quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Rosinha convida Geraldo Venâncio para à Saúde e médico reluta


O blog foi informado de que Rosinha convidou Geraldo Venâncio para ser o novo secretário de saúde de Campos.

Porém o médico não quer deixar a secretaria que atualmente ocupa, pois quer ser candidato a vereador em 2016 e os principais projetos sociais do governo, como cheque cidadão, SOS habitação, defeso, dentre outros estão ligados a sua atual secretaria, a da Família e Assistência Social.

Consorte de Rosinha corta privilégios dos vereadores aliados

O blog foi informado de que ocorreu na casa de Rosinha uma reunião de Garotinho com os vereadores da base e secretários municipais.

O marido da prefeita informou aos edis que não haverá mais as “listas extras” e que o momento é de cortar gastos.

Segundo o consorte de Rosinha a única coisa que será mantida serão os DASs referentes às secretarias.

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Marido de Rosinha na Educativa FM

O marido da Prefeita Rosinha vai apresentar um programa de rádio na Educativa FM.

Agora está explicado um monte de coisas que vinham acontecendo.....

Perguntinha básica: a FAFIC pode locar espaço radiofônico?

O Globo cita homenagem de Roberto Henriques à ABRH


O jornal O Globo, na coluna "Gestão de Pessoas" do caderno Boa Chance do último dia 28, destacou o título de "Utilidade Pública" concedido à Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH) pelo deputado estadual Roberto Henriques. A honraria garante reconhecimento da ABRH por ser uma instituição prestadora de serviços à sociedade e sem fins lucrativos.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Rosinha reúne secretários para tratar das demissões


Rosinha fez na tarde de hoje, no CESEC, uma reunião ‘secreta’ com os secretários municipais. Os assuntos da pauta foram às demissões que continuarão a ocorrer no âmbito dos contratados e também dos DAS.


A possível renúncia de Rosinha


O blog foi informado de que a Prefeita Rosinha está buscando uma alternativa jurídica para poder renunciar ao cargo, levando consigo, o doutor ‘Chicão’.

Já inclusa no instituto da reeleição, a ex-governadora não pode lançar, pelo menos em tese, nenhum familiar ao cargo de Prefeito de Campos, nas eleições de 2016. 

Por isso, a guerra simulada pela Presidência da Câmara. Sem Edson Batista (segundo na ordem sucessória) a situação de Rosinha estaria pior, caso ela renunciasse.

Segundo fontes, o grupo político encomendou uma pesquisa para consumo interno, para avaliar pretensos candidatos, incluindo alguns nomes que poderiam participar da sucessão de Rosinha e os resultados foram péssimos.  

Pudim (deputado estadual) e Mauro Silva (vereador), por exemplo, tiveram resultados pífios na aferição. Fora da pesquisa, mas também cogitado, ‘Bruninho’, pelo menos, por enquanto, foi descartado, pois o marido de Rosinha não confia em ‘Betinho’, ex-prefeito de São João da Barra e pai de ‘Bruninho’.

Restou para Rosinha, Wladimir, seu filho. Porém, a afirmação do ex-presidente municipal do PR, em vídeo, publicado na net, afirmando que a prefeitura de Campos não tem dinheiro para cumprir com as suas obrigações, colocou uma interrogação no trabalho que poderia ser feito em cima do seu nome.

Para que a possível renúncia de Rosinha não seja objeto de ações judiciais, a Procuradoria do Município já possui uma linha jurídica a ser adotada. 

Não restam dúvidas que o momento é ruim para o grupo e qualquer aferição feita nesse momento seria desastrosa. Porém, estamos longe do pleito municipal e muita coisa pode mudar.

A constatação é que Rosinha não está preocupada com os rumos administrativos do município e sim, com a possibilidade de perpetuar a sua família no poder. 

Além disso, a Procuradoria, por seus membros, não deveria estar trabalhando nessa questão. A Procuradoria defende os interesses do ente federativo (no caso, a Prefeitura de Campos). 

O desejo de Rosinha é de cunho político partidário e cabe aos seus advogados particulares a incumbência de encontrar brechas jurídicas que viabilize, sem danos, os interesses de Rosinha.

domingo, 28 de dezembro de 2014

Avião da AirAsia com 162 a bordo some após decolar da Indonésia


Um Airbus A320-200 da AirAsia, com 155 passageiros a bordo e 7 tripulantes, que fazia a rota entre a Indonésia e Cingapura, sumiu do radar neste domingo (28), informaram o Ministério dos Transportes indonésio e a companhia aérea.

