quinta-feira, 21 de maio de 2015

Aos pais que possuem filhos na rede pública de educação


Pai que tem filho na rede pública NÃO quer seu filho comendo mal;

Pai que tem filho na rede pública NÃO quer a escola sem vigia;

Pai que tem filho na rede pública NÃO quer escola sem porteiro;
Pai que tem filho na rede pública NÃO quer escola furtada por não haver segurança;

Pai que tem filho na rede pública NÃO quer livro da ‘expoente’ desconexo, quando o MEC oferta de graça;

Pai que tem filho na rede pública NÃO quer escola com goteiras e paredes caindo aos pedaços;

Pai que tem filho na rede pública NÃO quer que os uniformes e materiais didáticos cheguem durante o ano letivo;

Pai que tem filho na rede pública NÃO quer que o índice do IDEB da escola de seu filho seja a penúltima no Estado do Rio;

Pai que tem filho na rede pública NÃO quer professor sem qualificação e sem reajuste salarial aos índices inflacionários;

Pai que tem filho na rede pública NÃO quer que a educação municipal de Campos continue sendo tema secundário;

Pai que tem filho na rede pública NÃO tem condições de colocar filhos em escolas privadas de mensalidades altas;

Pai que ama seu filho e quer o melhor para ele apóia a GREVE e fica ao lado dos PROFESSORES.

Cláudio Andrade.

Um comentário:

Professora Hilda Helena disse...

Parabéns pelo poema!!Muito bom pois retrata a realidade da educação na planície.