terça-feira, 31 de março de 2015

"Programa Cláudio Andrade" visita o Asilo do Carmo



Aluguel da sede do STIAC custa R$ 6.191,45 mil aos cofres públicos de Campos


SUPERINTENDÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS
EXTRATO DE CONTRATO
Objeto: Locação de 01 (um) imóvel localizado à Rua Dr. Siqueira, nº 111, Centro, Campos dos Goytacazes, para instalação da Creche Escola STIAC.
Vigência: 12(doze) meses;
Valor: R$ 6.191,45 (Seis mil, cento e noventa e um reais e quarenta e cinco centavos) mensais.
Data: 11/03/2015;
Dotação: PT. 12361001327060000
Despesa: 3 3 9 0 3 6
Campos dos Goytacazes, 27 de março de 2015
FREDERICO TAVARES RANGEL
Secretário Municipal de Educação, Cultura e Esportes,
Id: 1812963

O nome da parte locatária pode ser lida no Diário oficial do município

segunda-feira, 30 de março de 2015

Rosinha pagará R$ 17.742,16 de aluguel pela sede do setor de suprimento da Secretaria de Educação.


SUPERINTENDÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS
EXTRATO DE CONTRATO
Objeto: Locação de 01 (um) imóvel localizado à Avenida Dr. Sílvio Bastos Tavares, nº 825 - Parque dos Rodoviários - Campos dos Goytacazes, para instalação do Setor de Suprimento Escolar da Secretaria Municipal de Educação.
Vigência: 12 (doze) meses;
Valor: R$ 17.742,16 (Dezessete mil, setecentos e quarenta e dois reais e dezesseis centavos) mensais.
Data: 12/02/2015;
Dotação: PT. 12361001327060000
Despesa: 3 3 9 0 3 6
Campos dos Goytacazes, 26 de março de 2015
FREDERICO TAVARES RANGEL
Secretário Municipal de Educação, Cultura e Esportes,
Id: 1812964

Obs: o nome da pessoa física pode ser lida no Diário Oficial.  

Descaso no Parque Nova Brasília


Hoje estive no Parque Nova Brasília (Campos dos Goytacazes) atendo os moradores. Os problemas são vários e um dos mais chocantes é essa cratera que se encontra aberta desde outubro de 2014 sem que as autoridades públicas tomem qualquer providência. 

Enquanto o IPTU é majorado por Rosinha o povo de Nova Brasília clama por soluções, pois o cheiro de esgoto é enorme o que configura um descaso.

Rosinha e o caminhão-banheiro


Quando nossa cidade foi administrada por Dr. Arnaldo Viana, o grupo político que atualmente administra nosso município era a Oposição. Dentre as várias denúncias feitas pela Oposição à gestão de Arnaldo, uma foi sobre a construção de um banheiro público no distrito de Goitacazes.

Pois bem. Na época dos fatos, os então oposicionistas relataram que o tal banheiro teria custado R$ 30 mil aos cofres públicos, o que para eles era uma afronta ao contribuinte campista.

Confesso que não me recordo se os numerários estavam ou não acima da razoabilidade. No entanto, o que quero ressaltar, neste artigo, é que o mundo gira e muito, principalmente no meio político.

Isso porque Rosinha, que contestou com veemência a construção do banheiro na época de Arnaldo Viana, agora deixa de lado o discurso moralista de outrora e homologa um contrato no valor de 373.888,00 (trezentos e setenta e três mil oitocentos e oitenta e oito reais).

Referido contrato, celebrado com a Empresa PGR PROMOÇÕES E EVENTOS MUSICAIS LTDA, é de número 022/2015, oriundo do processo nº 2013.104.000490-8-PR, com vigência de apenas de três meses e possui como objeto a locação de um caminhão-banheiro. Pasmem: um caminhão-banheiro!

Visando apresentar aos leitores as distorções entre o discurso de economia e a prática da gestão da ex-governadora do Estado do Rio de Janeiro, consigno que o valor pago pelo serviço do caminhão-banheiro corresponde a R$ 124.629. 33 (cento e vinte e quatro mil, seiscentos e vinte e nove reais e trinta e três centavos) por mês.

O gasto com o caminhão-banheiro daria para Rosinha construir vários banheiros fixos em diversas localidades do nosso município e ainda sobraria uma quantia considerável.

Pois é. Trata-se de mais uma prova - dentre tantas outras por esta coluna apresentadas -de que Rosinha se encontra imersa em um dilema. Ou muda o discurso teórico já por ela incorporado ou vai continuar desgastando a sua imagem já que a realidade administrativa de nosso município está cada vez mais caótica e os números comprovam isso.