Segundo porta-voz do Ministério dos Transportes da Indonésia, a aeronave perdeu contato com o controle de tráfego aéreo de Jacarta às 6h17 (horário local; 20h17 de sábado, 27, no horário de Brasília). O avião desapareceu ao voar sobre as águas ao sudoeste da ilha de Bornéu e em mau tempo.

G1.

MP divulga nota sobre Santa Casa de Campos


NOTA OFICIAL

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, pelo Promotor de Justiça Leandro Manhães de Lima Barreto vem apresentar as informações obtidas com após 5 dias de análise parcial dos documentos obtidos com a intervenção na Santa Casa de Campos.

A Santa Casa atualmente possui as seguintes dívidas tributárias, sem prejuízo de outras ainda não identificadas:

– CONTRIBUIÇÃO SOCIAL, desde junho de 2013, no valor de R$ 47.491,57. Com os juros e multa incidentes, totalizam R$ 58.925,24;

– INSS, desde junho de 2014, no valor de R$ 1.027.288,25. Com juros e multa, totalizam R$ 1.194.361,02;

– FGTS, desde agosto de 2014, no valor de R$ 524.156,39. Com juros e multa, totalizam R$ 570.139,66;

– IMPOSTO DE RENDA, desde fevereiro de 2014, no valor de R$ 779.887,87. Com juros e multa, totalizam R$ 937.996,77;

– PIS, desde janeiro de 2014, no valor de R$ 144.001,04. Com juros e multa totalizam R$ 174.708,22.

Somados, os valores totalizam R$ 2.936.130,91.

Sem a quitação das dívidas fiscais, a Santa Casa não conseguirá renovar em janeiro de 2015 a Certidão Negativa de Débitos, sem a qual não pode receber repasses de verbas públicas.

Vale registro que a Santa Casa tem cerca de 95% de seu atendimento pelo SUS. Sem a quitação dos tributos, não receberá verba alguma do SUS e terá que fechar as portas.

A Santa Casa está devendo os salários dos funcionários referente a:

– novembro de 2014, no valor de R$ 1.604.845,39;

– dezembro de 2014, no valor de R$ 2.023.809,21;

– 2ª parcela do 13º salário, no valor de R$ 465.000,00.

Isso dá um total de R$ 4.093.654,60.

As dívidas com médicos e empresas médicas giram em torno de R$ 2.100.000,00.

A Santa Casa tomou empréstimos bancários com a UNICRED e com a Caixa Econômica Federal, dando em garantia receitas futuras do SUS, da ordem de 10 milhões de reais, já havendo parcelas com vencimento até 2021.

Um dos contratos estabelece que a Santa Casa deve manter em garantia, permanentemente, um saldo de R$ 450.000,00 na conta corrente, valor este que fica retido e vem fazendo muita falta para o pagamento das dívidas, principalmente com fornecedores, o que gerou a suspensão do fornecimento de materiais e medicamentos, com comprometimento da saúde dos pacientes internados.

Tais dívidas já comprometem as futuras gestões da instituição.

As dívidas com fornecedores giram em torno de 8 milhões de reais, podendo chegar a valores maiores.

A Santa Casa possui dívidas de R$ 3.178.369,42 com a Prefeitura de São João da Barra, por irregularidades na prestação de contas do convênio. Vale registro que o provedor afastado celebrou contrato com sua sobrinha, a ex-Prefeita de São João da Barra Carla Machado, em relação ao qual destinou verbas para fins diversos do contratado, o que fez com que o atual Prefeito suspendesse os pagamentos.

O contrato previa que o dinheiro era adiantado e que a Santa Casa tinha que prestar contas, mês a mês, até 45 dias após receber o dinheiro.

No relatório da Auditoria da Prefeitura, foi constatado o desvio de finalidade, estando listado que:

– não houve entrega da prestação de contas final do convênio;

– várias notas fiscais apresentadas não guardavam relação com o objeto do convênio, como pagamentos à UNIMED, CLIMED, Prefeitura de Campos, Prefeitura de Carapebus, serviços do Hotel Gaspar, pagamento de seguros, pagamento de taxas de Conselhos e Confederações, dentre outros.

Foi encontrado ainda um documento comprovando que a Santa Casa recebeu em 05/11/2014, 36 STENTS com validade vencida, estando alguns vencidos desde julho de 2012, que foram colocados no almoxarifado para utilização nos pacientes.

