domingo, 25 de junho de 2017

Os abutres da fraqueza alheia


Fábio Assunção estirado no chão e preso em viatura em Arcoverde (PE) foi a glória para uma plateia ridícula, covarde, preconceituosa e por que não, DOENTE?

O primeiro ponto é que o anônimo que é alcoolista esbarra na reprovação familiar e no afastamento dos amigos. Custa a explicar que se encontra doente, acabado e necessitando de ajuda espiritual e de quem realmente o ama.

No caso da pessoa pública a coisa é mais ardilosa. Ela não pode cair, tropeçar, beijar na boca, acariciar, xingar, nem mesmo dar um soco na cara de quem, às vezes, precisa.

Sabem por que? Porque há sempre um abutre na espreita, o mesmo que usa a rede social para defender a postura íntegra do político ou do artista.

O abutre chega ao ponto de se esconder atrás de Deus para sacanear, sem pena, o viciado deitado no chão ou o idoso mendigo.

Esses abutres gostam de saciarem-se pela desgraça alheia. Comem da vergonha do irmão em Cristo, se satisfazem do vício que muitos lutam, segundo a segundo para vencer.
Esses abrutes são vermes, ladrões de espírito, falsos moralistas e que envergonham Deus e a sua palavra.

As cenas de Fábio, jogado, são dignas de pena e revela o problema que assola milhares de famílias brasileiras. Nesse momento, povo covarde, um pai, mãe ou filho, esta desaparecido, pois saiu para beber e não voltou desde ontem.

Abrutes, há milhares de mães chorando nesse momento, pois seus filhos estão internados.
Essa ala doentia e voyerista que goza com a queda alheia é formada de âmagos deformados que, na espreita do homem doente, espera o vacilar da enfermidade para destruir a pouca estima ainda existente naquele que, jogado ao chão, luta para levantar e encontrar no meio dos sujos sóbrios, uma mão amiga.

Você, abutre, que filma a doença alheia é DOENTE, em estado terminal. Quando publica o vídeo e o faz viralizar nas redes apresenta a todos a sua péssima índole. A sua mente vazia, seu saco de ossos.

Saiba, abutre, que se você ainda não experimentou o deserto, ainda haverá de ser testado e nessa travessia, não haverá tempo para likes, curtidas ou vídeos covardes. Vai orar para que todos estejam ao seu lado, inclusive quando você estiver no chão.

Que todos os dependentes químicos de nosso país sejam abençoados e curados por Deus e orem por esse abrutes, eles sim ALMAS que vagam com celulares atrás da fragilidade alheia.

Cláudio Andrade

Um comentário:

Conselho Tutelar Campos RJ disse...

PARABÉNS PELO BELO TEXTO!!! ESSES ABUTRES REALMENTE SÃO CARENTES DA MISERICÓRDIA DE DEUS!!! TRIPUDIAM DA DOR ALHEIA SEM PENSAR NO DIA DE AMANHÃ!!!