídica em que os plebeus derrotavam o rei, tomavam o castelo e escolhiam, com soberania, o novo detentor da coroa.

Alguns eleitores acreditaram nesse canto recheado de falácias e até defenderam os comprovadamente dependentes de cargos.

Isso mesmo. Esses edis ‘roedores de cordas’ precisam de vagas dentro do Poder para não morrerem de inanição.

Essa dependência se tornou pública e traz para os eleitores a sensação de que não estão sendo representados. E sim, assistindo aos vereadores se tornarem secretários de luxo do candidato derrotado ao Governo do Estado do Rio, Anthony Garotinho: o mesmo que despacha dentro do Cesec no lugar da prefeita Rosinha.

Esses vereadores, que se tornaram secretários de luxo, a cada dia perdem um pedaço de suas línguas. Alguns já estavam mudos desde a véspera da eleição, uma vez sabendo que a queda de braço dos “independentes” com o chefe do cofre era jogo de cena.

No ano de 2016, teremos uma nova eleição para a Câmara dos Vereadores e gostaria de pedir a todos os leitores dessa Coluna que reflitam acerca do real significado da palavra vereador.

Esses vereadores sabem que se não obedecerem ao Sistema, amanhecerão chorando diante das exonerações, no Diário Oficial, de seus indicados.

Diante disso, não se pode aceitar que a ‘Casa do Povo’ continue a ser um cômodo do Cesec onde as ordens vindas do líder político são recebidas sem qualquer contestação.

A verdade é que a chibata ‘comeu solta no lombo’ dos vereadores e o senhor de Engenho da Lapa conseguiu colocar ordem e impôs a reeleição de Edson Batista.

Ao ler este artigo, muitos podem afirmar que esse é um Sistema adotado em todas as casas legislativas. Porém, resido em Campos, amo a minha cidade, aqui crio os meus filhos e não posso achar natural que os representantes do povo passem a ser secretários de uma liderança política.

O escritor Machado de Assis já dizia que a gratidão de quem recebe um benefício é bem menor do que o prazer daquele de quem o faz.

Caros Vereadores! A gratidão de vocês com a manutenção dos cargos custou-nos o nosso respeito. Enquanto isso, apenas uma gota de suor daquele que é dono do tabuleiro e mantém a maioria de vocês amarrados no ‘bolsa cargo’: o Garotinho.

Cláudio Andrade

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Genásio fala de interesses pessoais e da atribuição de vereador trocada por cargos e secretaria


“CARTA ABERTA DO VEREADOR GENÁSIO

Como homem de enorme fé em Deus, defensor dos valores da família e comprometido com o bem estar da população da minha cidade, que me confiou com 3 305 votos um mandato de vereador, não poderia jamais me omitir quanto a meu posicionamento em relação à eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes.
Desde o início me posicionei contrário a reeleição do atual Presidente o Dr. Edson Batista.

Os motivos são muitos, mas vou resumir nestes pontos:

1- No Biênio 2013/2014, o Dr. Edson Batista realizou uma gestão centralizada em seu pequeno grupo da Mesa Diretora, não permitindo participação dos demais vereadores nas decisões dos rumos da Câmara Municipal.

2- Não houve diálogo com os vereadores para buscar soluções para atender as demandas da população, que são muitas, apenas o grande interesse da presidência em rapidamente fazer as licitações e contratos para gastar o orçamento da câmara.

A GRANDE VERDADE é que quase a totalidade dos vereadores estava insatisfeita com a gestão do Dr. Edson Batista, mas não tinham coragem de se expressar.

Diante deste posicionamento eu e mais 10 vereadores nos reunimos em local público e aberto, onde iniciamos um diálogo que é de nosso direito, para que fosse realizada a verdadeira mudança na Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes.

Infelizmente, com poucas honrosas exceções a maioria desses companheiros desistiu deste objetivo em troca de benefícios pessoais.

Não pretendo julgar ninguém, mas minha opinião é que eles venderam todos os sonhos dos seus eleitores, de uma cidade mais justa e de melhor qualidade de vida para a população.