Segundo o analista político Wilson Diniz, os gastos judiciais da Prefeitura de Campos são merecedores de análise acurada. Afirma ele que a dotação inicial orçada foi de R$ 3,7 milhões. Atualizada, passou para R$ 20,2 milhões, sendo R$ 11,1 milhões liquidados no primeiro semestre no início da campanha eleitoral para governo do Estado.

A conta abre espaço para os auditores e a sociedade civil de classes questionarem quais os advogados e os processos judiciais que justificam um aumento de R$ 16,5 milhões alocados nessas despesas.

Ao que nos parece, para Rosinha a matemática será um outro dilema a ser enfrentado por ela nos meses vindouros.

Os números estão batendo de frente com a retórica defendida pela prefeita. A falácia de uma teoria de economizar é desmascarada pelas práticas da gestão Rosinha.

O que outrora era uma afronta ao cidadão contribuinte, para a prefeita é hoje uma prática normal e desmerecedora de qualquer explicação ou satisfação ao povo campista.

Lamentável!

Cláudio Andrade.

Campistas pedem informação à Prefeitura sobre contratos com fornecedores


Sancionada pela presidente Dilma Rousseff, em 18 de novembro de 2011, a Lei de Acesso à Informação tem sido reivindicada por diversos cidadãos campistas, de diferentes setores de atividade. Nos últimos dias, professores, DJ’s, aposentados e integrantes de outras categorias deram entrada na Secretaria de Administração e Gestão de Pessoas (SMAGP), da Prefeitura de Campos dos Goytacazes. Eles querem informações sobre contratos celebrados entre o poder público e seus fornecedores.

Como os pedidos podem ser feitos gratuitamente por qualquer cidadão brasileiro – em todo o território nacional – a órgãos públicos integrantes da administração direta dos Poderes Executivo, Legislativo, incluindo as Cortes de Contas, e Judiciário e do Ministério Público – a professora concursada Denise Dias Batista exerceu o seu direito de acesso à informação. Ela pede acesso à cópia integral do contrato celebrado com a empresa Queimados Empreendimentos Agrícolas Ltda. A Queimados presta serviços de locação de imóveis – entre eles o prédio onde funciona a Secretaria Municipal de Obras, na Avenida Nilo Pessanha. “Somente este contrato custa R$ 18 mil por mês”, revelou.

Já o DJ Carlos Augusto Rocha pede cópia do contrato com a empresa Winner Empreendimentos Imobiliários – responsável pela obra na Orla II, em Guarus. “A empresa está recebendo, mas a obra está parada”, afirmou. O pedido de acesso foi protocolado no dia 12 deste mês.

No mesmo dia, a aposentada Isabel Cristina Nogueira Fonseca requereu cópia do contrato firmado entre a prefeitura e a Merlin Sistema de Ensino Ltda. “Esta empresa foi contratada para prestar serviço de formação de professores. Ao que parece, a Merlin fechou contrato com dispensa de licitação, ou seja, não disputou com ninguém. Quero saber se os professores receberam esse treinamento que custou tão caro”, ressaltou. Segundo o que o jornal Terceira Via apurou, a empresa recebeu R$ 10.304.089,54.

O estagiário de Comunicação Yan Silva Tavares procurou a SMAGP no dia 17. Sob o número de protocolo 2015.115.000399-3-RE, ele quer saber o que a empresa Lumentech Comércio e Serviços Ltda – ME – faz exatamente: “Ela aluga veículos com motorista, mas sem combustível”.

Com o direito de requerer informação gratuitamente, a técnica de Enfermagem Eloisa de Sousa foi à Prefeitura, no dia 20 deste mês e protocolou o pedido de nº 2015.115.000418-4-RE. Ela quer acesso à cópia integral do contrato com uma empresa cujo CNPJ é o de número 91.022.632/001-01, responsável pelo fornecimento de gêneros alimentícios não especificados – e sem licitação - para alimentação escolar. O valor do contrato soma R$ 727.106,80.

Fabrinne Rangel da Paixão, por sua vez, é advogada. Ela entrou com protocolo no último dia 26 requerendo a cópia integral dos contratos celebrados com Robson N. Oliveira Dutra Buffett. “Essa empresa ganhou diversas licitações para atender a secretarias, com destaque a Fundação Cultural Jornalista Osvaldo Lima (FCJOL). Detalhe interessante é que a empresa recebeu três pagamentos: R$ 42.535,30 (em 30/12/2014); R$ 10.247,65 (em 02/12/2014; e R$ 3.705,00 (em 16/12/2014) mas o pregão ocorreu somente no dia 6 de fevereiro. Ou seja, ela recebeu antecipado, antes da licitação de concorrência”, destacou.

