quarta-feira, 23 de julho de 2014

Prefeitura de Campos soma R$ 1,63 milhões em dívidas com o Grupo IMNE


O que pode a Prefeitura de Campos fazer para inviabilizar a prestação de serviços médicos de qualidade? Segundo Renato Souza Vale, diretor financeiro do Plano de Saúde ASES, organização agregada ao Grupo IMNE de prestação de serviços médicos, o que podia ser feito de prejudicial ao Plano de Saúde, já foi feito. “Tínhamos um contrato assinado com a Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes que nunca foi cumprido na íntegra, no que foi combinado e assinado entre as partes desde o início da prestação de serviços médicos aos servidores municipais”, disse.

Renato Souza Vale lembra que o atraso no pagamento desses serviços era uma constante, e culminou em abril de 2013, quando deveria ter sido feito o reajuste contratual previsto, segundo as normas da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). “Insistimos por diversas vezes junto à Secretaria de Administração do Município para o pagamento do reajuste, sem que nenhuma justificativa tenha sido dada pelos representantes dos órgãos governamentais”, afirmou.

Essa dívida que deveria ter sido paga em abril de 2013 no valor de R$ 847.217,28 (oitocentos e quarenta e sete mil, duzentos e dezessete reais e vinte e oito centavos), persiste nos dias atuais sem que qualquer manifestação de pagamento tenha sido dada.

 Ofícios objetivando regularização do pactuado foram encaminhados à prefeita Rosinha, sem qualquer atitude por parte dela. “Quando sentimos que se tratava de um objetivo governamental, retirar o Plano de Saúde ASES da prestação de serviços médicos aos servidores municipais, conforme a lei nos facultava, solicitamos em abril de 2014 o rompimento do contrato, nessa altura já amargando prejuízos financeiros que nos levaram ao atraso de pagamento a médicos e fornecedores”, destacou o diretor. “Sempre cumprimos nossas obrigações contratuais com dignidade e zelo, prova disso, são os próprios servidores municipais por nós atendidos até aquela ocasião.

A matéria completa pode ser lida AQUI no jornal terceira Via.

Prefeita Rosinha pode ser cassada por abusos durante período eleitoral


O Ministério Público Eleitoral (MPE) emitiu parecer favorável à cassação da prefeita Rosinha Garotinho e do vice, Chicão Oliveira, por abusos de poder político e econômico durante o período eleitoral em 2012. São cinco Ações de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) a serem julgadas pelo juiz da 99ª Zona Eleitoral de Campos, sendo três delas ajuizadas pelo empresário José Geraldo, também candidato nas últimas eleições municipais, uma pelo próprio MPE e a última pelo Partido dos Trabalhadores (PT). A expectativa é de que essas ações sejam julgadas até a segunda quinzena do mês de agosto.

Todas as cinco AIJE são baseadas na publicidade indevida e utilização de bens públicos municipais para a campanha eleitoral de 2012. Em entrevista ao jornal Terceira Via, José Geraldo contou que a então candidata Rosinha Garotinho foi favorecida por sua condição política durante o período eleitoral. Segundo ele, os demais candidatos não dispunham dos mesmos recursos e/ou poder de influência que a atual prefeita.

Das três ações ajuizadas por José Geraldo, uma se refere às obras de asfaltamento que teriam sido realizadas no dia 5 de outubro (as eleições aconteceram no dia 7 do mesmo mês). A segunda ação está relacionada à pintura na cor “Roxo Paixão” de inúmeros bens públicos, como postes, escolas, creches, muros, ciclovias, entre outros. O empresário disse que consta na Lei Orgânica Municipal que as cores padrão do município são verde, branco e amarelo.

“É nítido que a cor roxa foi utilizada como publicidade a favor da candidatura da atual prefeita e entendemos que essa atitude poderia influenciar subliminarmente os eleitores do município”, afirmou.

A terceira ação ajuizada por José Geraldo diz respeito às cerca de três mil contratações do Regime Especial de Direito Administrativo (Reda) durante o período eleitoral. Na ocasião, o juiz de Direito titular da 4ª Vara Cível da Comarca de Campos dos Goytacazes, Wladmir Hungria, entendeu que as contrações eram inconstitucionais e concedeu uma liminar suspendendo todos os contratados e pagamentos.

“Se não fosse suspenso, além de três mil contratados, haveria ainda a expectativa de gerar mais empregos públicos sem concurso público, o que influenciaria no resultado das eleições. Embora tenham sido entendidas como inconstitucionais, as contratações aconteceram e, consequentemente, o abuso do poder político”.

O MPE e o PT ajuizaram outras duas ações sobre o uso do site oficial da Prefeitura de Campos pela Secretaria Municipal de Comunicação Social (Secom) para propaganda política. Segundo consta nas investigações judiciais, durante o período eleitoral foram postadas matérias que não teriam cunho informativo, mas publicitário.

José Geraldo disse que essas cinco ações foram propostas em dezembro de 2012 e somente em abril deste ano houve uma resposta por parte do MPE. O empresário informou ainda que as ações teriam chegado à 99ª Zona Eleitoral de Campos na última semana e que duas já estariam nas mãos do juiz Paulo Assed Estefan.

“Fomos muito cuidadosos com as ações e principalmente com as provas, que são muitas. Nós, candidatos à Prefeitura de Campos, fomos prejudicados por um grupo político que lançou mão de medidas inconstitucionais para influenciar a população e ganhar as eleições, como aconteceu”, alegou.

Caso a prefeita Rosinha Garotinho e o vice Chicão forem cassados, o presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Edison Batista, vai assumir o cargo por 90 dias até que seja providenciada uma nova eleição.

Terceira Via.

terça-feira, 22 de julho de 2014

Quissamã empossa membros do Conselho Municipal de Educação‏


Órgão auxiliar terá funções consultivas, deliberativas e normativas

Foram empossados na tarde desta terça-feira (22), no auditório da Prefeitura Municipal de Quissamã, os membros do Conselho Municipal de Eduação, para mandato de três anosrenovável por igual período. O Conselho Municipal de Educação é um órgão auxiliar da Secretaria Municipal de Educação, e terá funções consultivas, deliberativas, e competêncianormativa, constituindo-se em um instrumento mediador entre sociedade civil e o Poder Público Municipal na discussão, análise, avaliação, elaboração e implementação daspolíticas municipais de educação, da gestão democrática do ensino público e na defesa de qualidade para todos os municipes.