Há fundadas suspeitas de que alguns chegaram a ser utilizados em pacientes, o que ainda está sendo investigado.
Foi constatado também que o provedor afastado contratou em 12/9/2014, a empresa CATE – Centro Avançado de Tratamento Endovascular – para prestar serviços de hemodinâmica.

Sete dias depois, no dia 19/9/2014, o provedor afastado emitiu um comunicado, determinando o desmembramento do setor de compras e autorizando a empresa CATE a fazer compras para o setor de hemodinâmica.

O Sócio da empresa CATE, o médico Marcelo Bastos Brito, nomeou como seu preposto o Sr. Anderson Coelho Silva.

O Sr. Anderson passou a fazer compras para o setor de hemodinâmica, em nome da Santa Casa.

No dia 02/10/2014, o Sr. Anderson comprou uma Bomba Injetora de Contraste usada, como se fosse nova, por R$ 31.500,00, mesmo já havendo outra bomba semelhante na unidade, cujo pagamento foi feito à vista, mesmo diante das dificuldades financeiras da Santa Casa.

A empresa que vendeu a bomba injetora foi a MEDICAL TECH COMERCÍO DE MATERIAIS MÉDICO HOSPITALAR LTDA. situada em Itaperuna, cujo sócio é o mesmo Sr. Anderson, nomeado preposto pelo sócio da empresa CATE.

Na nota fiscal emitida pela empresa MEDICAL TECH, consta um número de telefone, para o qual foi discado mas o atendente informou que lá não funciona nenhuma empresa.

Foi também diagnosticado que a Funerária da Santa Casa, situada em frente ao Cemitério do Caju, não prestava contas ao Provedor afastado de suas receitas e despesas. Há indícios de que o lucro mensal gira em torno de R$ 25.000,00, que não são destinados à Santa Casa.

Há indícios também de que pessoas atendidas pelo SUS continuam a ser cobradas por consultas que deveriam ser gratuitas e que as receitas auferidas pelas consultas sociais são desviadas antes de chegarem até a Tesouraria.

Em relação à eleição para a Diretoria realizada às pressas no dia 10/12/2014, constatou-se que alguns membros do Definitório foram convocados na véspera, por telefone, sem tempo hábil para montarem uma chapa; outros sequer foram convocados, por falta de autorização do provedor afastado e alguns outros não foram localizados para ciência, mas mesmo assim ocorreu a reunião para eleição.

Vale registro que antes da reunião, alguns membros do Definitório já haviam manifestado seu desligamento do órgão, mas mesmo assim, não foram substituídos e a eleição ocorreu irregularmente.

Esses os esclarecimentos necessários à comunidade, após os primeiros 5 dias de trabalho da equipe de intervenção.

Campos dos Goytacazes, 26/12/2014.

Leandro Manhães
Promotor de Justiça

Fonte: blog do Gustavo Matheus


sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Papinha na ALERJ


O ex-vereador Papinha (PP) já se prepara para assumir uma cadeira na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Com a nomeação do deputado eleito José Luiz Anchite (PP) (para a Secretaria de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca), Papinha, que recebeu 7.262 votos e caminhou ao lado do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), será empossado.

Blog do Bastos

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

​UNIFLU concentra todos os cursos de Humanas num só lugar


Após aprovação do Ministério da Educação e Cultura, a Reitora do Centro Universitário Fluminense, Inês Ururahy anunciou oficialmente nesta manhã (23-12-2014) a unificação dos cursos da área de Ciências Humanas do Uniflu, transferindo-os do campus 2 (instalações da antiga Faculdade de Filosofia de Campos, no Parque Leopoldina) para o campus 1, no centro da cidade, onde funcionava a Faculdade de Direito de Campos.

​Em entrevista concedida na Rádio Educativa, que também integra o complexo universitário do UNIFLU, Ines Ururahy explicou que a unificação traz muitas vantagens do ponto de vista acadêmico, logístico , instalações e acessibilidade, além de atender orientação do MEC neste sentido. É para lá que já irão a partir de março os antigos alunos e também os candidatos aprovados no Vestibular 2015, cuja próxima fase de seleção ocorre em 21 de janeiro.

​Com isso, a partir de 2015 passam a funcionar exclusivamente no Campus 1, localizado à Rua Tenente Coronel Cardoso, 349 -- onde sempre foi sediado o Curso de Direito -- laboratórios, salas de aulas, secretaria, tesouraria, coordenação e diretoria dos cursos de Arquitetura, Artes Visuais Jornalismo, Pedagogia , Letras, Logística, Recursos Humanos, Turismo e o recém criado Curso de Agrimensura.