Eu sou vereador aliado ao Governo da Prefeita Rosinha Garotinho, por reconhecer publicamente todos os benefícios que a prefeita vem trazendo para a população, como passagem a 1 real, o cheque cidadão, as milhares de casas do MORAR FELIZ, e várias obras no meu bairro Parque Esplanada e vizinhos como Julião Nogueira, Nova Brasília e Pecuária.

O que estava em questão é nosso posicionamento interno sobre a direção da Câmara dos Vereadores e não com relação ao Executivo, embora muitos fizessem questão de distorcer estes fatos.

Minha consciência está totalmente tranquila, muito diferente daqueles que reelegeram o Dr. Edson Batista por motivos inconfessáveis.

Vida que segue, pois temos mais 2 anos de mandato com importantes missões para legislar em benefício da população, atribuição importante de um vereador que não pode de maneira nenhuma ser trocada por cargos ou uma secretaria.

Grandes coisas estão por vir …
Que Deus nos abençoe”.

Blog do Bastos

"Meninas de Guarus": algumas alegações da desembargadora na soltura de Nahim


A Desembargadora da Segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro alegou decurso do tempo desde os fatos ocorridos e algumas divergências pontuais nos depoimentos para deferir o pedido de liberdade contido no Habeas Corpus impetrado pelos advogados do réu Nelson Nahim.

Neném "independente" só se for ao lado de Rosinha e Garotinho


Venho neste espaço tão democrático falar sobre a eleição da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Campos, primeiramente estou muito feliz pela vitória do meu companheiro e amigo Dr Edson Batista o qual sempre demostrei o meu total e irrestrito apoio para Presidente da Câmara, pois como Vice-Presidente do PTB me sinto honrado de termos um membro do partido como Presidente da Casa de Leis do nosso Município, e reafirmar o meu apoio ao Governo, pois fui eleito com 3.151 votos com o apoio da Prefeita Rosinha e do nosso líder político Garotinho.

Quanto ao bloco intitulado pela mídia de Independentes, venho afirmar que participei de várias reuniões com os outros vereadores, porém quando participei da primeira reunião com os mesmos eu afirmei que só estaria participando se o grupo estivesse ao lado da Prefeita Rosinha e do nosso líder Garotinho, mas quando este grupo começou a chamar a oposição para fazer uma chapa e concorrer à eleição da Câmara, eu prontamente me afastei, pois não acho certo caminharmos contra o Governo, já que a minha intenção nunca foi essa e sim manifestar minhas insatisfações.

Deixo aqui o meu esclarecimento e vamos juntos!

Retirado do facebook do vereador.

Roberto Henriques fala do caso "Meninas de Guarus" em A Polêmica



Relação de dependência e de cargos conduz Edson Batista para mais um biênio na Câmara


A nova Mesa Diretora será composta por: Edson Batista (presidente), Thiago Virgílio (vice), Abdu Neme (primeiro secretário), Miguelito (segundo secretário) e Auxiliadora Freiras (segunda vice-presidente).

Fonte: Blog do Bastos 

Rosinha recebe convite formal de Roberto Henriques para ir ao programa "Espaço Aberto"

Clique para ampliar

O deputado estadual Roberto Henriques convidou, formalmente, hoje a prefeita de Campos, Rosinha Garotinho, para participar do programa "Espaço Aberto" no próximo sábado.

De acordo com o deputado, como o programa recebe muitas reclamações da população em diferentes áreas, como saúde, educação, transporte público, dentre outros, seria importante a participação da prefeita, ao vivo, respondendo às questões dos moradores, que participam através do telefone.

O programa Espaço Aberto é apresentado por Roberto Henriques e vai ao ar todo sábado, de 10h às 12h, na rádio Continental AM.

Assecom do parlamentar.

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Campanha alertando sobre a seca será lançada em SJB‏


Iniciativa do Ministério Público Federal, com apoio da secretaria de Meio Ambiente, acontece nesta terça-feira, no Ciep Gladys Teixeira


A campanha nacional “No Fluxo da Vida, Cada Gota Conta”, desenvolvida pelo Ministério Público Federal, será lançada em São João da Barra nesta terça-feira, 04, às 10h, no Ciep Municipalizado Gladys Teixeira. O Objetivo é alertar alunos, professores, pais de alunos e a população de um modo geral sobre a seca histórica que castiga o rio Paraíba do Sul com consequências sobre importantes reservatórios em SP, RJ e MG, e que deixa em alerta toda a sociedade brasileira com relação aos recursos hídricos.