“É um trabalho árduo voltado para crianças, um compromisso com a educação. Temos que estudar e estar ciente das leis e da resolução para não cometer nenhum equívoco. Hojeme despeço do conselho pois é preciso renovar, e chegou a hora”, afirmou Alexandra Gomes Mathias Netto, diretora do departamento de supervisão educacional e secretária doconselho por 14 anos.

Após o primeiro ato de posse dos conselheiros, a próxima etapa será uma reunião prevista para o dia 12/08 na sede da Coordenação de Ensino, para escolha do presidente, vice-presidente e secretário. O Conselho é composto por representantes da área governamental, entidades governamentais e não governamentais civil e âmbito municipal conformeabaixo identificados:

Secretaria Municipal de Educação – Titulares: Lucilene Barcelos, Mirian Cunha, Isabela Barreto e Joédima Gomes. Suplentes: Regina Magno, Rosângela Barcelos, Mirela Soarese Ana Cláudia Barcelos.

Câmara Municipal de Quissamã – Titular: Joelmo Antônio Azevedo. Suplente: Maria da Conceição Souza.

Secretaria Municipal de Ação Social - Titular: Adriano Rodrigues. Suplente: Carlos Eduardo Ramos.

Secretaria Municipal de Saúde - Titular: Araquém Avenia. Suplente: João Ricardo Macedo

Secretaria Municipal de Administração – Titular: Maria Bernadeth Souza. Suplente: Jocélia Santos

Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca - Titular: Geraldo Silva. Suplente: José Daniel Chagas.

Rede Estadual de Ensino - Titulares: Cintia Maria Silva e Marilda Silva. Suplentes: David Gabriel de Paula e Marise Gonzaga.

Profissionais do Magistério da Rede Municipal de Ensino - Titulares: Ariana Couto e Edison Junior. Suplentes: Enon Abreu e Wilson Madureira.

CAIQ - Titular: Leila Reis. Suplente: Cristiane Couto.

Colégio Cenecista Nossa Senhora do Desterro - Titular: Nise Araújo. Suplente: Maria José Bruno.

Conselho Tutelar – Titular: Carlos Alberto de Paula. Suplente: Juliana Silva.

Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - Titular: Cristiane de Souza. Suplente: José Borba Pessenha.

Associação de Moradores - Titular: Carlos Alberto Leite. Suplente: Quissila Gonçalves.

Representantes dos pais de alunos - Titular: Emanuelle Pessanha. Suplente: Patrícia Figueiredo

Coordenadoria de Comunicação - PMQ
22 - 2768 9305 ou 2768 9300 R: 9429

FCJOL aluga ônibus leito por R$ 229.745.00 mil


A Fundação Cultural Jornalista Osvaldo Lima alugou junto à empresa MARTINS PACHECO TRANSPORTES E TURISMO LTDA, inscrito no CNPJ com o nº 07.560.299/0001-88, um ônibus leito com condutor, no valor de R$ 229.745.000 mil para atender aos serviços da realizados pela Fundação.

FCJOL aluga trio elétrico por R$ 67.200.00 mil


A Fundação Cultural Jornalista Osvaldo Lima alugou junto à empresa ECON CAMPOS CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS, inscrito no CNPJ com o nº 14.475.215/0001-73, um trio elétrico pelo valor de R$ 67.200.00 mil para atender aos eventos culturais e esportivos realizados pela Fundação.

Ariano Suassuna em coma


O escritor, dramaturgo e poeta paraibano Ariano Suassuna, de 87 anos, está em coma e respira com ajuda de aparelhos. Ele permanece internado na UTI neurológica do Hospital Português. A informação foi repassada pela assessoria da unidade de saúde na manhã desta terça (22). Segundo os médicos, o quadro clínico é considerado grave, mas estável. Na noite da segunda (21), o escritor foi submetido a um procedimento cirúrgico para a colocação de dois drenos capazes de controlar a pressão intracraniana.

Suassuna sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) do tipo hemorrágico e foi internado na unidade de saúde por volta das 20h. O procedimento cirúrgico durou, aproximadamente, uma hora, e posteriormente, Suassuna foi transferido para a UTI neurológica, onde se recupera. Não há previsão de alta da UTI.

Ariano foi internado duas vezes no ano passado, uma delas em 21 de agosto, quando sentiu-se mal em casa e precisou ser hospitalizado. Ele havia sofrido um infarto agudo do miocárdio de pequenas proporções, de acordo com os médicos, e ficou internado na unidade coronária, mas depois foi transferido para um apartamento no hospital. Recebeu alta após seis dias de internamento, com recomendação de repouso em casa e nenhuma visita.

G1.

Quissamã recebe última fase de curso do TCE


Cinco etapas qualificaram servidores municipais

Depois de quatro etapas ao longo de seis meses, acontece nos dias 21, 22 e 23 deste mês, na sala de reuniões do Parque deExposições Renato de Queirós Carneiro da Silva, o último módulo do curso promovido pelo Tribunal de Contas do Estado do RioTCE-RJ para servidores de órgãos públicos dos municípios de Araruama, Armação dos Búzios, Arraial do cabo, Cabo Frio,Carapebus, Casimiro de Abreu, Conceição de Macabu, Iguaba Grande, Itaboraí, Macaé, Maricá, Rio Bonito, Rio das Ostras, SantaMaria Madalena, São Pedro da Aldeia, São Sebastião do Alto, Saquarema, Silva Jardim, Trajano de Morais, Tanguá e Quissamã.

A realização do curso foi possível por meio de uma parceria entre o TCE-RJ e os municípios. A Prefeitura de Quissamã viabilizou aestrutura para a realização das etapas com local, coffee break, e o TCE disponibilizou os professores e material didático. Oobjetivo do Projeto TCE-Escola Itinerante foi capacitar os servidores dos órgãos e entidades jurisdicionados, ou seja, deprefeituras, câmaras municipais, inclusive os não efetivos que possuem cargos em comissão.

Na primeira etapa “Controle Interno“, o curso ofereceu aos participantes as principais noções sobre sistema de controle interno emâmbito municipal. Na segunda, “Economicidade em Licitações e Contratos na Administração Pública – Compras e Serviços ” foi otema abordado. Na terceira etapa, a pauta apresentou, “Procedimentos Prévios aos Contratos Administrativos: Licitação Pública,Atos de Dispensa e Inexigibilidade de Licitação”. Na sequência, “Contratos na Administração Pública – Compras e Serviços”.Encerrando o curso “Sistema de Registro de Preços” capacitando os servidores para operarem a ferramenta SRP (Sistema deRegistro de Preços).