Continuarão funcionando no Campus 3, no Parque Leopoldina (Parque Leopoldina), na Avenida Visconde de Alvarenga, 143 a 149, o Curso de Odontologia (antiga Faculdade de Odontologia de Campos) e o novo Curso de Fonoaudiologia do UNIFLU.

Desta forma, explicou a Reitora do Centro Universitário Fluminense os dois cursos da Área de Saúde do UNIFLU Humanas ficarão num só campus, no Parque Leopoldina. E todos os outros cursos da Ciências Humanas ficarão concentrados no amplíssimo campus onde já funciona o Curso de Direito.

A área da antiga Faculdade de Direito de Campos é maior, dispõe de mais áreas livres e cobertas, instalações modernas, elevadores, prédios independentes e integrados, estacionamento, além de espaço físico e outros imóveis em seu interior e entorno para acomodar todos cursos que funcionavam na antiga Faculdade de Filosofia de Campos e, ainda, futuras expansões.

Durante a entrevista na Rádio Educativa, a Reitoria do UNIFLU observou que, de acordo com verificações mercadológicas que foram feitas, no centro da cidade, os cursos tem a tendência de maior crescimento e atratividade dos alunos, além de oferecer especiais condições de deslocamento, transportes, mobilidade e segurança.

A mudança faz parte do programa inovador da nova Reitoria do UNIFLU que assumiu em março deste ano e que foi a primeira a ser eleita livremente com o voto democrático de professores, funcionários e alunos.

Adefran Lacerda

A Polêmica entrevista Paulo Albernaz

Reprise







terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Comunidade da lapa cobra aluguel social e Vladimir afirma que a Prefeitura não tem dinheiro



A afirmação ocorre aos 2 minutos de gravação

Rosinha publica decreto do IPTU, antes de prestar esclarecimentos à sociedade


DECRETO Nº 324/2014
DISPÕE SOBRE A DATA DE VENCIMENTO DO IPTU - IMPOSTO SOBRE PROPRIEDADE PREDIAL E TERRITORIAL URBANA, PARA O EXERCÍCIO
DE 2015.

A PREFEITA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES, Estado do Rio de Janeiro, no uso de suas atribuições legais, nos termos dos artigos 78, incisos IX, da Lei Orgânica do Município de Campos dos Goytacazes e em conformidade com o artigo 48, §1° e §2° da Lei Municipal N° 8.606/2014;

DECRETA:
Art. 1º - O Imposto Predial Territorial Urbano - IPTU relativo ao exercício 2015, poderá ser pago, em Cota Única, com desconto correspondente a 10% (dez por cento), até 10.03.2015.
Art. 2º - O IPTU, relativo ao exercício 2015, poderá ser pago em 10 (dez) cotas mensais, iguais e consecutivas, desde que o valor da parcela não seja inferior a 0,27 UFICA, sem qualquer desconto, cujo vencimento ocorrerá nas seguintes datas:

I - 1ª parcela: 10.03.2015;
II - 2ª parcela: 10.04.2015;
III - 3ª parcela: 10.05.2015;
IV - 4ª parcela: 10.06.2015;
V - 5ª parcela: 10.07.2015;
VI - 6ª parcela: 10.08.2015;
VII - 7ª parcela: 10.09.2015;
VIII - 8ª parcela: 10.10.2015;
IX - 9ª parcela: 10.11.2015;
X - 10ª parcela: 10.12.2015.

Art. 3º - Na hipótese de a data estabelecida como limite para o pagamento recair em sábado, domingo ou feriado, o pagamento do imposto poderá ser efetuado no primeiro dia útil posterior.
Art. 4º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES,
22 de dezembro de 2014.
ROSINHA GAROTINHO
- Prefeita - Id: 1777957

No apagar das luzes, Rosinha decreta R$ 591.675.56 mil para a Câmara


D E C R E T A:

Art. 1o - Abre-se o orçamento fiscal do Município de Campos dos Goytacazes, para inserir Crédito Adicional Suplementar, de verba orçamentária, no valor total de R$ 591.675,56 (quinhentos e  Noventa e um mil, seiscentos e setenta e cinco reais e cinquenta e seis centavos), nas dotações referentes às ações do programa de trabalho abaixo discriminado:
SUPLEMENTAÇÕES
010100 - CAMARA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES
01010 - CAMARA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES
1.01.122.0067.2724 - APOIO ADMINISTRATIVO - CÂMARA MUNICIPAL
FONTE 0100 - NAT 339014 - DIARIAS - CIVIL 10.748,00
FONTE 0100 - NAT 339036 - OUTROS SERVICOS DE TERCEIROS - PESSOA FISICA 1.733,70
FONTE 0100 - NAT 339039 - OUTROS SERVICOS DE TERCEIROS-PESSOA JURIDICA 58.438,03
1.01.122.0067.2726 - GASTOS - PESSOAL ENCARGOS CÂMARA
FONTE 0100 - NAT 319011 - VENCIMENTOS E VANTAGENS FIXAS - PESSOAL CIVIL 520.755,83
TOTAL DA UG 591.675,56
Art. 2o - O recurso necessário para o Crédito Adicional Suplementar, citado no artigo 1º, é proveniente
de anulações nas dotações constantes nas ações dos programas de trabalhos abaixo discriminados:

ANULAÇÕES
010100 - CAMARA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES
01010 - CAMARA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES
1.01.122.0067.2724 - APOIO ADMINISTRATIVO - CÂMARA MUNICIPAL
FONTE 0100 - NAT 339018 - AUXILIO FINANCEIRO A ESTUDANTES 1.227,18
FONTE 0100 - NAT 339030 - MATERIAL DE CONSUMO 101.180,41
FONTE 0100 - NAT 449051 - OBRAS E INSTALACOES 41.424,72
FONTE 0100 - NAT 449052 - EQUIPAMENTOS E MATERIAL PERMANENTE 40.298,54
1.01.122.0067.2726 - GASTOS - PESSOAL ENCARGOS CÂMARA
FONTE 0100 - NAT 319013 - OBRIGACOES PATRONAIS 198.299,28
FONTE 0100 - NAT 319092 - DESPESAS DE EXERCICIOS ANTERIORES 34.108,69
FONTE 0100 - NAT 319094 - INDENIZACOES E RESTITUICOES TRABALHISTAS 21.431,14
FONTE 0100 - NAT 319113 - OBRIGACOES PATRONAIS - INTRA-ORCAMENTARIA 76.551,89
1.01.392.0160.2725 - PROJETOS CULTURAIS DA CÂMARA
FONTE 0100 - NAT 339030 - MATERIAL DE CONSUMO 48.330,00
FONTE 0100 - NAT 339032 - MATER.,BEM OU SERV. P/DISTRIBUICAO GRATUITA 23.205,60
FONTE 0100 - NAT 339039 - OUTROS SERVICOS DE TERCEIROS-PESSOA JURIDICA 650,00
1.01.392.0160.2727 - TV CÂMARA
FONTE 0100 - NAT 339039 - OUTROS SERVICOS DE TERCEIROS-PESSOA JURIDICA 4.968,11

591.675,56

Art. 3o - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogando-se as disposições em
contrário.
Campos dos Goytacazes(RJ), 22 de dezembro de 2014
ROSINHA GAROTINHO
Prefeita
Id: 1778000

Enfermeiras do PAD demitidas?


Recebi a denuncia de que a prefeita acabou de mandar todas as enfermeiras do PAD embora e agora os pacientes irão ser atendidos por estatutários.

E estão avisando em cima da feriado para as famílias não irem para o MP devido ao recesso

Se ligar para a secretaria 27261299 irão lhe informar que o telefone do PAD está ocupado, pois a enfermeira está ligando para as famílias para informar o cancelamento

Pezão define secretários estaduais


O governador eleito Luiz Fernando Pezão definiu os seus secretários

Lucia Léa, Procuradoria Geral do Estado;

José Mariano Beltrame, Segurança Pública.

Paulo Melo. Governo,

Saúde, Felipe Peixoto;

Antonio Neto, Educação.

Casa Civil, Leonardo Espíndola;

Esporte, Lazer e Juventude, Marco Antônio Cabral;

Cultura, Eva Doris Rosental;

Turismo, Nilo Sérgio;

Coordenador executivo de Infraestrutura e Integração Governamental, Hudson Braga;

Diretor executivo da Câmara Metropolitana, Vicente Loureiro;

Arolde de Oliveira, Trabalho e Renda,

Paulo Melo. Governo,

Bernardo Rossi. Habitação,

José Luiz Nanci, Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida,

José Luiz Anchite, Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca;

Christino Áureo, Agricultura e Pecuária;

Coronel Sérgio Simões, Defesa Civil;

Coronel César Rubens de Carvalho, Administração Penitenciária;

Felipe Pereira, Prevenção à Dependência Química;

Gustavo Tutuca, Ciência e Tecnologia;

Teresa Cosentino, Assistência Social e Direitos Humanos;

José Iran Peixoto Jr, Obras;

Claudia Uchôa, Planejamento;

André Correa. Ambiente;

Carlos Roberto Osório,Transportes;

Cidinha Campos, Proteção e Defesa do Consumidor;

Julio Bueno, Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços;

Sérgio Ruy Barbosa, Fazenda;

José Mariano Beltrame, Segurança Pública.