Segundo o que determina a Lei de Acesso à Informação, os pedidos devem ser atendidos no prazo de vinte dias – prorrogáveis por mais dez. A partir daí, o órgão público é obrigado a prestar os esclarecimentos requeridos. A informação deve ser feita mediante a notificação da pessoa que fez o pedido de acesso à informação. O órgão público que se negar a prestar esclarecimentos, deverá informar, por escrito – segundo o que determina a legislação –, o motivo da recusa. Os pedidos podem ser feitos gratuitamente por qualquer cidadão brasileiro – em todo o território nacional – aos órgãos públicos integrantes da administração direta dos Poderes Executivo, Legislativo, incluindo as Cortes de Contas, e Judiciário e do Ministério Público.

A SMAGP recebeu e protocolou todos os pedidos. A Prefeitura de Campos dos Goytacazes ainda está no prazo determinado pela Lei de Acesso à Informação para atender, ou não, às demandas. Sempre respeitando o princípio do contraditório, o jornal Terceira Via entrou em contato com a Secretaria Municipal de Comunicação Social (Secom), por e-mail, perguntando como a prefeitura encara esses pedidos e se atenderá às demandas – como previsto pela lei sancionada pela presidente Dilma. A Assecom informou ter encaminhado a demanda do jornal para a Procuradoria - que ainda não enviou resposta.

Terceira Via.

domingo, 29 de março de 2015

Jornalista Beatriz Thielmann, da TV Globo, morre em São Paulo


A jornalista Beatriz Thielmann, da TV Globo, morreu em São Paulo neste domingo (29). A repórter tinha 63 anos e lutava contra um câncer. Ela deixa dois filhos.

Com mais de 30 anos de carreira, Beatriz Theilmann cobriu importantes momentos do país, como a promulgação da Assembleia Nacional Constituinte, em 1988, a eleição e morte de Tancredo Neves, a implantação do Plano Cruzado, a Eco-92, os Jogos Pan-Americanos e a visita do Papa Francisco ao Rio.

G1

sábado, 28 de março de 2015

Rosinha promete aos servidores o que já está previsto em lei.

Clique para ampliar

A nova Lei Orgânica do Município promulgada em sessão solene em 26 de agosto de 2014 e publicada no Diário Oficial da mesma data, determina que o Plano de Cargos e Salários para todos os servidores municipais seja implantado no prazo de 360 dias.

Leiam o artigo 10

Fonte: Estou Procurando o que fazer.

sexta-feira, 27 de março de 2015

Dirceu é levado a hospital com suspeita de AVC


O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu foi levado nesta sexta-feira (27) a um hospital de Brasília para fazer exames após sentir dores de cabeça, informou ao G1 o advogado José Luis de Oliveira Lima, responsável pela defesa do petista no processo do mensalão. Segundo o criminalista, ainda não há diagnóstico do que ocorreu com o ex-ministro, mas, até a última atualização desta reportagem, os médicos estavam fazendo exames para averiguar se ele sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

"Ele [Dirceu] sentiu-se mal, foi levado para fazer exames, mas ainda não há diagnóstico. Eu falei com a secretária dele e ainda não temos informação do que aconteceu", disse ao G1 o advogado de Dirceu.

G1.

Professor Renato Janine Ribeiro é o novo ministro da Educação


A Presidência da República anunciou no início da noite desta sexta-feira (27) que o professor Renato Janine Ribeiro será o novo ministro da Educação. A informação foi antecipada peloBlog do Camarotti. A posse do novo ministro será no próximo dia 6.

Professor aposentado da Universidade de São Paulo (USP), Janine Ribeiro assumirá o comando do MEC no lugar de Cid Gomes, que deixou a pasta na semana passada após um conflito com deputados em sessão da Câmara.

Camelôs se revoltam com fiscalização e fecham trânsito no Centro



Camelôs bloquearam a Avenida José Alves de Azevedo, na descida da Ponte Leonel Brizola, na manhã desta sexta-feira (27 de março), no Centro de Campos. Eles se revoltaram contra a ação da Subsecretaria de Posturas e da Guarda Municipal, que recolheram mercadorias durante uma fiscalização no interior do Shopping Popular Michel Haddad, que funciona provisoriamente no Parque Alberto Sampaio, no Centro.

“A Prefeitura de Campos prega uma crise econômica e tira o nosso ganha-pão. Colocaram as mercadorias em sacos de lixo. O sentimento que eu tenho é que eles entendem que o nosso dinheiro é lixo. Tem gente pensando em fechar a banca. Não está dando para continuar trabalhando com toda essa repressão”, declarou a comerciante Mara Santos.

Esta é a segunda operação em menos de um mês. A primeira aconteceu no dia 6, quando mercadorias que estavam expostas em corredores e jardins, foram recolhidas. Na ocasião, o coordenador de Posturas, Fabiano Araújo Mariano, explicou que a Companhia de Desenvolvimento do Município de Campos (Codemca) baixou uma portaria que designa o órgão como fiscalizador da área interna do camelódromo.