“Foi uma oportunidade única que os funcionários tiveram de se capacitar através do TCE. Este cursorealizado aqui no município possibiltou novos aprendizados e a procura foi intensa e satisfatória.Funcionários de diversas secretarias, coordenadoria e da Empresa Muncipal de Habitação estiverampresentes nas cinco etapas. A prefeitura de Quissamã pretende continuar investindo na reciclagem deseus funcionários”, salientou a Controladora Geral do Município, Cecilia Da Cruz Pelicioni.

Assecom da Prefeitura de Quissamã 

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Garotinho diz que PRE possui candidato


"Em sua nota amplamente divulgada pela imprensa a Procuradoria avisa que vai propor uma ação contra mim por eventos onde aconteceram distribuição de brindes e por envio de mensagem por celular. Sobre esse assunto a Ministra Luciana Lóssio, do TSE, já se manifestou, e liberou as caravanas, impedindo inclusive o abuso que a juíza eleitoral Daniela Assunção, do TRE - RJ queria praticar me retirando do ar, do programa de rádio, antes do prazo previsto na lei.

A ação da Procuradoria Regional Eleitoral - RJ só serve para alimentar boatos contra mim, aliás, como já fazem meus adversários há muito tempo.

A Procuradoria chega ao ponto de afirmar, que por ter enviado SMS e distribuído Bíblias nas Caravanas Palavra de Paz posse ficar inelegível por oito anos, e numa eventual vitória posso não ser diplomado. Só pode ser brincadeira. Sinceramente diante das decisões tomadas pelo TSE fica parecendo que a Procuradoria Regional Eleitoral RJ tem candidato, afinal nenhuma providência foi tomada contra o crime cometido por Pezão e Marco Antônio Cabral, que utilizaram o helicóptero do Estado para fazer campanha, isto sim uso de dinheiro público.

A jurisprudência sobre esse assunto está mais do que pacificada, e para que não reste dúvida vou representar contra os procuradores eleitorais do Rio de Janeiro por litigância de má fé ao Conselho Nacional do Ministério Público".

Deputado Federal Anthony Garotinho

PRE quer inelegibilidade de Garotinho por 8 anos e defesa considera ação temerária


"A Procuradoria Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (PRE-RJ) propôs ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) uma ação de investigação judicial eleitoral (AIJE) contra o candidato a governador Anthony Garotinho (PR) por abuso de poder econômico. Na ação, a PRE requer a inelegibilidade do político por oito anos e a cassação do registro de candidatura ou da eventual diplomação de Garotinho. No primeiro semestre deste ano, o candidato realizou diversos eventos, distribuiu brindes, enviou mensagens por celular com conteúdo político a cidadãos e utilizou páginas virtuais para promoção pessoal e sorteio de prêmios, num período em que a propaganda eleitoral é vedada (antes de 5 de julho).

Por meio de sua assessoria, Garotinho informa que ainda não foi notificado da AIJE proposta pela PRE. O advogado do deputado, o ex-procurador Geral do Município de Campos, Francisco de Assis Pessanha Filho, comentou sobre a ação e garantiu que o seu cliente está elegível. “Tenho dificuldade em acreditar que o Ministério Público tenha ajuizado uma ação temerária e de má fé da forma que está sendo anunciado. Afirmo isso tendo em vista que há uma decisão do TSE, datada de 23 de maio de 2014, que julgou a legalidade das questões suscitadas na ação da PRE-RJ e o Ministério Público tomou conhecimento desse conteúdo. Além disso, a AIJE só é cabível em ações praticadas por candidatos. Garotinho só passou a ser candidato a partir do dia cinco de julho de 2014. Os atos questionados são anteriores à essa data. Garotinho está elegível e sua campanha continua firme. Esclareço, por fim, que todas as providências criminais e administrativas serão tomadas em resposta à ação da PRE-RJ.”

Blog do Bastos.

Prefeitura de Campos faz poeira com obras e não faz repasses à Saúde e Cultura


Até os cidadãos com olhar menos atento já perceberam que nos últimos dias diversas ruas movimentadas da cidade se transformaram em um verdadeiro “canteiro de obras”. As Avenidas 28 de Março, José Alves de Azevedo (Beira Valão) e a Rua Tenente Coronel Cardoso, todas no Centro da cidade, são exemplos de ações que estão sendo feitas na cidade a menos de três meses das eleições.

Enquanto estas e outras obras seguem a todo vapor, hospitais particulares e públicos da cidade sobrevivem, aos trancos e barrancos, sem o repasse em dia da prefeitura. Um exemplo disso foi o fechamento da maternidade e pediatria da Santa Casa de Misericórdia de Campos, em maio deste ano. Tal comportamento, leva os que ficaram sem receber os repasses por seus serviços a desconfiar que estas obras estão direcionadas a encher o caixa da campanha eleitoral. Algumas instituições de saúde – e são mais de oito - estão sem receber há mais de um ano. Apesar de o provedor não ter divulgado oficialmente o motivo da interrupção do atendimento, fontes ligadas ao jornal Terceira Via afirmam que a causa seria o atraso da verba que é repassada pela prefeitura.

Matéria publicada em O Globo esta semana revela que uma campanha política para Governador não sai por menos do que R$ 300 milhões. Obras vultosas e pretensamente emergentes são o caminho mais curto e rápido para fortalecer os caixas de campanha, uma vez que permitem contrapartidas – numa nefasta negociação de toma lá dá cá em que o empreiteiro recebe 100% do que lhe é devido contanto que devolva 20% ao contratante.

E não só as unidades de saúde sofrem com a escassez de verba. Se por um lado sobram recursos e “poeira” nos canteiros mais visíveis, outras obras estão às moscas. Ironicamente, pequenos empreiteiros da área de construção civil, que prestam serviços para o poder público, estão há mais de três meses sem receber o pagamento da prefeitura.

Segundo um empresário que, com medo de sofrer algum tipo de represália não quis se identificar, o atraso no pagamento atinge somente aos pequenos empreiteiros. Ou seja, as empresas responsáveis pelas obras de maior vulto estão com pagamentos em dia. “Coincidência ou não, essas obras acontecem dentro do período de campanha eleitoral. Não acho que seja uma mera coincidência pagar as construtoras maiores e ficar inadimplente com as menores. Afinal, as obras não podem parar. O povo precisa ver que a cidade é um ‘canteiro de obras’”, alfinetou o construtor.