Fonte: Assecom

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Ranking das escolas de Campos no Enem





POS.ESCOLAMÉDIA OBJETIVAMÉDIA
REDAÇÃO
897COLEGIO JOAO XXIII CENTRO DE ESTUDOS – PH604,54637,92
1029ALPHA COLEGIO E VESTIBULARES600,50659,20
1321IFF – CAMPUS CAMPOS – CENTRO592,22650,49
2041INST DOM BOSCO – SALESIANO575,94590,00
2415CENTRO EDUCAC. NOSSA SRA. AUXILIADORA569,21638,70
2569COLEGIO PROFESSOR CLOVIS TAVARES PRO-UNI566,13655,79
2921EXTERNATO CAMPISTA560,24648,57
3002IFF – CAMPUS CAMPOS – GUARUS559,12602,46
4415COL JOAO PAULO II536,71532,22
5530CENTRO EDUC FELICIANO AZEVEDO521,90567,33
5702E T E JOAO BARCELOS MARTINS519,80568,18
5789COL EUCARISTICO518,38566,41
6082COLEGIO BITTENCOURT514,81586,15
6462COLEGIO BATISTA FLUMINENSE510,35579,09
6507COLEGIO PITAGORAS509,99561,82
7607LICEU DE HUMANIDADES DE CAMPOS499,61571,19
7983CE JOAO PESSOA496,68526,41
8197INSTITUTO EDUCACAO PROF. ALDO MUYLAERT495,17526,88
9364CE DOUTOR SYLVIO BASTOS TAVARES486,62517,50
9938CE DOM OTAVIANO DE ALBUQUERQUE482,23534,40
10251CE DOUTOR JOSE PEREIRA PINTO479,96538,82
10279CE DESEMBARGADOR ALVARO FERREIRA PINTO479,77480,00
10504CE JOSE DO PATROCINIO478,26535,50
11281CE JOSE FRANCISCO DE SALLES472,26505,26
12838CE ROTARY II458,27480,21
14556CE MANOEL PEREIRA GONCALVES428,69385,83

Fonte: Blog Ponto de Vista da Folha da Manhã

Pressão social faz 'Tô Contigo' apresentar sua versão


QUE A VERDADE SEJA DITA. Muito tem se falado sobre aumento do IPTU em Campos. Isso é MENTIRA ! O que houve foi a correção do VALOR VENAL dos imóveis ( Valor junto ao cadastro da prefeitura ). E somente imóveis em locais com valorização comercial acima de 100 por cento tiveram seus valores corrigidos. Ou seja, somente os imóveis situados em área nobre da cidade. Mesmo os imóveis localizados em bairros que receberam investimentos como água, luz, saneamento e calçamento NÃO foram incluídos. A alíquota do IPTU permanece a mesma. Da mesma forma que votei contra o aumento da taxa de iluminação pública, jamais votaria a favor do aumento do IPTU. A verdade será vista quando os carnês chegarem. Tô contigo !

Atenciosamente, assessoria de comunicação do vereador Tadeu Tô Contigo!

Cláudio Andrade fala do aumento do IPTU

sábado, 20 de dezembro de 2014

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

São João da Barra efetua pagamento nesta sexta-feira‏


Também serão liberados segunda parcela do décimo terceiro e R$ 200,00 de abono natalino

Servidores municipais de São João da Barra recebem nesta sexta-feira, 19, o salário referente ao mês de dezembro mais a segunda parcela do décimo terceiro salário e R$ 200,00 de abono natalino. O pagamento cumpre o calendário anual, divulgado no início no ano, para que os servidores pudessem se programar com relação às suas contas e despesas pessoais.

Em relação ao abono natalino, prefeito José Amaro de Souza Neco repete o valor concedido em 2013. Somados todos os pagamentos, serão injetados mais de R$ 13 milhões na economia de São João da Barra, produzindo efeitos também nos setores do comércio e de serviços.