“O próprio contrato de permissão de uso e o regimento interno proíbem a exposição de mercadorias em espaços como corredores e jardins”, observou Mariano. Ele explicou ainda que os comerciantes foram informados sobre as normas em operações anteriores.

O material apreendido foi conduzido para a Postura. Para retirar as mercadorias, os permissionários devem apresentar notas fiscais e os documentos de permissão de uso do espaço.

Terceira Via

Rosinha paga R$ 373.888,00 por locação de caminhão banheiro


EXTRATO DE CONTRATO CONTRATO
Nº. 022/15 PROCESSO Nº. 2013.104.000490-8-PR
PREGÃO nº. 079/2013
CONTRATADA: PGR PROMOÇÕES E EVENTOS MUSICAIS LTDA.
CNPJ Nº. 07.083.754/0001-00
OBJETO: Contratação de empresa especializada na prestação de serviços de locação de caminhão banheiro, contando com 19 a 35 unidades individuais, contando com higienização e limpeza para atender as necessidades da Secretaria Municipal de Limpeza Pública, Praças e Jardins - SMLPPJ.
VALOR GLOBAL: R$ 373.888,00 (trezentos e setenta e três mil, oitocentos e oitenta e oito reais).
FORMA DE PAGAMENTO: Parcelado.
PRAZO DE CONTRATO: 03 (três) meses.
DATA DA ASSINATURA: 06/03/2015
Campos dos Goytacazes, 23 de março de 2015.
Id: 1810730

quinta-feira, 26 de março de 2015

Empresa campista contesta matéria de "O Globo"


Diferentemente do que foi publicado em O GLOBO as obras de Pavimentação, Drenagem e Urbanização do bairro Alphavile II, estão em pleno funcionamento, conforme pode ser comprovado no local.

As obras são realizadas em onze ruas do bairro e naturalmente, para que não haja transtorno no transito em todo bairro, nós executamos os serviços em algumas ruas e, à medida em que vamos terminando, vamos passando para as outras.

Grato pela sua atenção e gentileza,

CRISTIANO TINOCO
(VISÃO EMPREENDIMENTOS)

Caos na E.M Olímpio Honório, no Farol


A Escola Municipal Olímpio Honório, no Farol está sem porteiro, professor e  a diretora pediu exoneração.

Fonte: Natália Diniz pelo facebook do grupo "Educadores de Campos em Luta" e pode ser conferido AQUI

Advogada requer à Rosinha, mediante lei de acesso à informação os contratos da Prefeitura com a empresa Robson Buffet


quarta-feira, 25 de março de 2015

A piada do vereador Thiago Virgílio


Essa história de o vereador Thiago Virgílio recolher assinaturas para um pedido de redução de cadeiras na Câmara para a próxima legislatura pode parecer uma ação louvável, mas não é.

Esse plano é orquestrado, pois há um receio enorme do crescimento da Oposição na próxima legislatura.

Como não há hipótese da família Garotinho indicar um parente para o executivo é melhor reduzir as cadeiras na Casa do Povo e tentar fazer um bloco forte e com lastro, pois se perder no executivo faz com que os vereadores sejam o obstáculo do próximo prefeito inviabilizando sua gestão.

Empresário furtado pede ajuda para que mercadorias não sejam vendidas


O escritório do empresário conhecido como "Lula", situado no bairro residencial do Horto, na Rua Joaquim Macedo nº 11/B foi invadido. 

Os ladrões entraram pelo Horto municipal no escritório e levaram várias malas de roupas perfazendo um prejuízo alto.

As peças de roupa roubadas são fáceis de identificar. Trata-se da coleção outono e inverno das marcas FREESURF e CODE (leia-se coude).

Só queremos que devolvam as mercadorias, são casacos, calças, camisas, bermudas, mochilas...

Essas roupas só podem ser vendidas em lojas, então se algum ambulante estiver vendendo precisamos ser avisados.

Telefone de lula para contato (22)99836.8038

"O Globo" noticia obras paradas em Campos e condenação de Rosinha por improbidade administrativa


"Em Campos, com recursos federais e municipais, as obras de construção da Vila Olímpica do condomínio Alphaville, cercadas por tapumes de zinco, estão paralisadas e já com as estruturas de ferro enferrujadas. Parados também estão os serviços de pavimentação, urbanização e drenagem de 11 vias do conjunto. Uma placa, com dados sobre a implantação da vila olímpica, desapareceu. A outra, sobre as demais intervenções, está apagada, mas informa que as obras custam R$ 10,2 milhões.