As atrações da 362ª Festa do Santíssimo Salvador deste ano são outro exemplo da manipulação de despesas, desta vez na área da Cultura. Segundo pequenos construtores de Campos, a verba pode estar sendo aplicada nas obras que seguem em ritmo frenético. “A gente sabe que a inadimplência - supostamente para economizar dinheiro para ser aplicado nas obras – atinge também hospitais públicos e privados, principalmente no atraso do repasse mensal. Como disse, não acho que sejam uma simples coincidência essas obras exageradas em época de eleição e, ao mesmo tempo, o atraso no repasse de verbas em outras áreas. É o famoso tira daqui e coloca ali”, opinou.

Se todas as obras da cidade seguissem o mesmo ritmo das construções que estão mais visíveis, certamente a Vila Olímpica do bairro Alphaville – que está sendo erguida em local discreto, longe dos principais holofotes eleitorais – já estaria concluída. As obras ali vêm se arrastando há pelo menos dois anos e, segundo moradores do bairro, estão totalmente paradas. “Tem dia que tem operário trabalhando e tem dia que não. Na maioria das vezes, não tem ninguém. O mato e o material acumulado - ficando velho lá dentro da obra - representa bem a situação de abandono em que está a Vila Olímpica”, denunciou a moradora Luana Furtado, de 25 anos.

Questionado em relação ao uso correto dos royalties, o promotor de Justiça de Tutela Coletiva do Ministério Público Estadual (MPE), Marcelo Lessa, informou que, por se tratar de uma verba proveniente do Governo Federal, cabe ao Ministério Público Federal (MPF) fazer a fiscalização. Já o procurador da República do Ministério Público Federal em Campos, Eduardo Oliveira, disse que há um entendimento no Supremo Tribunal Federal de que o Tribunal de Contas do Estado (TCE) e o MPE são os órgãos responsáveis pela fiscalização: “É claro que não é uma lei, mas um entendimento. Particularmente, acredito que – por ser uma verba federal – quem deveria fiscalizar seria o MPF. Infelizmente, este ainda é um assunto muito oblíquo”.

A equipe de reportagem do jornal Terceira Via tentou falar com o vice-prefeito e secretário de saúde, Dr. Chicão, mas não obteve sucesso. Ao ser procurada, a assessoria de imprensa desta secretaria prefeitura informou que, conforme reza em contrato, a secretaria fez o repasse às instituições conveniadas, de janeiro a abril deste ano, com recursos dos royalties do petróleo e de recursos federais. A nota ressaltou ainda que os hospitais começaram a receber, na última quinta-feira (17 de julho), os recursos federais referentes ao mês de maio.

Tentamos falar com o secretário de Obras de Campos, mas em vão. Contudo, a assessoria de comunicação da prefeitura informou que as obras das avenidas José Alves de Azevedo e 28 de Março seguem o cronograma normal. A nota frisou ainda que na Avenida 28 de Março, os trabalhos seguem em fase de construção de sarjeta, pintura e nivelamento de tampa.

Em nenhum dos casos foi informado o prazo para que o pagamento nas instituições de saúde fossem efetuados e nem quando as obras, feitas pouco antes das eleições, fossem concluídas.

Terceira Via

domingo, 20 de julho de 2014

Projeto forma multiplicadores ambientais em São João da Barra‏


O plantio de uma árvore nativa marcou o encerramento da primeira etapa do projeto Eco Ambiental “Conhecer para proteger”, realizado pela empresa Technip, em parceria com a Prefeitura de São João da Barra, através das secretarias de Educação e Cultura e Meio Ambiente e Serviços Públicos. Na manhã desta sexta-feira, 18, alunos do segundo segmento do Ensino Fundamental que participaram do projeto realizaram uma visita ao Porto do Açu e depois, no Espaço da Ciência Maria de Lourdes Coelho da Anunciação, participaram do encerramento.

Durante o projeto, os alunos tiveram a oportunidade de conhecer o ecossistema local, com aulas teóricas e em visitas a diferentes ambientes do município, como manguezais e restinga. O aluno Matheus Gomes, da Escola Municipal João Flávio Batista, destacou que participar do projeto lhe deu a oportunidade de saber um pouco mais sobre a variedade de ecossistemas no município, além de despertar a consciência pela preservação ambiental. “O projeto é conhecer para preservar. Eu não posso preservar aquilo que eu não conheço. Foi muito importante o conhecimento adquirido neste projeto”, avaliou o aluno.

Representando a secretaria de Educação e Cultura, Leide Cristina Soares, a professora Fabilma Menezes, da equipe de programas e projetos, falou sobre a importância das aulas de campo e o desenvolvimento da consciência de preservação ambiental. “A partir de agora, contamos que vocês estejam nas escolas como multiplicadores dessa ideia de preservação do meio ambiente”, disse.

Representando a empresa Technip, a engenheira ambiental Daniela Araújo reforçou o pedido para que os alunos – cerca de 50 participaram do programa – formados pelo projeto Eco Ambiental atuem como multiplicadores desta ideia. “Espero que levem o tudo o que aprenderam para amigos e familiares, sendo multiplicadores por onde passarem”, afirmou Daniela.

A próxima etapa do programa Eco Ambiental começa em agosto, com a participação dos professores da rede municipal de educação (primeiro e segundo segmentos do ensino fundamental). Eles farão o curso “Vivências Ecológicas em São João da Barra”, com atividades voltadas para educação ambiental, divulgação científica e ensino de ecologia. O curso tem carga horária de 72h e será realizado em diferentes localidades do município.

Assecom da Prefeitura de SJB

Funcionária da Biomed reclama da dificuldade em receber os pagamentos


Bom Noite,

É com imensa tristeza que viemos através deste email informar à situação que os auxiliares de creche estão enfrentando, desde que a BIOMED ganhou a licitação na Prefeitura e nos contratou.

Há três meses estamos passando por dificuldades em relação as nosso pagamento, um grupo recebe numa determinada data e outro depois de 15 dias, não estamos entendendo o porquê, temos muitas exigências a serem executadas somente para o lado da empresa como horário de entrada e saída.

A única coisa que eles sabem falar e que o dinheiro está no banco e o banco que está liberando o dinheiro gradativamente. Será que este dinheiro está realmente no banco? Onde foi para esse dinheiro dos auxiliares? Será que somos nós que temos que pagar por esse erro que nós nem sabemos de onde está partindo?

Trabalhamos o mês todo para honrar com nossos compromissos e até a presente data não recebemos. O pagamento é no Quinto dia útil. E pedimos para que as autoridades competentes fossem até a firma BIOMED para checar de perto essa situação e que de uma resposta positiva para os auxiliares.