Assecom da Prefeitura de SJB

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Rosinha mandou e eles votaram pelo aumento do IPTU

arte de Jorginho Virgílio

Secretarias municipais na FAFIC


O blog foi informado de que a Prefeita Rosinha deverá transferir várias secretarias para o prédio da Fafic em 2015. Os cursos da FAFIC irão para a Faculdade de Direito de Campos.

Nova Rio contesta pagamento da Prefeitura e funcionários pegam empréstimos com juros altos


Os funcionários da ‘Nova Rio’ estão tendo que pagar para irem trabalhar. A Nova Rio, segundo fontes, está oferecendo empréstimo consignado dentro da própria empresa, com juros exorbitantes

Na sexta feira houve um repasse de mais de três milhões para ‘Nova Rio’, conforme consta no portal da transparência. Porém, representantes da empresa afirmam que o numerário é referente a um contrato anterior. Mesmo assim, pagarão, na sexta, o décimo terceiro proporcional.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Câmara aprova reajuste de ministros do STF, parlamentares e presidente


Comissão especial para acompanhar a situação do Porto do Açu apresenta relatório fina


O deputado estadual Roberto Henriques presidiu hoje, dia 17, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), a sessão de encerramento dos trabalhos da Comissão Especial, presidida por ele, para Acompanhar a Real Situação dos Investimentos no Complexo Logístico Portuário do Açu e a Situação dos Trabalhadores e Colaboradores Envolvidos no Empreendimento. 

Na oportunidade, o deputado Luiz Paulo, relator da comissão, leu o texto final, que foi colocado em votação e aprovado. Também estiveram presentes a deputada Rosângela Gomes, vice-presidente da comissão, e Caio Cunha, especialista em relações institucionais da Prumo Logística, responsável pela construção do Porto do Açu.

A conclusão da comissão é que o super porto e o complexo industrial do Açu são importantes empreendimentos para o desenvolvimento econômico da região, do estado e do país. Ainda segundo a conclusão dos membros da comissão, o apoio dos governos estadual e federal para darem à região a infraestrutura necessária para que a população e o meio ambiente não sejam impactados, como ocorreu em outros municípios do estado que receberam grandes complexos industriais, é fundamental.

“A comissão entende ainda que cabe o poder público, também, concorrer, no que lhe compete, para a realização das providências necessárias ao apoio ao empreendimento, no que diz respeito à logística de transportes, energia, saneamento, urbanização, habitação, educação e capacitação profissional”, concluí o texto.

O relatório apresenta ainda recomendações às diferentes instâncias de governo, à capitania dos portos e à Prumo tais como: duplicação de estradas, construção de ferrovias; implantação Centros Vocacionais Tecnológicos para capacitação de jovens; construção de hospitais e ampliação de sistema de água e esgotamento sanitário, dentre outros.

A comissão foi criada em outubro de 2013, realizou diversas reuniões e duas audiências públicas em São João da Barra. Para Roberto Henriques, sua criação se fez necessária em virtude da crise ocorrida no empreendimento, que gerou insegurança na população da região.

“Conseguimos mobilizar a população e chamar atenção do governo para o problema, além de definir causas da crise e propor soluções. O saldo final da comissão foi muito positivo. Continuaremos fiscalizando e cobrando dos governos investimentos para a região Norte Fluminense. Não podemos deixar que aconteça com São João da Barra o que ocorreu com Itaguaí e Macaé”, frisou Roberto Henriques.

O deputado Luiz Paulo também julgou proveitoso e pertinente o trabalho realizado pela comissão. “Queremos que o Porto do Açu, superada a crise inicial, possa realmente ser um polo de desenvolvimento econômico e social, sem prejuízo ambiental. Muitas proposições foram feitas pela comissão para que isso possa ocorrer”, concluiu.

Assecom do Parlamentar 

Prefeitura de Campos libera pagamento de algumas empresas


clique para ampliar


Otimitek, HCS, Rabi, Serven e Carisma, RM Barreto Miranda e Mauri Empreendimentos.

Secretária cai, IPTU sobe e Edson não fecha as contas


A prefeita Rosinha não está conseguindo agradar aos munícipes nesse final de ano. Como se não bastassem às inúmeras dificuldades em quitar seus débitos junto às empreiteiras e prestadores de serviço, ela ainda foi personagem principal de duas notícias que não agradaram a população.

A primeira foi a exoneração de Marinéa Abude do cargo de secretária de Educação. No lugar dela, conforme portaria nº 1689, publicada no Diário Oficial de ontem (16/12) assume, de forma interina, o professor Frederico Rangel.