— Colocaram o teto da quadra e há alguns meses só vejo seguranças. É uma pena que a pouco mais de um ano das Olimpíadas interrompam a construção de um espaço para estimular o esporte — lamenta o policial Luiz Fernando Figueiredo, que mora no condomínio.
A ampliação do Hospital São José, no distrito de Goytacazes, iniciada em 2012, está em ritmo lento. A prefeita Rosinha Matheus (PR) também está deixando o Museu Olavo Cardoso, tombado e doado ao município, se deteriorar. Parte do teto da varanda desabou, há rachaduras nas paredes externas, madeiras apodrecidas e escoras apoiando a parte superior.

Rosinha responde a pelo menos três ações por improbidade administrativa. Numa delas, foi condenada, no fim de 2013, pela 14ª Vara de Fazenda Pública (cabe recurso) por ato praticado quando foi governadora do Rio, por ter firmado contrato sem licitação com a Fundação Euclides da Cunha e não ter provado que as 254 salas de informática previstas foram montadas. 

A assessoria da prefeitura não respondeu ao GLOBO".

A matéria na íntegra pode ser lida AQUI


Quem tem medo da auditoria contábil?


O juiz Cláudio Cardoso França deferiu pedido formulado pelo setor jurídico do Grupo de Comunicação Terceira Via para que seja realizada uma perícia contábil na Prefeitura de Campos, administrada por Rosinha Garotinho.

Apesar de tal ordem judicial ser passível de recurso, o momento não deixa de ser de extrema relevância. Isso porque a ex-governadora alega que não há qualquer desordem administrativa e que tudo de ruim que vem acontecendo se deve unicamente à queda do barril do petróleo, ou seja: para ela a hora é de provar para a sociedade que tudo é intriga da Oposição.

Visando enriquecer o debate, o analista político Wilson Diniz citou, em recente artigo, que, ao observar as contas da Prefeitura de Campos de 2007 a 2013, foi constatado que desde 2010, a conta da Administração Pública de Campos superou em média R$ 630 milhões, corrigidos pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). Em 2014, o valor ultrapassou estimados R$ 700 milhões.

Segundo Diniz, nessa conta estavam alocados 1.714 (mil setecentos e quatorze) pessoas com cargos gratificados, quando 533 (quinhentos e trinta e três) delas recebiam - em média - valores de R$ 6.300 (seis mil e trezentos reais) sem contar os contratos com terceirizados.

Os dados acima são valiosos, pois nos dão a certeza de que, em nosso município, há duas prefeitas: uma Rosinha de discurso teórico e outra de prática diversa.

A teórica divulga, mediante milhões em publicidade oficial, uma cidade de primeiro mundo em que as áreas de Saúde, Educação e Habitação não perdem em qualidade para nenhuma cidade europeia.

A outra “Rosinha” é aquela que ainda não entrou em campo. Trata-se de uma gestora que não consegue provar que o seu discurso teórico está sendo traduzido na prática porque realmente não está.

Essa dificuldade é constatada por meio dos inúmeros problemas nas áreas de Saúde (falta de remédios, leitos e estrutura dos hospitais), Educação (creches sem vigia e profissionais de apoio e quadros divididos em algumas salas) sem contar as centenas de chefes de família demitidos das empresas terceirizadas.

Quanto aos contratos com as empresas terceirizadas, seria interessante que a quantidade de funcionários alocados nos órgãos fosse trazida à luz, bem como seus respectivos CPFs, endereços e lotação.

Após a obtenção desses dados, que tal cruzar o endereço dos funcionários com as zonas eleitorais e os votos recebidos, na última eleição (pelo grupo político que administra o município), principalmente aqueles conferidos ao candidato do grupo ao Governo do Estado?

No ano de 2014, só de royalties, segundo o Jornal O Globo, foram quase R$ 800 milhões ainda sem prestação e ainda temos os juros pagos com o empréstimo feito junto ao Banco do Brasil.

Entendo que estamos diante de uma oportunidade ímpar de ajudar o governo municipal a passar a sua administração “a limpo”.

Pois é. Que venham a auditoria e as consequências legais!