Contraditório salvaguardado aos diretores da Biomed.

Identidade protegia a pedidos.

sábado, 19 de julho de 2014

Morre, aos 80 anos, de falência múltipla dos órgãos, o escritor Rubem Alves.


O escritor Rubem Alves, de 80 anos, morreu no fim da manhã deste sábado (19) em decorrência de falência múltipla de órgãos, segundo o Centro Médico de Campinas (SP). O educador deu entrada no hospital com quadro de insuficiência respiratória devido a uma pneumonia e estava internado desde o dia 10 de julho na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O óbito ocorreu às 11h50. O corpo do escritor será velado a partir das 19h na Câmara Municipal de Campinas.

G1.

Coordenação de Controle da Hanseníase de Quissamã capacita 41 profissionais da Saúde



Agentes Comunitários e Técnicos de Enfermagem participaram do processo


Neste mês, a Coordenação Municipal de Controle da Hanseníase de Quissamã, realizou no Hospital Municipal Mariana Maria de Jesus, uma atualização em hanseníase para 41 profissionais de saúde, entre Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Técnicos de Enfermagem da Estratégia Saúde da Família. Uma vez por ano os profissionais da rede da atenção primária passam por uma reciclagem.

“É importante implementar ações acerca da doença no que refere a descentralização das ações, como a busca de sintomas dermatológicos (manchas dormentes), controle e acompanhamento dos pacientes em tratamento, avaliação dos contatos intra-domiciliares, entre outros”, afirmou a Enfermeira e Coordenadora Municipal de Controle da Hanseníase Ruth Méia Nunes.

Os profissionais envolvidos nas ações são fundamentais devido ao contato direto com a população nas visitas domiciliares e a proximidade dos mesmos com a Unidade de Saúde. É imprescindível que toda equipe esteja capacitada e tenha percepção para buscar um diagnóstico precoce da doença, pois a Hanseníase é uma doença silenciosa e evolui com comprometimento de nervos periféricos (responsáveis pelos movimentos de pés e mãos).

Tais comprometimentos podem gerar incapacidades que atingem a vida produtiva e social (trabalho e lazer) do paciente. O diagnóstico precoce é importante para início imediato do tratamento, afim de interromper a cadeia de transmissão na forma multibacilar (contagiosa), que pode ser transmitida à população em caso de diagnóstico tardio.


Assecom da Prefeitura de Quissamã

Projetos multiplicadores ambientais em SJB


Direcionado a alunos da rede municipal, projeto Eco Ambiental teve primeira etapa encerrada nesta sexta-feira


O plantio de uma árvore nativa marcou o encerramento da primeira etapa do projeto Eco Ambiental “Conhecer para proteger”, realizado pela empresa Technip, em parceria com a Prefeitura de São João da Barra, através das secretarias de Educação e Cultura e Meio Ambiente e Serviços Públicos. Na manhã desta sexta-feira, 18, alunos do segundo segmento do Ensino Fundamental que participaram do projeto realizaram uma visita ao Porto do Açu e depois, no Espaço da Ciência Maria de Lourdes Coelho da Anunciação, participaram do encerramento.


Durante o projeto, os alunos tiveram a oportunidade de conhecer o ecossistema local, com aulas teóricas e em visitas a diferentes ambientes do município, como manguezais e restinga. O aluno Matheus Gomes, da Escola Municipal João Flávio Batista, destacou que participar do projeto lhe deu a oportunidade de saber um pouco mais sobre a variedade de ecossistemas no município, além de despertar a consciência pela preservação ambiental. “O projeto é conhecer para preservar. Eu não posso preservar aquilo que eu não conheço. Foi muito importante o conhecimento adquirido neste projeto”, avaliou o aluno.


Representando a secretaria de Educação e Cultura, Leide Cristina Soares, a professora Fabilma Menezes, da equipe de programas e projetos, falou sobre a importância das aulas de campo e o desenvolvimento da consciência de preservação ambiental. “A partir de agora, contamos que vocês estejam nas escolas como multiplicadores dessa ideia de preservação do meio ambiente”, disse.


Representando a empresa Technip, a engenheira ambiental Daniela Araújo reforçou o pedido para que os alunos – cerca de 50 participaram do programa – formados pelo projeto Eco Ambiental atuem como multiplicadores desta ideia. “Espero que levem o tudo o que aprenderam para amigos e familiares, sendo multiplicadores por onde passarem”, afirmou Daniela.


A próxima etapa do programa Eco Ambiental começa em agosto, com a participação dos professores da rede municipal de educação (primeiro e segundo segmentos do ensino fundamental). Eles farão o curso “Vivências Ecológicas em São João da Barra”, com atividades voltadas para educação ambiental, divulgação científica e ensino de ecologia. O curso tem carga horária de 72h e será realizado em diferentes localidades do município.

Assecom da Prefeitura de SJB

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Morre o escritor João Ubaldo Ribeiro


Morreu de madrugada desta sexta-feira (18), em casa, no Leblon, Zona Sul do Rio, o escritor e acadêmico João Ubaldo Ribeiro, aos 73 anos. Como mostrou o Bom Dia Rio, ele teve uma embolia pulmonar.

João Ubaldo era casado e tinha quatro filhos. Inicialmente, o corpo dele seria velado a partir das 10h na Academia Brasileira de Letras (ABL), no Centro do Rio, mas a cerimônia sofreu atrasos por conta da vinda de parentes de outros estados, e acabou sendo adiada para às 13h. Segundo a ABL, o velório vai acontecer no Salão dos Poetas Românticos e deve ser aberto ao público. A academia decretou luto por três dias.

G1

Deputado Roberto Henriques solicita visita do Ministério do Trabalho ao Porto do Açu





Preocupado com a situação dos trabalhadores do Porto do Açu, o deputado estadual Roberto Henriques enviou ontem, dia 17, um ofício ao Ministério do Trabalho e Emprego solicitando a visita do superintendente, Antônio Henrique de Albuquerque, junto a uma equipe, aos municípios de Campos e São João da Barra. O objetivo do pedido é que o grupo analise as condições de trabalho dos funcionários do porto e discuta, juntos aos sindicatos e associações profissionais, o uso de recursos do Fundo de Assistência ao Trabalhador (FAT) para qualificar a mão de obra regional.