A saída de Marinéa foi comemorada por grande parte do corpo docente municipal por ser uma secretária de relacionamento difícil com a classe.

Além disso, Marinéa não conseguiu - ou não teve apoio de Rosinha -para melhorar o índice educacional de nosso município que hoje ocupa o penúltimo lugar no Ideb.

A nomeação de Frederico Rangel (mesmo que de forma interina) também não foi recebida de forma unânime. Trata-se de uma indicação da vereadora Auxiliadora Freitas que também chegou a ser cotada, mas o seu suplente na Câmara não agrada ao grupo político de Rosinha. Por isso a escolha por Frederico.

Agora é aguardar se Frederico terá autonomia para executar uma gestão de choque ou ficará apenas ‘esquentando lugar’ para um novo secretário em 2015.

Pelo visto, Rosinha não está preocupada com a sua imagem perante a sociedade. Sem pestanejar, enviou à Câmara dos Vereadores mensagem reajustando o IPTU em (31,7%) e a iluminação pública em (31,5%). Tudo isso com o ‘amém’ dos vereadores da Situação.

Trata-se de um reajuste que chega em péssima hora, principalmente diante da situação caótica por que passam milhares de chefes de família que ainda não receberam salários e estão tendo que pegar dinheiro emprestado a juros altos para poder quitar suas obrigações.

Enquanto isso, na prefeitura, o secretário Suledil Bernardino convocou os contadores Mônica e Neiva (Fazenda), Levi (Controle) e Marcos Hauaji (auditor) para juntos, com o representante da Câmara, decidirem sobre uma "taxa" que gerou um valor de R$ 100 mil à Câmara mas que, segundo entendimento dos contadores, pertence à Prefeitura.

O representante da Câmara alegou que teria que ‘fechar’, até a última terça feira (17/12), as contas da gestão de Edson Batista (referentes ao primeiro biênio) e que não havia mecanismos disponíveis para devolver o valor da taxa de imediato, caso ficasse entendido que seria de responsabilidade da Prefeitura.

Suledil então convocou Matheus (Procurador Geral) e Bruno (advogado da Procuradoria para assuntos do legislativo). Eles entenderam que a referida taxa não poderia ter gerado uma despesa para a Casa do Povo.

Até o fechamento dessa Coluna a questão ainda não tinha sido resolvida. Isso deixa o presidente Edson Batista de ‘mãos atadas’.

Pelo visto, teremos um final de ano de fortes emoções. Aqui, na Planície Goitacá, definitivamente, não há mar calmo. Qualquer marola é sempre um sinal de grandes maremotos.

Cláudio Andrade

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Investimentos no Açu serão debatidos na ALERJ


Acontecerá amanhã, dia 17, às 13h30, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) uma reunião de conclusão dos trabalhos da Comissão Especial para Acompanhar a Real Situação dos Investimentos no Complexo Logístico Portuário do Açu e a Situação dos Trabalhadores e Colaboradores envolvidos no empreendimento.

Na ocasião, o deputado estadual Roberto Henriques, presidente da comissão, e demais parlamentares participantes apresentarão o relatório conclusivo sobre o tema.

Assecom do parlamentar

Rosinha cancela seminário pois Câmara ainda não aprovou o orçamento 2015


O seminário anual de secretários municipais de Campos que ocorreria no Trianon nos dias 19e 20 de Dezembro foi cancelado pela Prefeita Rosinha, sendo transferido para o mês de janeiro.

O motivo se deve ao fato de que não há como os secretários apresentarem as metas para 2015 se o orçamento das secretarias ainda não foi votado pela Câmara dos Vereadores.

Frederico Rangel é o novo secretário interino de educação de Campos



Conforme havíamos noticiado   AQUI   em detalhes Marinéia Abud não é mais a secretária de educação do município de Campos dos Goytacazes. No seu lugar, conforme publicação no Diário Oficial de hoje entra Frederico Rangel.


Portaria N°1689/2014
A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CAMPOS DOS GOYTACAZES, no uso de suas atribuições legais, RESOLVE, designar interinamente e sem ônus para municipalidade,
com base na Lei nº 8344/13, Frederico Tavares Rangel , para exercer na Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes, o cargo em comissão de Secretário, Símbolo DAS-01, com vigência a contar da data de publicação.
PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES, 15 de dezembro de 2014.
Rosinha Garotinho
- Prefeita-

Id: 1775087