Haverá exposição de fotos sobre o rio Paraíba do Sul, em diversos períodos de sua história, mostrando a gravidade da situação atual, inclusive quando comparada com outros períodos de seca. Os alunos terão, também, uma aula especial sobre a importância da recuperação e preservação do rios, em especial, no caso deles, do rio Paraíba do Sul. Na oportunidade, será lançado um concurso de redação que premiará com certificados expedidos pelo MPF os alunos que melhor discorrerem sobre a importância de preservação dos rios.

Ainda neste mesmo dia, um grupo de crianças, devidamente acompanhadas e monitoradas pela Guarda Civil Municipal, distribuirá panfletos aos motoristas. Coma campanha, o MPF pretende promover uma mudança no modo de ver e tratar os recursos hídricos e contribuir com o uso comedido da água, evitando-se escassez, conflitos, racionamentos e implementando uma gestão eficiente do meio ambiente no concernente à água doce.

A secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos de São João da Barra apoia a iniciativa que, segundo o secretário Marcos Sá, é bastante oportuna. “O momento é grave e ações como essa ajudam a mobilizar a população em torno dessa causa. Mais do que economizar água nesse período crítico, é preciso que tenhamos um novo comportamento em relação aos nossos recursos hídricos. A Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos, em parceria com a SECOM, lançou também a sua campanha de conscientização para o uso sustentável dos recursos hídricos ”, destacou.


Secretaria de Comunicação Social
Rua Barão de Barcelos, 88 - centro
Telefone: 22-2741-7878 Ramal: 205

Caso "Meninas de Guarus": soltura de Nahim será amanhã por falta de oficial de justiça


Apesar da decisão favorável concedida pela desembargadora da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, o réu Nelson Nahim só deixará o presídio amanhã.

Isso se deve ao fato de que até as 16 horas de hoje não havia oficial de justiça para cumprir a ordem emanada pela desembargadora Rosa Helena Penna Guita. Até ao meio dia de amanhã, ele já deve estar solto.

Caso "Meninas de Guarus": HC deferido pela 2ª Câmara Criminal e Nahim responderá em liberdade


A Desembargadora Rosa Helena Penna Guita, da Segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro deferiu, em sede de Habeas Corpus, o pedido de soltura formulado pelos advogados de defesa do réu Nelson Nahim, ex-vereador de Campos dos Goytacazes.

Como o blog publicou o nome de Nelson Nahim quando o mandado de prisão em seu desfavor foi cumprido, nada mais justo dar publicidade a decisão da desembargadora que concedeu a sua soltura.

Ele agora responderá em liberdade.

As faces e os interesses dos onze vereadores da Situação


A disputa pela Presidência da Câmara de Campos dos Goytacazes está servindo para que possamos, de uma vez por todas, entender as prioridades de alguns políticos.

Desde que onze vereadores resolveram falar grosso com o líder político Garotinho a sociedade eleitora de nosso município pode comprovar que há milhares de coisas mais importantes em uma negociação política do que os anseios da população.

A falta de transporte público em Largo do Garcia e Conceição do Imbé. A inexistência de água potável em Aroeira e Parque Palmares. O estado de ‘terra arrasada’ no Parque Real, o esgoto a céu aberto em Mata da Cruz e a escola fechada em Correnteza deveriam ser os problemas cobrados pelos vereadores, ao chefe de fato da Prefeitura, o candidato derrotado ao governo do Rio, Anthony Garotinho.

Porém, a contenda é personalíssima e envolve cargos dentro da estrutura administrativa, que deveria ser comandada de fato e de direito pela Prefeita eleita Rosinha Garotinho.

Esses onze vereadores que visitam os domicílios dos campistas, de quatro em quatro anos, atrás de votos e com promessas mirabolantes, muitas delas que não são de sua função, ao que parece, desistiram do povo.

A impressão que fica dessa tentativa simulada de levante, é que a manutenção dos cargos depende da oferta escancarada de empregos. Isso está claro quando presenciamos alguns vereadores que estavam decididos a marchar com a Oposição, mas, após um afago mais profundo, voltaram ao estado de letargia e para os braços do líder.