De acordo com Roberto Henriques, o porto vem causando grandes impactos em toda região Norte e é dever de um deputado estadual com comprometimento com a região buscar alternativas para que isso se reverta em oportunidades e vida digna para a população. “Precisamos evitar que aconteça o que aconteceu em outras regiões do país com a chegada de grandes empreendimentos que, ao invés de gerarem qualidade de vida e renda para a população, apenas garantiram o lucro de uma minoria”, frisou Roberto Henriques.

Roberto é presidente da Comissão Especial sobre o Porto do Açu da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro e já realizou três audiências públicas para debater o tema.

O ofício do deputado foi enviado atendendo a um pedido do presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil do Norte e Noroeste do estado, José Carlos Eulálio. Para Eulálio, a presença do superintendente Antônio Henrique de Albuquerque se faz urgente, uma vez que, segundo ele, a delegacia regional do Ministério do Trabalho diz não poder atuar de forma efetiva sobre o caso por falta de contingente.

“As empresas continuam não cumprindo com os acordos que celebramos. A contratação de pessoas de outros estados continua, assim como a falta de alojamento adequado, a alimentação ruim e os riscos à saúde e à segurança dos trabalhadores. Com isso, as manifestações não param. Precisamos resolver esse problema logo”, destacou Eulálio.

Datafolha aponta empate técnico entre Garotinho e Crivela, mas ex-governador aparece com rejeição de 39%



Pesquisa Datafolha sobre a eleição para governador do Rio de Janeiro, divulgada nesta quinta-feira (17), mostra empate entre os candidatos Anthony Garotinho (PR) e Marcelo Crivella (PRB), ambos com 24% das intenções de votos.

O atual governador, Luiz Fernando Pezão (PMDB), candidato à reeleição, tem 14% das intenções de voto e está tecnicamente empatado com o ex-senador Lindberg Farias (PT), com 12%.

O atual governador, Luiz Fernando Pezão (PMDB), candidato à reeleição, tem 14% das intenções de voto e está tecnicamente empatado com o ex-senador Lindberg Farias (PT), com 12%.


Rejeição

Anthony Garotinho é também o candidato com maior rejeição entre os eleitores (39%). Na sequência aparacem Pezão (19%), Lindberg (17%) e Crivella (16%).


A pesquisa do Datafolha foi realizada entre os dias 15 e 16 de julho com 1.317 eleitores em 31 cidades do Estado do Rio. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que significa que se fossem feitos 100 levantamentos com a mesma metodologia, 95 resultados estariam dentro da margem de erro prevista.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo" e foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número RJ-00009/2014. É a primeira pesquisa do instituto após a oficialização das candidaturas pelo TSE.

G1

Gilmar Rinaldi é o novo coordenador de seleções da entidade


O presidente da CBF, José Maria Marin, anunciou na manhã desta quinta-feira que o ex-goleiro Gilmar Rinaldi será o coordenador de seleções da entidade – cargo antes inexistente.

Ele decidirá, junto com o comando do órgão, o nome do substituto de Luiz Felipe Scolari, que não teve o contrato renovado depois do fracasso na Copa do Mundo. O novo técnico deve ser confirmado no início da próxima semana e, pelo que foi afirmado na entrevista coletiva, no Rio de Janeiro, não será estrangeiro.

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Quissamã recebe educadores para o 2ª semestre letivo


Com as presenças de educadores da Rede Municipal de Ensino, do secretário de Educação Francisco Carlos Gomes, da subsecretária Regina Magno e da Coordenadora de Ensino, Amanda Fragoso, o II Seminário de Educação Compartilhando Saberes foi realizado esta ontem, quarta-feira (16), no Ciep
Municipalizado 465. O encontro marca o início do 2º Semestre Letivo e a retomada das atividades.


Na abertura do evento, ao dar as boas vindas, Francisco Carlos, agradeceu a organização de toda equipe da Coordenação de Ensino, que preparou o seminário com empenho e também à todas equipes presentes na realização das  oficinas. “Quero desejar que cada professor tenha um bom semestre, dizer
que estamos juntos nessa batalha de fazer a educação acontecer no município de Quissamã. Precisamos ter saúde e garra, temos um semestre muito grande, desejo forças para todos vocês”, motivou.


Segundo a Coordenadora de Ensino, Amanda Fragoso, o seminário foi pensado e preparado com carinho, tendo como proposta, o projeto enquanto intersetorial, o conhecimento entre os profissionais e a rede, e a
necessidade de identificação entre os parceiros existentes no município.


Após a fala das autoridades presentes a Banda de Tambores do Ciep 465 abrilhantou o evento com apresentação das músicas “Tempo de Alegria”, “The Fine” e “Pequena Eva”.


No início dos trabalhos o Mestre Marcelo Karam Guressa palestrou sobre o educar e as perspectivas atuais na educação. “O professor é um agente de mudança, que antes de tudo precisa se transformar, aprimorando seu autoconhecimento e autopercepção, adquirindo novas competências que favoreçam o uso de novas tecnologias educacionais em busca da melhoria da relação com os alunos, oportunizando assim um ambiente de aprendizagem saudável e fértil, de práticas significativas e contextualizada com a realidade deste aluno” avaliou o palestrante.


No período da tarde diversas oficinas foram desenvolvidas em parceira com a Secretaria de Saúde, Divisão Alimentação Escolar, Coordenadoria de Comunicação Social, Divisão de Vigilância em Saúde do Trabalho, Ambulatório  de Saúde Mental, Divisão da Prevenção e Promoção da Saúde, Centro de Referência Especializado de Assistência Social, Conselho Tutelar e Núcleo de Assistência ao Educando, atendendo assim todas categorias educacionais presentes.


Coordenadoria de Comunicação - PMQ
22 - 2768 9305 ou 2768 9300 R: 9429

Avião com 295 a bordo cai na Ucrânia.


Um Boeing 777 da Malaysia Airlines com 295 pessoas a bordo caiu na Ucrânia, perto da fronteira com a Rússia, nesta quinta-feira (17).

A agência russa Interfax afirmou que o avião teria sido derrubado quando estava a 10 mil metros de altitude. A informação ainda não foi confirmada pelas autoridades. Acompanhe a cobertura em tempo real.

O vice-presidente da Malaysia Airlines informou que 154 holandeses, 27 australianos, 23 malaios, 11 indonésios, 6 britânicos, 4 alemães, 4 belgas, 3 filipinos e 1 canadense estavam a bordo da aeronave. Ainda há 47 passageiros cuja identidade não foi definida. Todos os 15 tripulantes eram malaios.

A França havia informado que pelo menos quatro franceses estavam no voo. Zoryan Shkyryak, assessor do Ministério do Interior russo, disse à agência Interfax que 23 cidadãos norte-americanos estariam a bordo.