Cláudio Andrade.

terça-feira, 24 de março de 2015

Rosinha paga R$ 2.160.360.00 em aluguel de transporte escolar


PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE. EXTRATO DO 2º TERMO ADITIVO –
PRORROGAÇÃO CONTRATUAL

Processo nº 2013.103.000523-7-
PR Pregão nº 087/2013 
Contrato nº 0091/2014
 Empresa Contratada: L.K RODRIGUES LTDA 
CNPJ: 08.314.397/0001-06
Objeto: Pela execução do objeto deste Termo Aditivo ao contrato original, uma vez obedecidas as formalidades legais e contratuais pertinentes, fica prorrogado o prazo para contratação de serviços de transporte de alunos de diversas localidades de difícil acesso da Região Baixada, com combustível, condutores e monitores, para as unidades da Rede Municipal de Ensino de Campos dos Goytacazes, pelo período de 12(doze) meses/ 206(duzentos e seis) dias letivos, com reflexo financeiro.
Valor do Aditivo: R$ 509.110,00 (quinhentos e nove mil, cento e dez reais) Prazo Aditivado: 12 (doze) meses
Data da assinatura: 09/03/2015 Campos dos Goytacazes, 23 de março de 2015.
Id: 1809986
----------------------------------------------------------
EXTRATO DO 2º TERMO ADITIVO - 
PRORROGAÇÃO CONTRATUAL 
PROCESSO Nº 2013.103.000528-3-
PR PREGÃO Nº 089/2013 
CONTRATO Nº 0078/2014 
EMPRESA CONTRATADA: FORT SERVICE COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA CNPJ: 09.142.425/0001-00 
OBJETO: Pela execução do objeto deste Termo Aditivo ao contrato original, uma vez obedecidas as formalidades legais e contratuais pertinentes, fica prorrogado o prazo para contratação de serviços de transporte de alunos de diversas localidades de difícil acesso da Região Norte II, com combustível, condutores e monitores, para as unidades da Rede Municipal de Ensino de Campos dos Goytacazes, pelo período de 12(doze) meses/ 206 (duzentos e seis) dias letivos, com reflexo financeiro.

VALOR DO ADITIVO: R$ 886.760,00 (Oitocentos e oitenta e seis mil, setecentos e sessenta reais) PRAZO ADITIVADO: 12(doze) meses 
DATA DA ASSINATURA: 09/03/2015 
Campos dos Goytacazes, 23 de março de 2015. 
Id: 180998
-----------------------------------------------------------------------
PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES 
SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTES, CULTURA E ESPORTE. 
EXTRATO DO 2º TERMO ADITIVO - 
PRORROGAÇÃO CONTRATUAL 
Processo nº 2013.103.00529-0-PR 
Pregão nº 090/2013 Contrato nº 0097/2014 
Empresa Contratada: FERREIRA NUNES CONSTRUÇÕES E SERVI- ÇOS LTDA-ME CNPJ: 05.677.928/0001-29 
Objeto: Pela execução do objeto deste Termo Aditivo ao contrato original, uma vez obedecidas as formalidades legais e contratuais pertinentes, fica prorrogado o prazo para contratação de serviços de transporte de alunos de diversas localidades de difícil acesso da Região Sul, com combustível, condutores e monitores, para as unidades da Rede Municipal de Ensino de Campos dos Goytacazes, pelo período de 12(doze) meses, 206(duzentos e seis) dias letivos. 
Valor do Aditivo: R$ 764.490,00 (setecentos e sessenta e quatro mil e quatrocentos e noventa reais) 
Prazo Aditivado: 12 (doze) meses 
Data da assinatura: 09/03/2015 Campos dos Goytacazes, 23 de março de 2015. 
Id: 1809990

FMIJ fará processo seletivo coordenado pelo CAPS

Secretaria Municipal de Família e Assistência Social FUNDAÇÃO MUNICIPAL DA INFÂNCIA E JUVENTUDE 

PORTARIA FMIJ Nº. 02/2015 O Presidente da Fundação Municipal da Infância e Juventude, no uso de suas atribuições legais;

 CONSIDERANDO que o Art. 37, “caput” da Constituição Federal estabelece os princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência. 

CONSIDERANDO a realização de processo seletivo simplificado sob o Regime Jurídico Administrativo em razão da necessidade temporária de excepcional interesse público da Fundação Municipal da Infância e Juventude, nos termos do Artigo 37, inciso IX, da Constituição Federal, e da Lei Municipal N°. 8.295/2012. 

CONSIDERANDO que o Processo Seletivo Simplificado N°.01/2015 será coordenado pela COMISSÃO ADMINISTRATIVA DE PROCESSO SELETIVO - CAPS. 

RESOLVE: 

Art. 1°. - Para fins de instrução da presente, ficam nomeados os Servidores abaixo relacionados para comporem a Comissão de elaboração do Processo Seletivo Simplificado N°.01/2015: Nome do Funcionário Matrícula Natureza Maria Rita Fundão Maciel 19632 Estatutária Renato Gonçalves dos Santos 19043 Estatutário Mayara Nalim de Oliveira 33180 Estatutária Lucienne Beatriz Oliveira Soares 30289 Estatutária Josilda Trajano Silveira Teixeira 30328 Estatutária 

Art. 2° - Revogada as disposição em contrário, esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Campos dos Goytacazes, 24 de Março de 2015. 