Essa situação é vergonhosa, pois prova que estamos longe de termos uma ‘Casa do Povo’ composta por representantes que sejam o espelho da população. Várias pessoas estão clamando por ajuda no Beco Santo Antônio, em Santa Maria e na localidade de Tocaia, porém são os cargos oferecidos pelo Garotinho, o sonho de consumo.

Não consigo compreender o motivo pelo qual um vereador não consegue sobreviver com a sua remuneração mensal, de aproximadamente nove mil reais. Somados por quatro anos de mandato, esse valor chega ao patamar de trezentos e sessenta mil reais, aproximadamente, sem contar o décimo terceiro salário.

O valor arrecadado com o cargo é muito maior do que a remuneração obtida durante a vida inteira por milhares de campistas. Será que esse numerário não é o suficiente para poder exercer com dignidade o cargo conquistado mediante a vontade popular?

Precisamos de uma reforma conceitual para passarmos ao eleitor, o verdadeiro significado de algumas palavras como ‘representação’, ‘vereador’, ‘respeito’ e ‘ética’.

Por outro lado, vejo com bons olhos o interesse cada vez maior da população menos abastada em resolver seus problemas. Durante minhas visitas pelo interior, com a equipe do “Programa Cláudio Andrade” constato a voluntariedade dos necessitados em apresentar suas dificuldades em busca de uma solução.

São homens e mulheres incrédulos, pois sabem que escolheram um município rico para construírem suas histórias, mas estão diante de uma realidade covarde e injusta.

Além dessa constatação triste, essa população começa a descobrir que os vereadores, ao contrário de defendê-los, estão mais interessados em suas respectivas reeleições e para isso, precisam pedir a benção a quem possui a chave do cofre.

O fantástico escritor Machado de Assis já dizia que a mentira é muitas vezes tão involuntária como a respiração. A hora é de satisfação, sendo assim, caros vereadores, que tal falarem a verdade?

Cláudio Andrade

domingo, 2 de novembro de 2014

Auxiliadora Freitas: "A única pessoa ligada à mim na prefeitura é o meu esposo. Não a meu pedido"


Quando se coloca os vereadores se está generalizando. E isto não é o salutar ao processo democrático e nem a tão importante ética na comunicação das notícias. Quero dizer que se for para todos que estão na política serem colocados como iguais e não se separar joio e trigo quero afirmar que infelizmente serei obrigada a deixar a política de mandato. 

Engraçado parte da imprensa não divulga por exemplo o mandato propositivo que venho fazendo com dezenas de leis já aprovadas, conquistas para a educação e cultura como também soluções encaminhadas pela comunidade. Não tenho filhos nem parentes na prefeitura.

A única pessoa ligada à mim na prefeitura é o meu esposo. Não a meu pedido. Mas a convite da prefeita por ser um amigo de sempre, competente e honesto em suas atividades. Gostaria que me fosse dada pelos nossos meios de comunicação a oportunidade de divulgar meu mandato. Sinceramente até hoje não vi nenhuma notícia sobre meu mandato.

O que vejo são atitudes meramente políticas a favor ou contra a A.B.ou C. Convido a todos para nos visitar em nosso gabinete trazer sua demandas e conhecer nosso trabalho. Não tenho caminho novo, o que tenho é o meu jeito caminhar . E nele não há lugar para traição, corrupção, valores e princípios não cristãos. Esta é a minha história . Não vou permitir que momentos difíceis no processo político deixe em dúvidas meus amigos, conhecidos, eleitores e familiares em relação a minha postura. Dar nomes aos donos dos atos é o correto.

Grata pela atenção.
Auxiliadora Freitas
Vereadora

Postado em meu facebook. Resposta ao questionamento: "Os vereadores estão lutando pelo povo ou por cargos na administração de Rosinha Garotinho?"

Vereador Albertinho manda recado para líder político


"Boa noite amigos!! Façam uma reflexão.

Tem líder político que não conhece nem o ódio, nem o amor. São conduzidos pelo interesse e não pelo sentimento.

Tem líder político que divide os seres humanos em duas classes: instrumentos e inimigos".

Vereador Albertinho
Via facebook