Holandês que postou piada sobre avião pode estar em voo que caiu Boeing 777, como o que caiu na Ucrânia, pode levar até 440 pessoas Famílias de passageiros do voo MH17 chegam a aeroporto na Holanda Especialistas explicam como míssil disparado do solo pode abater Boeing 'Estou animado!', escreveu jovem que postou foto de bilhete de voo que caiu


A Malaysia Airlines informou que perdeu contato com o voo MH17 às 14h15 GMT (11h15 de Brasília) a cerca de 50 km da fronteira entre Ucrânia e Rússia. O avião havia decolado de Amsterdã, na Holanda, às 12h15 locais, e deveria chegar a Kuala Lumpur, na Malásia, às 6h10 desta sexta-feira (18), também no horário local.

G1

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Visita ao dique São João/Viana em SJB




Local sofre processo de erosão e obras são necessárias para evitar alagamentos


O dique São João/Viana, às margens do rio Paraíba do Sul, em São João da Barra, deverá passar por obras visando conter o processo de erosivo. A necessidade de intervenção no local foi confirmada durante uma visita técnica realizada na manhã desta quarta-feira, 16, pelo coordenador municipal de Defesa Civil Adriano Assis, e pelos secretários de Meio Ambiente e Serviços Públicos, Marcos Sá, e Obras, Nelson Patrício.

Segundo Adriano, a erosão gradativa que vem sendo monitorada desde o início do ano está localizada ao lado do trecho onde o dique rompeu em 2010. “Esse trecho que está erodindo encontra-se vulnerável a mais um rompimento com uma grande cheia”, alertou, acrescentando que no local tem que ser feito o mesmo trabalho de 2010.

“O primeiro passo será a realização do serviço de batimetria para medição da profundidade do rio e consequentemente a quantidade de material (pedra e saibro) necessária para a execução da obra”, comentou o secretário de Meio Ambiente, Marcos Sá, informando que o segundo passo será a elaboração de um projeto de contenção e reforço visando a viabilização de recursos federais para a execução da obra.

A iniciativa preventiva vai evitar o rompimento do dique proporcionando tranquilidade aos agricultores e moradores de Degredo, Cajueiro, Grussaí, Perigoso, Centro, e das margens da BR–356 e da SB–02 (estrada que liga Cajueiro ao Bairro de Fátima) que tiveram suas casas alagadas em 2010 quando o dique rompeu.

O rio Paraíba do Sul, devido o grande assoreamento que vem ocorrendo em toda sua extensão, perdeu a sua calha principal e não suporta mais um grande volume d’água principalmente no período de cheia, geralmente em final e início de ano, transbordando para áreas mais baixas.

Em 2013 a prefeitura, com recursos próprios, realizou obra de nivelamento no trecho do dique às margens do rio Paraíba do sul na localidade do Viana, com o intuito de minimizar os desgastes do dique em função das enchentes.

Esse trabalho antecipado visa a solução de possíveis problemas de alagamentos que podem acontecer nos períodos de cheias, protegendo a cidade e, desta forma, contribuindo para manter o dique funcional sem que sua estrutura seja comprometida.

Assecom da Prefeitura de SJB.



Prefeitura realiza obras emergenciais no bairro Sítio Quissamã


Fortes chuvas da última semana causaram transtornos para moradores*

A secretaria de Obras da Prefeitura de Quissamã está realizando desde a terça-feira (15) ações  Emergenciais no bairro Sítio Quissamã 2, que ficou com ruas alagadas devido às fortes chuvas que caíram no município até o último fim de semana.

Em virtude do volume de águas pluviais que concentrou em algumas vias do bairro, prejudicou o tráfego de veículos no local, além de impedir a passagem de moradores. A prefeitura iniciou os trabalhos com maquinário para escoamento da água, por meio de aberturas de valas e drenagem com areia, levantando ainda, as ruas do bairro.

De acordo com o secretário de Obras, Junio Selem, que esteve no local, essa medida é inicial. “Estamos elaborando o projeto para iniciar a preparação da drenagem e calçamento da segunda parte do Sítio Quissamã 2, além da colocação de galerias após o levantamento das ruas, e assim, findar com
esses transtornos para os moradores”, anunciou.

O trabalho realizado esta semana, está sendo feito por homens da própria secretaria de Obras, com auxílio de máquinas como: retroescavadeiras, patrol e caminhões.

Coordenadoria de Comunicação - PMQ

Garotinho e Rosinha proibidos de distribuir prêmios no "Fala Garotinho"


A fiscalização do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro notificou, na manhã desta quarta-feira (16), o candidato ao governo Anthony Garotinho (PR) e a prefeita de Campos, Rosinha Garotinho (PR), para suspenderem a distribuição de prêmios e brindes no programa “Fala, Garotinho”, sob pena de multa diária de R$100 mil. O programa passou a se chamar “Fala Rosinha”, após Garotinho formalizar a candidatura. 

Ele tem 72h para entregar as notas fiscais dos prêmios e a rádio Manchete, 48h para fornecer os 30 últimos programas gravados, além da relação dos ouvintes que ganharam o sorteio de bens de valor – máquinas de lavar, fogões, geladeiras e smarphones, entre outros. As despesas semanais foram estimadas em R$55 mil – um sexto do patrimônio declarado de Garotinho.

Na decisão, a coordenadora estadual da fiscalização, juíza Daniela Barbosa Assumpção de Souza, destacou “a fragilidade econômica” da audiência e os gastos com a “quantidade gigantesca de brindes”. Embora o horário na emissora de rádio seja pago, o programa não tem patrocinadores nem intervalos comerciais. 

Eram sorteados em média 15 prêmios em uma hora, mas a distribuição de vantagens continuava para cadastrados no perfil do “Fala Garotinho” no Facebook. Na internet, ele anunciou a distribuição de 150 prêmios apenas no dia 27. O material será enviado ao Ministério Público Eleitoral, para ação de abuso do poder econômico, à polícia e à Receita para apuração de outros possíveis crimes.

Site TRE/RJ

Divulgada programação da 362ª Festa Santíssimo Salvador




A Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL) divulgou na tarde desta terça-feira (15) a programação cultural da 362ª Festa do Santíssimo Salvador. Grandes nomes da música nacional compõem a grade de shows, elaborada em parceria com a Catedral Diocesana. As atrações começam no dia 1º de agosto, no canteiro e no palco oficial, além das missas, procissão e novenas. No primeiro dia de festa do padroeiro da cidade a principal atração é a Orquestra Sinfônica Municipal.