THIAGO CERQUEIRA FERRUGEM NASCIMENTO ALVES - 
PRESIDENTE - 
(Republicado por ter saído com incorreção) Id: 1809978

Justiça ordena e Rosinha convoca mais uma agente comunitária aprovada em concurso público


Portaria nº 172/2015 

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CAMPOS DOS GOYTACAZES, NO USO DE SUAS ATRIBUIÇÕES LEGAIS, CONSIDERANDO a aprovação e classificação no Concurso Público realizado através do Edital 01/08 publicado em 01/10/2008 e homologado através da Portaria 830/10 de 08 de novembro de 2010 publicada em 09/11/2010.

CONSIDERANDO o ajuizamento de Ação Ordinária por FRANCIELE SILVA DE OLIVEIRA. 

CONSIDERANDO ter sido concedida à tutela antecipada pela 5ª Vara Cível da Comarca de Campos dos Goytacazes, nos autos do Processo n° 0051959-46.2012.8.19.0014, para que a autora seja nomeada no cargo de Agente Comunitário de Saúde - Núcleo PSF Rio Preto, previstos no edital do concurso público 01/2008, após cumpridas as demais etapas do concurso.

RESOLVE, convocar e nomear FRANCIELE SILVA DE OLIVEIRA no cargo de Agente Comunitário de Saúde - Núcleo PSF Rio Preto.

"O modelo venezuelano dos Garotinhos" por Wilson Diniz


Modelo venezuelano dos Garotinhos

- Desmoralização do líder supremo –

* A manchete dos jornais da capital do açúcar e royalties do petróleo noticiou que o juiz Claudio Cardoso França ordenou perícia contábil nas contas da prefeitura de Campos. Já é o começo de uma condenação política do estilo venezuelano campista suspeito de fraude política do líder supremo em utilizar recursos da ordem de R$ 600 milhões de reais como fundo de campanha política nas eleições de 2014.

* Como analisei parte das contas da prefeitura de 2007 a 2013, destaquei que a conta administração desde 2010 superou em média R$ 630 milhões de reais corrigidos pelo IPCA, e em 2014, o valor ultrapassou R$ 700 milhões de reais estimados. Ressaltei que nesta conta estavam alocados 1.714 com cargos gratificados, onde 533 cargos recebiam em média valores de R$ 6.300 reais, sem contar os contratos com terceirizados.

* Os auditores indicado pela justiça não terão muito dificuldade em desvendar o mistério do caixa-preta da prefeitura nas outras subcontas. O auditor verificando os contratos com empresas terceirizadas e a modalidade do tipo de licitação, já deve detectar fragilidades no campo do Direto Administrativo.

* Como exemplo, foi publicado recentemente na imprensa que foram gastos mais de R$ 10 milhões de reais na pasta da educação com dispensa de licitação. Daí os auditores já tem ponto de partida para diligenciar os outros contratos.

* Verificando os contratos com empresas terceirizadas, em princípio, audita os números de funcionários alocados nos órgãos. Identificado o funcionário pelo CPF, verifica-se o seu endereço onde mora o contratado e onde ele onde presta o serviço.

* Não será surpresa, identificar funcionários que não moram em Campos, e alguns com possibilidades de morar na cidade do Rio de Janeiro, nos morros da cidade e em municípios da Baixada Fluminense. Hipóteses que os auditores não podem deixar de verificar.

* Cruzando o endereço dos funcionários, com os votos do líder supremo por zona eleitoral e mais os votos da deputada prodígio, sua filha, chega- se a conclusões interessantes.

* Identificado fraudes, o Ministério Público tem fundamento para pedir ressarcimento aos cofres públicos e questionar a Câmara dos Vereadores que aprovaram as contas da prefeitura em 2014.

* A primeira vítima judicial, caso os auditores identifiquem fraudes, é o Secretário de Controle responsável por atestar as contas e os ordenadores de despesas.

* Cabe à imprensa independente e alternativa, bem como os blogs da cidade que não são comprados pelo líder supremo, acompanhar o processo de auditagem informando a população de Campos, que são vítimas do modelo fracassado de gestão pública em estilo venezuelano implantado pelo líder supremo e pela atriz coadjuvante que está de plantão governando o município.

* A bola está com os auditores nomeados pela justiça, mas na hipótese que os membros da cúpula do líder supremo entrarem com recursos contra a decisão judicial, mesmo assim, o líder supremo e a atriz coadjuvante já estão condenados pela população campista, pois se negam a prestar contas à sociedade.

* Caso fraudes sejam comprovadas pela justiça, os 20 vereadores da base aliada que sustentam por decretos as políticas do líder supremo serão julgados pelo voto do povo em 2016.

* Wilson Diniz, economista e analista política.

Avião vindo de Barcelona com 150 pessoas cai no sul da França


Um avião Airbus da companhia Germanwings, empresa da Lufthansa, caiu no sul da França nesta terça-feira (24), informa a agência de notícias Reuters. A aeronave ia de Barcelona para Duesseldorf, segundo autoridades aéreas. O jornal local "La Provence" informou que o avião era um Airbus A320 com 142 passageiros, dois pilotos e quatro tripulantes.

Segundo o jornal francês "Le Monde", a aeronave desapareceu dos radares por volta das 11h locais (7h de Brasília).

Atualização às 11:00: 150 mortos e alteração no título..

segunda-feira, 23 de março de 2015

Idosa de 89 anos sem fraldas há três meses e Prefeitura de Campos não dá prazo de resolução


A situação na saúde pública de Campos dos Goytacazes realmente está séria. A senhora Rizete Batista de Souza, de 89 anos está desde dezembro de 2014 sem conseguir fraldas no setor competente da Prefeitura de Campos.

Segundo relatos de sua filha adotiva Rozivânia Lopes Barreto, a sua mãe é portadora de câncer no intestino e será operada na próxima quinta. Todo o gasto com fraldas, desde a interrupção do serviço, está sendo custeado pela própria família há três meses.

Várias ligações foram feitas para o setor e não há previsão de entrega.

Detalhe: o caso específico dessa senhora há ordem judicial para o fornecimento

Um absurdo.

Surreal: Rosinha faz licitação de R$ 1.348.014,37 para completar reforma de escola


PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES
COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES
AVISO DE LICITAÇÃO - TOMADA DE PREÇOS Nº. 003/2015

O MUNICÍPIO DE CAMPOS DOS GOYTACAZES, através da Comissão Permanente de Licitações, com sede na Rua Coronel Ponciano de Azeredo Furtado, n° 47 - Parque Santo Amaro, Campos dos Goytacazes, RJ, telefone nº. (22) 2733-6991, torna público e comunica aos interessados que fará realizar a licitação na modalidade Tomada de Preços nº. 003/2015, discriminada abaixo:
Objeto: complementação da obra de construção da Escola de Ensino Infantil do Tipo B, Padrão FNDE - Creche Escola Pq. Prazeres - Rua 20 - Campos dos Goytacazes/RJ.
Valor Estimado: R$ 1.348.014,37 (um milhão, trezentos e quarenta e oito mil, catorze reais e trinta e sete centavos).

Data e horário para a entrega dos documentos e Proposta Comercial:
07 de abril de 2015 às 10h (dez horas).

O Edital e seus anexos poderão ser retirados nesta cidade, no Setor de Licitações da PMCG, no horário das 9h às 12h e das 14h às 17h, de 2ª a 6ª feira, exceto feriados do Município de Campos dos Goytacazes, Estaduais e Nacionais, mediante requerimento em papel timbrado da empresa e entrega de 02 (duas) resmas de papel A4.
Campos dos Goytacazes, 17 de março de 2015.
Comissão Permanente de Licitações

domingo, 22 de março de 2015

Chuvas alagam corredor do HGG e causam problemas na UTI


"A chuva de hoje o HGG ficou com os corredores (que estavam repletos de pacientes) completamente alagados. A UTI ficou e esta com o sistema de climatização inoperante (essa não é a primeira vez que isso ocorre - aliás já ocorreu diversas vezes) isso leva a um problema de saúde pública : o aumento da temperatura ambiente o que acarreta no crescimento e multiplicação de bactérias - a UTI vira uma verdadeira estufa de bactérias) numa cidade séria a UTI seria interditada e os pacientes transferidos em caráter emergencial!!!!!

Aliás a UTI do HGG já ficou várias SEMANAS com um leito bloqueado por conta de uma goteira, isso mesmo: UMA GOTEIRA!! Uma cidade que vive numa carência de leitos de UTI, com pacientes sendo internados em hospitais contratualizados ter um leito em uma UTI pública inoperante por conta de uma goteira sobre o leito é algo INACREDITÁVEL...."

Fonte: Blog do Fernando Leite

Cláudio Andrade prova quem discrimina o povo

Ator Cláudio Marzo morre no Rio


O ator Cláudio Marzo, de 74 anos, morreu às 5h39 deste domingo (22) na Clínica São Vicente, na Gávea, Zona Sul do Rio. Segundo a assessoria da unidade, ele estava internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) com quadro de pneumonia desde o dia 4 de março.

Ainda não há informações sobre onde o velório será realizado. Segundo a assessoria do hospital, Marzo tinha o desejo de ser cremado. A família aguarda a chegada de um dos filhos que mora na Austrália.

G1.