No sábado (2), o grupo Zona Sul participa do evento, com canções que marcaram os 10 anos de carreira da banda. No domingo (3), a animação fica por conta do cantor sertanejo Thiago Mastra. Na segunda-feira (4), o grupo Imaginasamba, considerado um dos maiores nomes do pagode nacional, agita o público com sucessos, como “Sem vestígios”, “Anjo”, “Com você estou completo”, entre outros.

Dando continuidade às atrações em comemoração ao padroeiro, na terça-feira (5) é a vez do cantor Lucas Lucco abrilhantar a programação. No repertório, estão músicas conhecidas do público, como “Mozão” e “Pra te fazer lembrar”. No dia do padroeiro, quarta-feira (6), às 21h, a banda católica Anjos de Resgate encerra os festejos.

Segundo a presidente da FCJOL, Patrícia Cordeiro, a integração do poder público com a igreja tem garantido o sucesso desta festa importante para a cultura do município. “Além dos shows com artistas de renome nacional e pratas da casa, teremos programação esportiva, Festival de Doces da Coesa e outras atividades”, ressalta.

Canteiro - Ao lado da Catedral vão acontecer shows locais todos os dias, a partir das 20h.

01/08 – Zazal – 20h
02/08 – Lene Moraes – 20h
03/08 – Gerson Jones – 11h
Sandro Balli – 20h
04/08 - Só Por Ti Jesus – 20h
05/08 – Dom Américo– 20h
06/08 – Pequeninos do Senhor – 20h


--
Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes
Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima
Assessoria de Comunicação
Ruan Barros

Romário esconde Lindberg de sua campanha ao Senado




O clima de traição continua correndo solto na política do Rio de Janeiro. Os folhetos distribuídos com a imagem de Romário ontem não tinham qualquer imagem de Lindbergh Farias.

Na semana passada, a equipe de comunicação do ex-jogador já havia editado fotos de uma caminhada com o senador

Dilma é não é prioridade de Lindberg em material de campanha




A propósito, Lindbergh Farias definiu que no máximo 20% do seu material de campanha terá a imagem de Dilma Rousseff. A prioridade do petista é usar a foto de Lula – este sim, o petista acha que dá voto.

Lauro Jardim.

terça-feira, 15 de julho de 2014

Ex-deputado campista é condenado por crime tributário e vai recorrer em liberdade




Após denúncia do Ministério Público Federal (MPF), a Justiça Federal em Campos dos Goytacazes (RJ) condenou o ex-deputado estadual Claudiocis Francisco da Silva, o 'Claudeci das Ambulâncias', a cinco anos e quatro meses de reclusão por crime contra a ordem tributária. O acusado, atualmente aposentado pela Alerj, deve cumprir a pena no regime semi-aberto, podendo apelar da sentença em liberdade. (Processo nº 00009233120124025103)

De acordo com a denúncia do MPF, a Receita Federal apurou que Claudiocis omitiu receitas nos anos-calendários 2001, 2002 e 2003, inseriu elementos inexatos nas declarações de imposto de renda e utilizou documentos contendo informações falsas, com o objetivo de fraudar a fiscalização tributária. Durante a investigação, ficou comprovado que o ex-deputado nomeou a vendedora de doces Maria de Fátima Soares da Silva como sua assessora parlamentar e passou a receber os valores depositados pela Alerj na conta-corrente dela. Em depoimento em juízo, a própria Maria de Fátima afirmou que nunca trabalhou na Alerj, nunca recebeu nenhum valor e que assinou vários cheques para o então deputado. De acordo com a Receita, o crédito tributário constituído é de cerca de R$ 214 mil, em valores atualizados até agosto de 2011.

Na sentença, o juiz da 2ª Vara Federal de Campos destaca que o acusado, na condição de agente político, aproveitava-se da fragilidade e desconhecimento de pessoas de baixa instrução e necessitadas que o procuravam, a fim de obter ajuda para suprir suas necessidades básicas, nomeando-as para o exercício de função pública, que jamais chegavam a exercer de fato, e se apropriando indevidamente dos valores dos pagamentos que lhes eram destinados, enriquecendo ilicitamente e omitindo do fisco esse acréscimo patrimonial.

É mais um capítulo na luta contra a corrupção no serviço público. Esperamos que o Tribunal confirme a sentença e que o réu pague na cadeia pelos seus crimes - disse o procurador da República Eduardo Santos de Oliveira, responsável pelo processo.

Além da pena de reclusão, Claudiocis também foi condenado a pagar multa equivalente a 300 dias-multa, sendo o dia-multa fixado em um décimo do salário mínimo vigente na data da constituição definitiva dos créditos tributários, a ser atualizado até o pagamento pelo IPCA-E mensal.

Betinho Dauaire fala sobre futuro político em A Polêmica






O ex-prefeito de São João da Barra, Betinho Dauaire, é o convidado do programa “A Polêmica” desta terça-feira (15 de julho).

O ex-prefeito não hesitou ao destacar o despreparo de São João da Barra para o crescimento que a cidade atravessa; além das principais dificuldades e desafios que os governantes enfrentarão.

Para Dauaire, alguns problemas relacionados às desapropriações poderiam ter sido evitados com um melhor planejamento. Ele ainda avaliou a entrada do filho, Bruno Dauaire, na política e se candidatando, pela primeira vez, a deputado estadual.

Durante o programa, Betinho falou o que pensa sobre os partidos políticos e a representação dos candidatos para os eleitores, esmiuçou a história do início do Porto do Açu, destacando que, hoje, o empreendimento trará mais prejuízo do que lucro.

O programa "A Polêmica" vai ao ar às 22h30, pela 3ª Via TV, no canal 25 da Via Cabo e Ver TV.

MP contesta o registro eleitoral de quatro candidatos à Presidência


O Ministério Público Eleitoral contestou junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a candidatura de quatro candidatos à Presidência da República: Mauro Iasi (PCB), Levy Fidelix (PRTB), José Maria Eymael (PSDC) e Rui Costa Pimenta (PCO). Os procuradores eleitorais querem barrar os presidenciáveis em razão de supostos problemas em seus registros.

O MP Eleitoral solicitou que os políticos e os partidos juntem documentos que estão faltando, como certidões criminais obrigatórias. Caso apresentem os documentos que faltam, as candidaturas deverão ser liberadas.

Os quatro candidatos têm sete dias a partir da data em que forem notificados para esclarecer as pendências.

G1.